Trabalhadores de empresa terceirizada reivindicam pagamento de salário atrasado

Da Redação

Funcionários da empresa Maia Pimentel, que presta serviço de limpeza em escolas da rede pública de ensino, protestaram na manhã desta terça-feira, 22, em frente à sede da Secretaria Estadual de Educação (SEE), em Rio Branco, reivindicando o pagamento de seus salários. De acordo com os trabalhadores, em setembro completam três meses que eles não recebem.

“Nossa situação está cada vez mais complicada. Quando recebemos um mês de salário, ficam dois em atraso. A secretaria diz que passa o dinheiro para a empresa, já a empresa diz que não recebe da secretaria. Assim fica difícil achar uma solução para o problema. Cortaram até o salário família, um auxílio para que tem filhos menores de idade. Nessa situação, temos que nos ‘virar’ para levar comida para casa”, disse José Flaviano, um dos representantes dos trabalhadores.

Alguns funcionários da empresa se reuniram com representantes da Secretaria de Educação, que garantiram que não há atraso no repasse do dinheiro para a Maia Pimentel. “A direção da secretaria disse que fará o pagamento do mês de setembro a empresa para que ela repasse o salário atrasado para os profissionais, que são mais de 80”, salientou Flaviano.

O site AcreNews tentou entrar em contato com a Maia Pimentel, mas não conseguiu conversar com nenhum representante da empresa.

 

 

Mais Lidas