Captação de recursos – Apae Rio Branco participa da campanha “Centavos que Realizam”

Dell Pinheiro para Acre News

A Federação Nacional das Apaes (Fenapaes), em parceria com a startup brasileira InCENTive, lançou a campanha nacional “Centavos que Realizam”. A ação tem como objetivo, arrecadar recursos por meio de compras realizadas por usuários de cartões com bandeira Mastercard. O arredondamento dos centavos acontecerá em todas as compras na função crédito.

“Essa é uma iniciativa importante. Dependemos da ajuda de toda sociedade acreana para que possamos continuar com os atendimentos no Centro. Vivemos tempos difíceis e toda contribuição será bem-vinda. As pessoas também podem entrar em contato com a instituição pelos números: 3227-3034 ou 3227-4498, para fazer qualquer tipo de doação. Os alunos agradecem”, enfatizou Cecília Lima, presidente da Apae Rio Branco.

Na capital acreana, a instituição de ensino especial acolhe em média 350 alunos com deficiência intelectual e/ou múltipla. Os atendimentos são nas áreas de Assistência Social, Fonoaudiologia, Psicologia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Psicologia e Pedagogia. Com a campanha, a entidade espera intensificar a arrecadação de recursos financeiros, que serão investidos na melhoria e manutenção dos serviços oferecidos na Apae.

Como funciona?

Para participar da iniciativa o consumidor deve se cadastrar na base de dados da Apaehttps://staging.incentivep.com/incentive.html?origin=103800050015693#/, optar por ser um microdoador e permitir a doação de valores. Em seguida, deve adicionar um cartão Mastercard ao programa e autorizar o arredondamento de transações, que podem ser de R$0,01 até R$0,99. Para mais informações através do e-mail: contato@incentivep.com ou pelo telefone:  +55 (011) 2925 0057.

Sobre a Plataforma InCENTive

A Plataforma InCENTive é uma startup desenvolvida em parceria com a Mastercard que utiliza os mais severos protocolos de segurança de informações, em conformidade com os certificados e legislações internacionais, inclusive já enquadrada dentro da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Mais Lidas