Sindicato dos jornalistas repudia ataque contra repórteres que criticam parlamentares

O Sindicato dos Jornalistas do Acre divulgou nota agora há pouco em repúdio ao que está chamando de ataque a liberdade de imprensa, parte da bancada federal do Acre pedir punição para jornalistas que tecem críticas contra seus trabalhos. Isso ficou claro em reunião remota entre o governador Gladson Cameli (Progressistas) e a bancada federal na tarde desta quinta-feira, 4. Veja a nota:

NOTA DE REPUDIO

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Acre – Sinjac e a Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj, por meio de seu representante, presidente Victor Augusto Nogueira de Farias, vem a público REPUDIAR a atitude antiética, covarde, desrespeitosa e até criminosa praticada por pessoas que deveriam defender e garantir os direitos da sociedade.
Impossível calar-se diante de tamanha agressão e ato inconstitucional a nossa categoria, pior ainda quando atacam de maneira covarde todos os colegas por emitirem suas opiniões pessoais e produzirem matérias críticos a seus mandatos, assim como é estarrecedor que uma colega pratique tal ato contra outros profissionais. O Sinjac e a Fenaj não ficarão calados diante de tal exposição direcionada aos profissionais deste Estado.
O Sindicato dos Jornalistas e a Federação Nacional dos Jornalistas REPUDIAM tal ação tomada pelos senadores Márcio Bittar, Sérgio Petecão e a deputada federal Mara Rocha que deveriam representar a sociedade e garantir os direitos da mesma.

Rio Branco, 05 de Fevereiro de 2021.

VICTOR AUGUSTO NOGUEIRA DE FARIAS
Presidente SINJAC e Diretor da FENAJ

Mais Lidas