23 C
Rio Branco
sexta-feira, janeiro 22, 2021

Saúde divulga dados sobre o avanço da sífilis no Acre

Agência de notícias do Acre 

Como uma maneira de chamar a atenção da população sobre o aumento do número de casos de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), o governo do Estado, por meio do Núcleo de Infecções Sexualmente Transmissíveis da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), apresenta os números referentes ao avanço da sífilis no Acre.

A estratégia de divulgação dos dados, segundo a enfermeira que está à frente do núcleo, Suilany Souza, tem o objetivo de sensibilizar os cidadãos com os os números apresentados e provocar a redução de casos. “É uma estratégia para que a população consiga se enxergar nos números como alguém que se coloca em risco de adquirir uma IST, ou como profissional de saúde, gestor ou até como pai ou mãe preocupados com seus filhos”, explicou.

Por essa razão, a equipe decidiu inovar na forma de divulgação das informações. “Queremos compartilhar o avanço desses agravos em nível de estado e junto com todos buscar soluções para a redução dos números apresentados”, destacou Suilany.

A estratégia é para que a população atente para a importância da prevenção à sífilis. Foto: Divulgação

Ainda, de acordo com Suilany, a publicação será realizada a cada seis meses. “Faremos uma análise retrospectiva em comparação ao panorama atual, e buscaremos trabalhar com todas as gestões e Ministério da Saúde para melhorarmos nossos indicadores”, acrescentou.

O projeto começou no final de 2019, mas, devido à pandemia do coronavírus, algumas estratégias tiveram que ser adiadas, e agora, mais organizado, o trabalho da área técnica retorna.

“A pandemia não nos permitiu trabalhar da forma que gostaríamos, mas esse é o primeiro passo de muitos que ainda vamos dar. E, saindo a vacina do coronavírus, poderemos atuar mais intensamente junto aos municípios”, enfatizou Suilany.

“A pandemia não nos permitiu trabalhar da forma que gostaríamos, mas esse é o primeiro passo de muitos”, diz Suilany Souza. Foto: Odair Leal/Secom

Sífilis

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível e também pode ser passada da gestante para o feto. É classificada em quatro tipos:

  • Sífilis adquirida recente: com menos de um ano de evolução;
  • Sífilis adquirida tardia : com mais de um ano de evolução;
  • Sífilis congênita recente: casos diagnosticados até o segundo ano de vida; e
  • Sífilis congênita tardia: diagnosticada após o segundo ano de vida.

Confira os número da doença no estado:

Info-sífilis 2020

Mais Lidas