Gladson cancela Carnaval e explica como funcionará toque de recolher a partir de segunda

O governador Gladson Cameli cumpriu a promessa de decretar medidas preventivas mais drásticas no Acre. Na coletiva de imprensa promovida pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 nesta sexta-feira (22), ele decidiu que o toque de recolher das 22 h às 6 h será realizado já na próxima segunda-feira (25) em todo o Estado.

“Estou determinado o toque de recolher das 22 às 6h. Iniciamos um processo de vacinação, mas no momento ainda não temos imunizantes para todo mundo. Por isso, precisamos tomar essa medida mais drástica. Não vamos medir esforços para combater esse vírus”, declarou.

Segundo o chefe do executivo estadual, o motivo é a falta de cooperação por parte da população em respeitar as medidas de prevenção. “A sociedade não levou a sério. Precisa do apoio de todos. Quero dizer ao comitê: solte o decreto. Isso não é retaliação. não. É um alerta para tomarem os cuidados”, ressaltou.

Além disso, o governador jogou um balde de água fria nos planos dos foliões do Acre. Segundo ele, o carnaval de 2021 está cancelado. “Não sou doido de permitir que o Carnaval aconteça em meio a tantas mortes”, destacou.

Toque de recolher

Serviços não essenciais, como bares, restaurantes e lanchonetes devem paralisar o atendimento ao público a partir das 22h até 6h da manhã, nos municípios onde as bandeiras permitem a abertura de atividades durante o dia e parte da noite. Serviços de entrega (delivery) estão liberados, além da retirada de produtos nos locais que fornecem os serviços.

As pessoas poderão circular pela cidade, mas não poderão aglomerar, de acordo com o governador.

Farmácias 24 horas, além de hospitais e unidades de pronto atendimento seguem com funcionamento normal.

A fiscalização será feita por órgãos de vigilância, com o apoio das forças policiais.

Mais Lidas