José de Abreu é condenado a indenizar Bia Doria em R$ 50 mil por compará-la a vaca

IstoÉ Terra

A Justiça de São Paulo condenou o atorJosé de Abreu a pagar uma indenização de R$ 50 mil por danos morais à Bia Doria, esposa do governador João Doria (PSDB). Em 2016, o ator insinuou uma comparação da primeira-dama do estado de São Paulo a uma vaca. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

“STF proíbe vaquejada mas permite que a Bia Doria dê entrevista? é um crime contra os animais…”, escreveu Zé de Abreu no Twitter.

Para o juiz Douglas Iecco Ravacci, da 33ª Vara Cível da Comarca de São Paulo, Abreu usou “uma construção de frases sem a mínima coerência” para fazer o comentário, que teve alcance ampliado pelo fato de ele ser um influenciador nas redes sociais.

“As críticas, tanto à proibição da vaquejada quanto às declarações da autora, poderiam ser feitas de inúmeras maneiras, inclusive com espírito jocoso ou por meio de piada, mas tendo por objetivo as declarações, e não a pessoa que as fez, muito menos equiparando-a um animal”, escreveu o magistrado na sentença.

Nos autos, a defesa de Abreu alegou que fez a postagem “com intenção humorística e irônica”, mas não pretendeu ofender Bia Doria. Ainda de acordo com a defesa, não houve dano moral, mas “mero desconforto subjetivo não indenizável”. O ator ainda pode recorrer da decisão.

Mais Lidas