25 C
Rio Branco
domingo, janeiro 17, 2021

Empresas de ônibus serão notificadas por infringir lei com paralisação de 100 por cento da frota


Contilnet Notícias

Depois que as empresas de transporte público ameaçaram paralisar 100% das frotas de ônibus em Rio Branco, nesta segunda-feira (14), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans) disse que o órgão não foi comunicado sobre a possibilidade pelo Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos do Acre (Sindicol) e nem pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte de Passageiros e Cargas do Estado do Acre (Sinttpac).

Em uma nota enviada à reportagem do ContilNet, a RBTrans destaca que as empresas serão notificadas, já que de acordo com a lei de nº 332, que regulamenta o Sistema de Transporte Coletivo do Município de Rio Branco, em caso de greve, deve-se manter no mínimo 40% (quarenta por cento) dos ônibus em funcionamento, para atender a população.

“O Sindicol e o Sinttpac não comunicaram a RBTrans da paralisação da frota de transporte coletivo. De nossa parte estamos notificando as empresas”, diz o documento.

“No momento, estamos aguardando decisão do legislativo quanto a aprovação do Projeto de Lei que subsidia o sistema para o pagamento de salários dos empregados das empresas”, finalizou.

Os motoristas procuraram o presidente da Câmara de Vereadores de Rio Branco, Antônio Morais (PSB), para uma reunião nesta segunda-feira (14), pedindo que os parlamentares aprovem o repasse de 2,4 milhões que vem tentando ser feito pela Prefeitura às empresas de transporte público com o objetivo de garantir a continuidade do serviço profundamente atingido pela crise da pandemia e garantindo o emprego dos funcionários, ameaçados de demissão se o sistema entrar mesmo em colapso.

O projeto precisa ser aprovado na Câmara, que já sinalizou desinteresse na aprovação. Os funcionários estão com cerca de três meses de salários atrasados. Na última quinta-feira eles chegaram a paralisar as atividades por duas horas, e haviam prometido que nesta segunda cruzariam os braços.





Mais Lidas