Pai de Criança autista reclama da falta de assistência do poder público para seu filho

Em visita ao Bairro Montanhês o Pré-candidato a prefeito Jamyl Asfury conheceu o desempregado Flávio Silva e ficou comovido com sua situação. O Flávio tem um filho autista de 6 anos de idade e perdeu a esposa há três anos durante o parto da última filha do casal.

Flávio era um vendedor bem sucedido, mas depois que perdeu a esposa teve que se dedicar em cuidar dos filhos e, os cuidados com o filho autista são dobrados. Ele sente muita dificuldade e não encontrou no poder público, auxilio para a situação. “É muito difícil, eu já procurei ajuda, fui na Fundação Hospitalar, só passam remédios, que não posso comprar, porque são muito caros!”. revela o desempregado. Flávio diz ainda que gostaria muito que o poder público o ajudasse, que fizesse alguma coisa pelo seu filho.

Jamy Asfury ouviu atentamente ao Flávio e se solidarizou com ele dizendo que concorda que o poder público realmente precisa dar uma atenção especial às famílias com autistas. “Conheço cidades onde existem organizações que trabalham com pessoas autistas, principalmente crianças, e a prefeitura dá total apoio na identificação e acompanhamento. O que eu tenho dito é isso, quero que Deus governe Rio Branco através da minha vida. E em casos como esse, é claro que o poder público, sobretudo o municipal, tem que estar perto tentando ajudar, porque uma vida como essa não é fácil para o Flavio, como também não é fácil para ninguém que tenha uma criança autista em casa.” Analisou o pré-candidato Jamyl Asfury. (Assessoria)

Mais Lidas