COLUNA DO EVANDRO – Depois do apocalipse, Gladson volta de forma apoteótica ao PP

O governador Gladson Cameli volta de forma apoteótica para seu partido, o Progressistas, o antigo PDS, depois desse apocalipse de pandemia e enchentes. Ele apenas se afastou em 2020 para apoiar uma outra candiatura a prefeito na capital. Já teria inclusive acontecido um encontro por meio do qual todas as arestas teriam sido aparadas. Terminou com todo mundo abraçado. Ou seja: Cameli deve disputar a reeleição pelo Progressistas.

Senadora Vanda Milani
Dirigentes do Solidariedade estão levando a sério a idéia de consolidar o nome da deputada federal Vanda Milani para a disputa pelo Senado. Dentro da sigla se trabalha três nomes fortes: o dela para o Senado, o do filho, Israel Milani, para federal, e o do “coyote” da fronteira, André Assem, para estadual.

Briga dura
Com o nome da deputada Vanda Milani colocado para o Senado, a disputa em 2022 tende a ser dura, ao menos se forem confirmadas todas as candidaturas faladas no momento. Além de Vanda, querem a única cadeira disponível em 2022 Mailza Gomes (Progressistas), Alan Rick (DEM), Flaviano Melo (MDB), Jessica Sales (MDB), Jorge Viana (PT) e Mara Rocha (PSDB).

Distanciamento pós eleição
Tem informação de distanciamento entre a “turma” do prefeito Bocalom e o partido Progressistas. O negócio só não teria estourado ainda por causa do apocalipse que o Acre vive, com pandemia e alegações.

A espera do Edvaldo
Enquanto o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) cobra um projeto de governo, Gladson Cameli (Progressistas) bate um recorde atrás do outro de popularidade pela forma como vem administrando. Ou será que aceitação popular vem das nuvens?

Sentindo na pele
O prefeito de Assis Brasil, Professor Jerry Correia Marinho, do PT, está sentindo na pele o que seu antecessor, Zum Barbosa (PSDB) passou com a “invasão” de estrangeiros e que ele tanto criticava.

Desempregado por teimosia
O ex-vice-prefeito de Assis Brasil conhecido por Zé do Posto (PSD) está desempregado por absoluta teimosia. Insistiu em disputar a eleição em 2020, enfrentando o próprio parceiro, Zum Barbosa (PSDB), de quem era vice. Resultado: a votação dele e de Zum junta deixaria o candidato do PT, Jerry Marinho, na poeira.

Lideranças novas
No Alto Acre, após as eleições de 2020, sobraram três lideranças políticas que vão ditar as regras na região daqui até um bom tempo: a prefeita de Brasiléia, Fernanda Assem (PT), o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes (PSDB), e o empresário Everton Soares, que disputou a eleição para prefeito em Epitaciolândia, foi bem votado e só não de elegerá folgadamente para deputado estadual em 2022 se Deus não quiser.

MDB com Gladson
Márcio Bittar (MDB), o senador mais importante do Brasil no momento, relator do orçamento da União que é, declarou que seu partido deverá mesmo caminhar com o governador Gladson Cameli (Progressistas) em sua reeleição em 2022. Faltam pequenos detalhes, porque, segundo Bittar, o MDB precisa ser contemplado ainda pelo atual governo.

Sem tolerância
Diferente de governos passados, quando aliados se envolviam em corrupção e eram protegidos, no governo Gladson quem cai na besteira de meter a mão no alheio está literalmente pebado. O governador manda chegar o rei, como diz o Neném Junqueira.

Bunda n’água
O prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima (Progressistas), colocou literalmente a bunda d’água e ainda levou a tiracolo o vice, Henrique Afonso (PSD), além de secretários. É que o rio Juruá subiu vertiginosamente nas últimas horas.

Prova de fogo
O momento que Rio Branco passa, uma hecatombe, com Covid, dengue e alagação, é mais que propício para a equipe do prefeito Tião Bocalom (Progressistas) provar que tem competência.

 


Ao trabalho
Passado a raiva pela fraca votação que teve, o vereador Hildegard Pascoal (PSL) decidido trabalhar. Já é um dos mais atuantes da nova legislatura.

De jeito nenhum
Me perguntam esses dias se vou disputar a eleição em 2022. Respondi que só se até lá ganhar na loteria. Eleição é para quem tem dinheiro. Liso entra só para servir de escada para as famílias ricas se manterem hegemônicas.

A espera do verão
Todo mundo esprando o verão para começar a cobrar o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), primeiro pelos ramais, depois pela produção local. Vê como ele vai fomentar plantio de arroz, feijão e farinha, para ninguém comprar mais de Rondônia.

Sem publicidade
Dono da rede Araújo de supermercado, Adem Araújo é o rei da publicidade. Eles têm propaganda até em rádio cipó. Mas tem um tipo de publicidade que ele condena, a que mostra o que eles fazem pelo social. São centenas de pessoas beneficiadas com ações sociais dos Araújo.

Sala dos aviões
Dizem que assessores, secretários e amigos se alegram quando o governador chama para conversar na sala onde ele coleciona aviões, com pelo menos mil protótipos de aeronaves. Ele só vai lá quando está no mais alto astral, porque de bom humor ele estar sempre.

Mais Lidas