“Posso assumir”, diz Bocalom sobre cassação de Manuel Marcos

Da Redação

Tião Bocalom, do Progressistas (PP), disse que aguarda a chamada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para assumir o cargo de deputado federal no lugar de Manuel Marcos, do Republicanos, que teve seu mandato cassado na terça-feira, 22, junto com a deputada estadual Doutora Juliana, por abuso do poder econômico.

“Agora, vamos aguardar a chamada do Tribunal. Sai do PSL, mas sai com uma carta de liberação, não sai de qualquer jeito não, então podemos assumir. Aos avexados do poder, segue minha carta de liberação do PSL”, afirmou Bocalom, ironizando Léo de Brito do Partido dos Trabalhadores (PT), que comemora sua possível volta a Câmara dos Deputados.

Mais Lidas