“É pra conter gasto e não ficar devendo”, justifica prefeito Clodoaldo sobre recesso administrativo

Evandro Cordeiro para o Acrenews 

 

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Clodoaldo Rodrigues (Progressistas), disse ao www.acrenews.com.br que o recesso geral que ele decretou nesta segunda-feira, 21, tem razões lógicas: “Conter gastos e ajustar as contas para não ficar devendo nada a ninguém”. Cinco meses a frente do cargo porque era o presidente da Câmara Municipal quando o prefeito Ilderlei Cordeiro foi afastado em agosto, Clodoaldo deu um choque na gestão. Resultado: vai sair elogiando, entre outras por não dever nada a ninguém.
Estarão fechados de hoje até o dia 3 de janeiro de 2021 todos os setores da prefeitura, menos os postos, centros e unidades básicas de saúde. Estes abrem de 07hs às 19hs e a OCA, o Centro de Atendimento ao Cidadão – CAC, vai funcionar de 08hs às 13hs. “Quero sair e andar de cabeça erguida pelo meu município”, diz o vereador que virou prefeito por força da lei e que dia primeiro de janeiro entrega a faixa para um sucessor de seu próprio partido, Zequinha Lima (Progressistas), eleito com expressiva votação dia 15 de novembro passado.

Mais Lidas