Monitor da Violência: sobe para 167% os casos de feminicídios no Acre; Estado tem o triplo da taxa de violência contra a mulher em todo o país

Da Redação

De acordo com levantamento divulgado nesta quarta-feira, 16, pelo G1, Fórum Brasileiro de Segurança Pública e Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (USP), o Acre foi o Estado que teve a maior alta de casos de feminicídio em um ano (167%), subindo de três nos primeiros meses do ano passado, para oito em 2020, isso em igual período (aumento de quase 170%).

O estudo apontou que o Acre tem a maior taxa do país para mulheres mortas por feminicídio (1,8 a cada 100 mil mulheres). Mesmo com a elevação expressiva no número de assassinatos, o Estado registrou as maiores quedas em registros de lesão corporal. Em todo o Brasil, mais de 630 casos de feminicídios foram notificados no primeiro semestre de 2020.

 

 

Mais Lidas