Energia elétrica é desligada em diversos bairros em Rio Branco devido às alagações

G1
Ruas e casas foram alagadas com transbordo de igarapés na capital  — Foto: Tálita Sabrina/Rede Amazônica Acre

Ruas e casas foram alagadas com transbordo de igarapés na capital — Foto: Tálita Sabrina/Rede Amazônica Acre

Em Rio Branco, pelo menos quatro igarapés transbordaram invadindo casas, ruas e estabelecimentos. Um deles foi o igarapé São Francisco. E, por conta disso, a Energisa Acre suspendeu a energia elétrica em 12 bairros da capital. São eles:

  1. Parque das Palmeiras;
  2. Bairro da Paz;
  3. Mocinha Magalhães;
  4. Conquista;
  5. Distrito Industrial;
  6. Casa Nova;
  7. Oscar Passos;
  8. Conjunto Solar;
  9. Raimundo Melo;
  10. São Francisco;
  11. Conjunto Procon;
  12. Boa Esperança.

 

Segundo a distribuidora, a medida é para garantir a segurança dos consumidores e também dos órgãos que estão nos pontos afetados.

“A Distribuidora reforça sobre os cuidados que a população deve ter para evitar acidentes com a energia elétrica durante o período de chuva, como por exemplo, não manusear bomba d’água e ficar distante dos cabos e fios elétricos”, destaca a nota da Energisa.

Alémdisso, é recomendado ficar longe de árvores ou estruturas altas com torres de telefone ou de energia elétrica e jamais se aproxime de fio partidos ou caídos, nem toque em pessoas ou objetos que estejam em contato com a rede elétrica.

Em caso de qualquer situação de risco, os clientes devem entrar em contato com Energisa por meio do telefone 0800-647-7196 (funciona 24h) ou pela Gisa através do Whatsapp (68) 99233-0341, que funciona de segunda a sexta-feira das 7h30 às 16h.

Doze bairros tiveram a energia suspensa após igarapé transbordar  — Foto: Tálita Sabrina/Rede Amazônica Acre

Doze bairros tiveram a energia suspensa após igarapé transbordar — Foto: Tálita Sabrina/Rede Amazônica Acre

Alerta de perigo

 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo de perigo potencial de acumulado de chuva para, pelo menos, cinco cidades do Acre. O aviso começou a valer às 8h54 deste sábado (6) e vale até domingo (7), às 9h.

As regiões afetadas devem ser Vale Do Acre, que engloba Sena Madureira, Rio Branco e Brasileia e Vale Do Juruá, com Tarauacá e Cruzeiro do Sul. A previsão é de chuva entre 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia. Baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos, alerta o Inmet.

As orientações são:

 

  • Evitar enfrentar o mau tempo;
  • Observar alteração nas encostas;
  • Evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada

 

Famílias foram retiradas e levadas a abrigos montados em escolas na capital  — Foto: Tálita Sabrina/Rede Amazônica Acre

Famílias foram retiradas e levadas a abrigos montados em escolas na capital — Foto: Tálita Sabrina/Rede Amazônica Acre

Enxurrada na capital

 

Nas últimas 48 horas choveu mais de 100 milímetros na capital acreana. O esperado para todo o mês de fevereiro é de um acumulado de 292 milímetros. Pelo menos quatro igarapés transbordaram e atingiram casas, lojas, comércios e outros estabelecimentos. A Defesa Civil Municipal calcula que mais de 30 bairros estão atingidos pela enxurrada até a manhã deste sábado (6).

Pelas equipes da Defesa Civil foram atendidas mais de 370 famílias atingidas. Dessas, 31 precisaram ser removidas de suas casas e sete delas foram levadas para abrigos nas escolas Álvaro Rocha e Adib Jatene. As demais famílias foram para casas de parentes.

A previsão é de mais chuvas para as próximas horas. Entre os igarapés que transbordaram estão o São Francisco, Dias Martins, Batista e o Igarapé Almoço. Com as chuvas, o nível do Rio Acre, em Rio Branco também subiu nos últimos dias. Na última quinta-feira (4), o manancial marcava 9,87 metros e neste sábado (6), amanheceu com 11,67 metros.

Aviso de perigo em potencial foi emitido pelo Inmet na manhã deste sábado (6) — Foto: Reprodução/Inmet

Aviso de perigo em potencial foi emitido pelo Inmet na manhã deste sábado (6) — Foto: Reprodução/Inmet

Mais Lidas