História do Bujari adaptada para crianças vai ser contada em livro que será lançado nos próximos dias

O livro “Bujari, de seringal a município”, cuja data de lançamento não foi definida, mas que deve acontecer antes do início das aulas, vai ser inserido no planejamento dos professores para o ano letivo de 2021. Adaptado para crianças, conta a história do município mais próximo de Rio Branco, localizado a 22km de distância. Os autores da obra são dois irmãos, o professor Mário Torres e o artista plástico Mardilson Torres.

A história do Bujari contada para crianças é resultado da Lei Aldir Blanc, por meio da qual os irmãos conseguiram realizar a produção do livro, através da Fundação Elias Mansour. “É um livro sobre a história de Bujari, inspirado nos livros para as crianças e adolescentes, com muitas ilustrações produzidas pelo meu irmão, que é artista plástico, o Mardilson”, informa o professor Mário.

O livro vai ser destinadas escolas municipais para que os professores possam ter material adequado para trabalhar a história do município, algo inédito no Acre. Segundo o autor, a obsessão pela obra é baseada num mantra sobre a história: “Um povo sem memória é um povo sem história. Isso nos levou a escrever o livro”, cunha.

Ainda segundo o professor Mario, “é importante conhecer a história de uma localidade para resgatar e preservar a tradição daqueles que contribuíram para que chegássemos ao ponto que nos encontramos”. Mário é especialista em Gestão Escolar, licenciado em Pedagogia e professor da rede estadual de educação do Acre e especialista em Educação. O parceiro da obra é o artista plástico Mardilson Machado Torres, licenciado em Artes Visuais pela Universidade de Brasília.

Mais Lidas