Bocalom se reúne com vereadores eleitos, propõe independência e maioria topa

O prefeito eleito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), acabou de sugerir aos vereadores eleitos, durante reunião na Amac (Associação dos Municípios do Acre), a independência dos poderes. Ele não quer o famoso toma-la-da-cá. Maioria topou, garante a assessoria do “velho Boca”, como passou a ser chamado por aliados durante a campanha.
Bocalom também revelou aos novos vereadores que pediu a situação do sistema de água da capital ao governo. Disse que vai, inclusive, se encontrar com o governador Gladson Cameli (Progressistas) ainda hoje em Brasília para tratar do assunto. Outra reunião imoirtante que terá em Brasília até a próxima sexta é com o senador Márcio Bittar (MDB), relator do orçamento de 2021.
Ainda sobre a reunião desta manhã, Bocalom tratou de outras questões com os parlamentares recém-eleitos. Mas a mais curiosa diz respeito à relação com os vereadores. Quando sugere a independência dos poderes Bocalom se refere ao que vem propondo há tempos, que é trabalhar sem amarras políticas. Ou seja: não trocar apoio da Câmara Municipal por cargos ou coisa parecida.

Mais Lidas