Ribamar finalmente toma posse no TCE; Gladson prestigia

Agência de notícias do Acre 

 

Em sessão remota por videoconferência, o governador Gladson Cameli participou na manhã desta sexta-feira, 15, da posse do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE-AC), José Ribamar Trindade.

Sessão remota com a presença do governador deu posse ao novo conselheiro Foto: Diego Gurgel/Secom

O novo conselheiro foi chefe da Casa Civil do Estado durante os dois primeiros anos da gestão atual e teve seu nome indicado para a vaga, aberta após a morte do conselheiro José Augusto de Farias, pelo próprio governador Gladson Cameli.

O nome do ex-secretário foi indicado para assumir a vaga no dia 28 de outubro e, no dia 30, a Comissão Especial da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) o aprovou por unanimidade para o cargo. Trindade foi exonerado do Executivo no último dia 8 de janeiro. Quem assumiu a Casa Civil foi o ex-diretor de Assuntos Políticos do gabinete do governador, Flávio Pereira da Silva.

Para Gladson Cameli, o TCE ganha hoje um profissional comprometido e adequado ao exercício da função Foto: Diego Gurgel/Secom

Para Gladson Cameli, o TCE ganha hoje um profissional comprometido e adequado ao exercício da função, dono de um currículo bastante elogiável. Sempre muito alinhado institucionalmente junto ao Tribunal, o governador aproveitou para agradecer a parceria e o trabalho conjunto pelo desenvolvimento do estado.

“A minha intenção é que esse seja um tribunal cada dia mais forte. Que ajude esse estado, pois todas as atitudes e cobranças que fazem ao Executivo nos dão uma grande ajuda no dia a dia. Temos ainda uma doença que não passou, as pessoas precisam rever suas prioridades, e eu quero dizer que o que me conforta é que estamos fazendo de tudo para proteger o povo. Peço para que nos demos as mãos, todos os órgãos, porque se não estivermos juntos, é a população que vai pagar o preço”, destacou o governador.

Aptidão para o cargo

José Ribamar Trindade de Oliveira é natural de Rio Branco, Acre. Tem 52 anos. Filho de Lino Duarte de Oliveira e Zuleide Trindade de Oliveira, nasceu em 1 de janeiro de 1968, na cidade de Rio Branco. É advogado, sob a OAB nº 2.259-AC, e é casado com a odontóloga Fabíola Melo Aguiar Trindade, com quem tem os filhos Enzo e Heitor.

Novo conselheiro Ribamar Trindade (E) foi indicado pelo governador Gladson Cameli Foto: Diego Gurgel/Secom

Em seus títulos, é bacharel em Direito pela Universidade Federal do Acre (Ufac), pós-graduado em Direito Financeiro e Tributário pela Universidade Cândido Mendes (Ucam) – Porto Velho/Rondônia e pós-graduado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) – Rio Branco/Acre.

Ele iniciou sua vida profissional aos 14 anos como balconista. Entre o exercício da advocacia e atuações em gestão pública, também foi assessor de gabinete do conselheiro Antônio Jorge Malheiros no próprio TCE, exercendo atividades na análises de processos, elaboração de relatórios e votos, além de presidente e membro da Comissão Permanente de Licitação e pregoeiro.

Honrado por sua posse, o novo conselheiro assumiu o compromisso de um trabalho árduo, respeitando todos os princípios da administração pública Foto: Diego Gurgel/Secom

No Governo do Estado tem o título de chanceler da Ordem da Estrela do Acre, e recebeu as distinções honrosas do Diploma e Medalha de Mérito Plácido de Castro, outorgado pelo Comando Geral da Polícia Militar do Estado do Acre, de acordo com o Decreto nº 374 de 18 de outubro de 1984, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à causa pública e notável colaboração para o progresso e renome da corporação.

Honrado por sua posse, o novo conselheiro assumiu o compromisso de um trabalho árduo, respeitando todos os princípios da administração pública.

Governador Gladson Cameli cumprimenta o conselheiro empossado Foto: Diego Gurgel/Secom

“É com muito respeito e dignidade que inicio essa nova jornada, com zelo e ética pela gestão pública. Não é apenas ter os conhecimentos técnicos necessários, mas também uma experiência de vida que trago para esse trabalho em que também estou apto a aprender todos os dias com os novos colegas”, destacou o empossado.

Solenidade aconteceu nesta sexta-feira, com acompanhamento remoto por convidados Foto: Diego Gurgel/Secom

O atual presidente do TCE-AC, conselheiro Ronald Polanco, aproveitou sua fala para não só dar as boas vindas ao novo colega, como agradecer ao governo do Estado por todo o trabalho desenvolvido em momentos tão difíceis para todos.

“Reconhecemos o esforço de dialogar com todos os setores para unificar o Acre. O Tribunal de Contas sempre esteve à disposição e o governador sempre nos abriu as portas para contribuir  com o trabalho. Conte conosco, governador Gladson Cameli, agradeço a parceria e parabenizo a chegada do nosso novo colega, Ribamar Trindade”, disse em seu discurso.

Reconhecimento

Durante a posse de Ribamar Trindade, conselheiros de longa data do TCE aproveitaram para tecer palavras de reconhecimento ao novo colega, autenticando sua capacidade para preencher o cargo e dar respostas de trabalho dignas para a sociedade.

Emocionada, a conselheira Naluh Gouveia destacou que acompanhou todo o processo de posse de Ribamar Trindade, reforçando que ele é um homem íntegro, honesto e que se destacou por 17 anos trabalhando junto ao TCE com muito afinco, se tornando bastante capacitado para o cargo. Ela ainda destacou que o próprio Ribamar passou por uma grande provação ao se tornar uma vítima grave da Covid-19, mas que sua recuperação tem até mesmo um significado espiritual.

Conselheiro-presidente do TCE, Ronald Polanco, deu posse a Ribamar Trindade Foto: Diego Gurgel/Secom

O conselheiro Antônio Malheiros completou: “Hoje estou felicitando-o pelo empenho, dedicação e a luta que tiveram. É uma pessoa que passou muito tempo aqui e conhece o Tribunal de dentro pra fora. Em nenhum momento foram questionados seus conhecimentos, hoje inclusive aprimorados com a presença por dois anos como secretário do governo do Estado. Tudo isso aumenta seu gabarito e atestamos. Tenho certeza que sua carreira será exímia”.

Mais Lidas