Gladson em Sena: “Se não tiver onde colocar as pessoas, a gente aluga galpão, mas não quero ninguém a míngua”

O governador Gladson Cameli (Progressistas) acaba de desembarcar em Sena Madureira. Veio de helicóptero. Com toda a equipe diretamente ligada ao atendimento a fenômenos naturais, como as cheias, por exemplo, o governador veio trazer apoio em todos os sentidos às vítimas da enchente dos rios Purus, Iaco, Macaua e Caete, que acarretaram na submersão de pelo menos 70% da cidade.

Cameli disse ao desembarcar que determinou aos auxiliares do governo a não deixar ninguém à míngua. “Se for para ajudar nosso povo, não vamos medir esforços. Vamos distribuir alimento e alugar galpão, fazer o impossível para não deixar ninguém a míngua”, disse.

O governador também anunciou a vinda do presidente Jair Bolsonaro ao Acre na próxima quarta-feira. Ele vem com o senador Márcio Bittar (MDB) e, além de Rio Branco, vai vir a Sena Madureira. “O presidente vai anunciar uma ajuda de R$ 450 milhões para o Acre cuidar das vítimas dessas cheias”, afirmou.

Mais Lidas