Discurso de Bolsonaro na ONU gera enxurrada de críticas; aliados rebatem

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na manhã desta terça-feira, polarizou os debates no Twitter. Representantes de diferentes orientações políticas foram ao Twitter criticar o discurso presidencial, enquanto apoiadores e membros da base política do presidente elogiaram os temas abordados no discurso.

Na sua fala, que durou cerca de 15 minutos, o presidente defendeu o agronegócio brasileiro e afirmou que o país é “vítima de uma guerra de desinformação sobre Amazônia e Pantanal”.

No pronunciamento, Bolsonaro se eximiu de responsabilidade pelo aumento do desmatamento e das queimadas no país e pelo elevado número de mortos por covid-19, áreas em que o país tem sido contestado internacionalmente.

A ex-senadora pelo Acre e ex-candidata à presidência Marina Silva (Rede) foi ao Twitter acusar Bolsonaro de “mentiras levianas”: “É indigno e aviltante, da dignidade institucional da instituição presidência da República do Brasil, ver o presidente Jair Bolsonaro acusando de forma leviana e mentirosa os indígenas e demais povos tradicionais pelos crimes de desmatamentos e queimadas da Amazônia”.

A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) definiu o discurso como uma tentativa do presidente de colocar a culpa sobre eventos no Brasil em outros atores.  “Na ONU, Bolsonaro discursou mentiras e jogou a culpa de sua incompetência nos outros:  culpou Supremo e a imprensa por politizarem o coronavírus. Culpou os caboclos e os índios e ainda a “campanha de desinformação” pelas queimadas. Acusou Venezuela por óleo em praias do Brasil”.

Entre os apoiadores do presidente e membros do Executivo, o discurso foi bem recebido. O ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos, compartilhou uma foto onde o presidente assiste ao discurso com parte de seu gabinete no Palácio do Planalto.

“Assisti ao discurso do nosso Comandante/Presidente @jairbolsonaro na Assembleia Geral da ONU ao lado de colegas ministros e líderes do Governo. Senti um orgulho muito grande de pertencer a esse time! Brasil acima de tudo, Deus acima de todos!”, declarou Ramos”.

Para o ex-líder do governo na Câmara dos Deputados, Major Vitor Hugo (PSL-GO), o discurso foi excelente. “Excepcional discurso do PR @jairbolsonaro na ONU. Defendeu nossas visões e posicionamentos. Mostrou as ações do Brasil contra a COVID-19; reforçou nossa preocupação com o meio ambiente, sem desconsiderar o fator econômico. falou de liberdade, paz, democracia. Excelente mesmo!”. (Congresso em Foco)

 

Mais Lidas