25 C
Rio Branco
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Grevistas dos Correios realizam ato público e campanha de arrecadação de alimentos


 

Enquanto aguardam um posicionamento sobre a audiência de conciliação que será realizada nesta sexta-feira, 11, no Tribunal Superior do Trabalho (TST) sobre a greve deflagrada no dia 18 de agosto em todo o país, os trabalhadores dos Correios iniciaram uma campanha de arrecadação de alimentos. A ação social será realizada com um ato público na agência central da empresa pública em Rio Branco, que fica localizada na Avenida Epaminondas Jácome, em frente ao Mercado Velho.
Desde o início do movimento, a categoria já realizou uma série de ações para cobrar a garantia dos direitos trabalhistas e melhorias nas condições de trabalho. Entre as atividades inseridas nas manifestações esteve a campanha de doação de sangue no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Acre (Hemoacre), montagem de piquetes com o intuito de ampliar o alcance do manifesto e a malhação de um Judas que representa o ministro Paulo Guedes, que pretende privatizar os Correios.
Os trabalhadores da estatal questionam a retirada de 79 cláusulas do Acordo Coletivo, que valeria até 2021, feita pela Direção da empresa O impacto da medida é uma queda de 40% da renda anual dos empregados, que na pandemia trouxeram lucro quase três vezes maior que em 2019. Dos servidores que estiveram na linha de frente durante a pandemia, mais de 100 foram vitimados pelo novo coronavírus devido a falta de fornecimento de equipamentos de proteção pelos Correios.
Melhores condições de trabalho fazem parte da bandeira da greve. “O governo quer sucatear para vender a preço de banana. Os Correios não é só entrega de cartinhas e encomendas, a empresa atua em diversas áreas exercendo um papel social com entrega de livros, medicamentos, vacinas, provas nacionais, urnas eletrônicas e donativos nas calamidades. Privatizar os Correios trará um enorme prejuízo a população, em especial do Acre”, diz Suzy Cristiny, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios no Acre (Sintect-AC).





Mais Lidas