COLUNA DO EVANDRO “Quem quiser disputar eleição em 2022 que saia agora”, pede Gladson

 

O governador Gladson Cameli (Progressistas) acabou de avisar: quem quiser disputar as eleições de 2020, dentre seus secretários, que peça para sair hoje, quarta-feira, 27 de janeiro de 2021. “Não terá perdão dessa vez”, disse à coluna.

Sem atritos com a Aleac
Quando determina que não quer secretário disputando as eleições em 2022 o governador está tomando uma medida fundamental capaz de evitar atritos com a Assembléia Legislativa, onde deputado se treme todo quando sabe que tem secretário de Estado se organizando para disputar com eles.

Fazer por onde
Só tem um detalhe em relação a essa medida do governador para tirar secretários do páreo: os deputados serão convidados a corresponder a gentileza, fazendo as defesas que não fizeram até hoje do governo dele.

Muito candidato a senador
Se não for blefe da maioria, 2022 vai ser o ano em que mais pessoas na história do Acre disputará o Senado. Só de prima, uma listinha: Mailza Gomes (Progressistas), Alan Rick (DEM), Flaviano Melo ou Jessica Sales (MDB), Mara Rocha (PSDB), Jorge Viana (PT), e a deputada federal Vanda Milani, do SD, disposta a disputar o Senado, deixando a briga de federal para o filho, o secretário de Meio Ambiente Israel Milani.

Bocalom na Justiça
Como ninguém convenceu prefeito Tião Bocalom (Progressistas) a desistir da ideia de aula presencial, a Justiça vai ser o caminho para os sindicatos. Isso foi avisado hoje nos bastidores.

Produzir para empregar
Eleito sob a égide de tão brilhante ideia, a de produzir, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas) já começa a atrair coisa boa de fora do Estado. Essa semana, além da extensa agenda com o embaixador de Israel, recebeu um pedido de agenda de uma das maiores empresas das Minas Gerais, cuja intenção é investir na capital do Acre.

Lista macabra
Toda manhã é um cortejo fúnebre o noticiário com as mortes por Covid no Acre. Todo mundo amanhece o dia perdendo um amigo. Mas não há outra saída, senão esperar a vacina, bem no horizonte já.

Nome do Alyson
Na lista de mulheres que podem figurar como vice de Gladson em 2022 não é possível identificar uma ainda. Já na lista dos homens é de primeira: Alyson Bestene, o atual e bom secretário de saúde.

Nomes do Alto Acre
Em 2022 dois nomes vem fervendo do Alto Acre: Fernanda Assem (PT), a prefeita de Brasiléia que vai buscar uma cadeira na Câmara Federal, e o empresário Everton Soares, de Epitaciolândia, interessado por uma vaga na Assembléia Legislativa.

Bela atuação
Se tem um acerto grande do prefeito Tião Bocalom (Progressistas) em relação a suas escolhas para secretários, esse foi o nome do Major Bombeiros Cláudio Falcão para a Defesa Civil. Ele está muito a vontade no cargo. Já está totalmente organizado para eventuais alagamentos.

Mãe é mãe


Mesmo com os pedidos para que ela não absorva os problemas que o filho enfrenta para governar o Acre, dona Linda Cameli, genitora do governador acreano, de vez em se manifesta nas redes sociais. Coisa de mãe, que ama e protege.
Ainda bem que o filho parece estar no caminho certo dada a alta popularidade.

Ratinho Júnior presidente
Ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro voltou a se empolgar com política após o anúncio da entrada da família Massa (Ratinho) na disputa para a presidência em 2022. O governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), poderá disputar a eleição e Ilderlei, seu amigo pessoal, poderá coordenar a campanha no Norte do Brasil. Eles foram deputado federal juntos.

Imprensa sem representante
Nesse momento a imprensa do Acre está sem nenhum representante nos legislativos. Nem mesmo no interior ninguém ligado à notícia se elegeu.
Falta de união é a palavra.

Rio Branco sem ninguém
Fui dar uma volta em Rio Branco na noite desta terça-feira, 26, segundo dia do “toque de recolher” determinado pelo governador Gladson Cameli (Progressistas). Menino, que cemitério! Aliás, nem cemitério, porque não tinha uma alma viva na rua.

Nova liderança


Arlete Amaral, do Solidariedade, se elegeu quando menos se esperava, a nova presidente da Câmara de Vereadores de Brasiléia. Empresária, ela nem queria entrar na política. Entrou, parece que pra ficar. Tem muita coisa para arrumar na “casa do povo”, antecedida que foi por um presidente meio desarrumado, que peitava todo mundo.

Mais Lidas