Inelegível na CBF, Tricolor de Aço terá eleições dia 6/2

Com o mandato da diretoria vencido há quase um ano e meio, o Independência aparece inelegível sistema eletrônico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) conforme informações publicadas nesta sexta-feira (22) pelo blog do Chico Pontes.

O presidente tricolor José Eugênio de Leão Braga, o Macapá, confirmou a pendência do clube junto a entidade máxima do futebol brasileiro, alegando que o processo eleitoral no clube teria sido suspenso devido à pandemia do novo coronavírus, mas que a agremiação já convocou a realização de eleições no clube (biênio de 2021/2022) para o próximo dia 06 de fevereiro, às 9h em primeira convocação e, às 10h em segunda convocação, na rua Dom Bosco I, 256, Bosque. O edital de eleições no clube foi publicado dia 21 de janeiro/2021. O último pleito ocorrido no Marinho Monte está datado do mês de agosto de 2017, quando Macapá, ao lado do economista Hélio Amaral, foram eleitos presidente e vice-presidente para o biênio 2018/2019, respetivamente. Macapá confirmou que será candidato à reeleição e, após processo eleitoral, irá viabilizar a documentação do pleito para cartório e, posteriormente, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O Independência estava pré-inscrito na disputa do Campeonato Acreano Sub-20, mas, após o departamento de futebol da base tricolor tentar acessar o sistema eletrônico de inscrições de atletas, também conhecido como Boletim Informativo Diário (BID), foi detectado que o clube tinha sua inscrição inelegível na entidade futebolística.

Mais Lidas