Mesmo com olho cirurgiado, Bocalom comanda equipe de apoio às famílias atingidas pelas cheias de igarapés

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), está acordado desde a madrugada, juntamente com o Major Cláudio Falcão, chefe da Defesa Civil, coordenando as equipes que estão ocorrendo famílias atingidas pelas cheias dos igarapés que cruzam a capital. “Estou aqui”, diz Bocalom, ao responder provocações das redes sociais, puxadas por ex-integrantes de gestões petistas por meio das quais estão perguntando: “Cadê o Bocalom?”. O prefeito diz que tem ojeriza a hipocrisia. Ou seja: não vai fazer fotos no meio da enchente para querer ganhar ponto. Também não quer nem polemizar com ninguém. Ao invés disso, diz que precisa cuidar das pessoas que estão nas áreas mais atingidas. “Deixa eu trabalhar”, disse agora há pouco ao Acrenews.
Dentro de instantes, mesmo contra a recomendação do médico, Tião Bocalom vai para as ruas. Quer ver de perto o que sua equipe vem fazendo para amenizar a situação das vítimas da cheia repentina.
A chuva de 24hs atingiu diversos bairros. Principalmente o São Francisco ganhou um volume grande de água. A avenida Getúlio Vargas, perto da Vila Ivonete, ficou intransitável.
Segundo levantou a Defesa Civil, há famílias desalojadas e desabrigadas nos bairros da Paz, Geraldo Fleming, Hélio Melo (Sapolândia), Conjunto Procon, Baixa da Colina, São Francisco, Conquista e Raimundo Melo. Uma equipe de 30 pessoas de diversas secretarias municipais estão na rua providenciando socorro, como abrigo, água e comida.

Mais Lidas