Na manhã de hoje (13), Investigadores da Polícia Civil lotados na Delegacia Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP, prenderam o conhecido “Magrinho”, 01 (um) dos principais suspeitos do assassinato e esquartejamento da jovem Késia Nascimento da Silva.

A jovem desapareceu no dia 28 de Janeiro desse ano e desde então a Polícia Civil vem trabalhando no caso, tendo as investigações apontado que a jovem acabou sendo assassinada, esquartejada e seus restos mortais lançados no Rio Acre, inclusive os Policiais tem a informação que fotos da cabeça da vítima foram publicadas em grupos fechados do Whatsapp.

Antes da prisão de “Magrinho”, a Polícia Cívil já havia prendido 05 (cinco) pessoas suspeitos de envolvimento na morte da jovem.

“Magrinho” também é suspeito de integrar uma facção criminosa oriunda do Estado de São Paulo e na época do crime era namorado da vítima, tendo sido ele quem atraiu a vítima para o lugar onde ela foi morta. Além disso, ele é suspeito de envolvimento em outras mortes ocorridas na capital.

O suspeito foi preso no Km 26 – Rio Branco/Bujari, na colônia Luz Divina, onde funciona a união do vegetal.

“Magrinho” foi conduzido à Divisão de Investigações Criminais – DIC, onde passará pelos procedimentos legais e após será encaminhados ao presídio local, onde aguardará o pronunciamento da justiça.

Fonte: Investigadores/PC.