Acre compartilha experiências educacionais em reunião

Agência

O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) promoveu nesta terça-feira, 9, em Brasília, sua primeira reunião presencial do ano. Na ocasião, os secretários discutiram o planejamento do conselho para o biênio 2021-2022 e deram posse ao novo presidente da entidade, o secretário de Educação do Espírito Santo, Vitor de Angelo.

O secretário de Educação do Acre, Mauro Sérgio Cruz, representou o estado e compartilhou as experiências educacionais vividas durante a pandemia e o planejamento para os próximos meses. Ele também apresentou um documentário que mostra os desafios do fazer educacional na Amazônia.  Confira abaixo o documentário na íntegra.

Tocador de vídeo

00:00
00:00

De acordo com Cruz, devido à bandeira vermelha, nível de emergência em o estado se encontra durante a pandemia, atualmente a rede trabalha com as aulas remotas do quarto bimestre, que se encerrará no final de março. O ano letivo de 2021 começa em maio. “A Educação do Acre não parou. Apesar dos desafios, não medimos esforços para que nossos alunos não ficassem desamparados”, afirmou.

A reunião do Consed e a posse da nova presidência ocorreu no Hotel Royal Tulip, seguindo todas as medidas de segurança contra a Covid, incluindo a testagem dos participantes. Por precaução, o evento é fechado aos secretários, mas haverá transmissão pela internet, a partir das 16h30, no www.youtube.com/consedtv.

O secretário Vitor de Angelo foi eleito presidente da entidade para o próximo biênio e vai suceder a atual presidente, a secretária de Educação do Mato Grosso do Sul, Cecilia Motta. Angelo é o segundo capixaba a assumir a presidência da entidade. O primeiro foi Joaquim Beato, em 1989.

Secretário de Educação do Acre, Mauro Sérgio Cruz, durante sua apresentação. Foto: Mariana Leal/Consed

Entre as suas propostas, Vitor de Angelo quer o fortalecimento das frentes de trabalho do Consed e da Agenda da Aprendizagem, desenvolvida em conjunto com a Undime, o Ministério da Educação e parceiros da Sociedade Civil Organizada. “Daremos ainda uma atenção especial ao Sistema Nacional de Educação, à colaboração com os municípios e a União, e queremos nos aproximar mais das universidades, por meio da Andifes”. Angelo também propôs a criação de uma frente de trabalho especial para tratar o pós-pandemia.

Além do presidente, o Consed também dará posse aos vice-presidentes das regiões. Cecilia Motta passará a ser a primeira vice-presidente, pela região Centro-Oeste. O secretário do Rio Grande do Norte, Getúlio Ferreira, será o segundo vice, pela região Nordeste. A secretária de Roraima, Leila Perussolo, foi eleita pela região Norte e será a terceira vice. Já o presidente da região Sudeste será o secretário do Rio de Janeiro, Comte Bittencourt.

Na presidência do Conselho Fiscal, continuará o secretário de Educação de Sergipe, Josué Modesto. Ao seu lado, estarão os secretários de Rondônia, Suamy Vivecananda; da Bahia, Jerônimo Rodrigues; de Goiás, Fátima Gavioli; de Alagoas, Fábio Guedes; e do Piauí, Ellen Gera. (Com informações da Assessoria Consed).

Mais Lidas