Ativista Germano Marino vai receber prêmio Bacurau de Direitos Humanos e faz desabafo

 

A prefeitura de Rio Branco entrega nesta quinta-feira, 10, o prêmio Bacurau de Direitos Humanos. O evento acontecerá a partir das 19hs no auditoro da Uninorte. Um dos agraciados será o sociólogo Germano Marino, conhecido ativista social no Acre, militante, entre outras, da causa LGBT. Marino luta há mais de 20 anos contra o preconceito e as políticas que excluem. Avisado de que vai receber a honraria, ele desabafou nas redes sociais. Veja o que ele escreveu:

 

É TANTA HISTÓRIA QUE DÁ UM LIVRO

Nesse dia 10 de dezembro de 2020 – Dia Mundial da Declaração dos Direitos Humanos, serei um dos homenageados com o Prêmio Bacurau, de Direitos Humanos da Prefeitura Municipal de Rio Branco em solenidade no auditório da UNINORTE, as 19h.

É a primeira vez, ao longo de + de 20 anos de militância nessa área que vou receber uma honraria de uma instituição pública no meu próprio estado, onde nasci, onde moro é faço militância.

Desde que soube, não há como não pensar em toda uma trajetória que passei nesses anos. De tudo um pouco já me versatilizei pra promover os direitos humanos da população LGBTQIA+. Não há como não agradecer a cada pessoa, a inúmeras intuições que foram importantes pra que me ajudasse à esse reconhecimento – eu sou muito grato à todos, todas é todes vocês!

Aqui, alguns dos fatos que já pude contribuir com a visibilidade LGBTQIA+ no meu Estado.
Antes de termos as Semanas Acreanas da Diversidade é as Paradas do Orgulho LGBT do Acre, o evento de maior empoderamento aos LGBT acreanos, era a realizações do Miss Acre GAY, produzido nessa época pelo produtor Ray Souza. Nesse período ajudava como podia, até vestido de Drag QUEEN pra apresentar o concurso.

Germano hoje e há mais de 15 anos apresentando o concurso Miss Gay, vestido de drag queen

 

Recordar é viver!

Mais Lidas