Major Rocha crítica prisão de deputado por ordem do STF

O vice-governador do Acre, Wherley Rocha (PSL), saiu em defesa do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso a mando do ministro Alexandre de Moraes. Rocha fala em privilegios e atropelo dos ministros a outros poderes. Veja o texto na íntegra:

“Não apoio ataques, insinuações ou quaisquer outras situações que apontem para a violência. Não faltam mecanismos legais dentro do estado de direito para corrigir desvios. Agora não dá para ficar inerte diante da tentativa do STF de calar aqueles que ousam criticar as ações dos nossos inquestionáveis ministros. Foi assim no tal inquérito das Fake News e está sendo assim no caso dessa prisão. Essa não é a primeira vez que o STF rasga a Constituição Federal. Não é a primeira vez que o STF atropela os outros poderes.
Novamente quero deixar claro que não apoio qualquer ato que deixe a entender que precisamos do uso da violência para corrigir desvios de quem quer que seja.
Agora penso que é chegada a hora do Senado Federal parar de se omitir e se posicionar. Do Senado restabelecer a harmonia entre os poderes. De fazer o STF entender que guardião não significa dono da Constituição Federal. Que não é correto mudar a essência do texto constitucional ao sabor de seus interesses.
Quanto a Câmara Federal resta desfazer essa aberração no voto daqueles que querem um parlamento forte e soberano. Isso se não quiser entrar para a história como um parlamento covarde que não pode falar, um poder sem poder, um poder que foi desmoralizado por ecoar aquilo que grande parte dos brasileiros pensam.
É por situações como essa, também por ações, omissões e privilégios absurdos que o STF já não goza do respeito e do apoio da grande maioria do nosso povo. Quer aferir o que digo? Qualquer pesquisa de opinião pública vai mostrar como os brasileiros veem esse STF e seus infalíveis ministros.”

Mais Lidas