Connect with us

PAULO MACHADO

Bolsonaro tem encontro com pastores na inauguração da Rede Boas Novas

Publicado

em

Por Paulo Machado

Com organização conjunta da Rede Boas Novas, AMEACRE, CEIMADAC e MADUREIRA, o Presidente Jair Messias Bolsonaro manteve um encontro com pastores de diversas Igrejas de Rio Branco e  interior, no auditório da sede das Boas Novas, descobriu a placa inaugural das novas instalações da emissora e realizou uma palestra com os pastores ali reunidos, onde  testemunhou o milagre operado em sua vida e a consciência de haver sido comissionado por Deus para realizar a missão de promover a reforma do Brasil e testemunhar que o Brasil é do Senhor Jesus.

As perseguições que vem sofrendo é fruto dessa batalha, pois o aparelhamento do estado brasileiro foi produzido nos últimos 40 anos e a partir de 2010 ele desenvolveu o primeiro enfrentamento quando da apresentação do kit gay pelos partidos de esquerda e durante esse período de confronto contra esses absurdos, surgiu a hipótese de concorrer as eleições a presidente com o intuito de lutar contra essa perversão moral a que estava sendo submetido nossas crianças.

Homem que preza a família e temente a Deus, tem sido um grande evangelista ao mundo, quando apregoa a paz e a fé em Deus e o milagre que experimentou antes das eleições 2018. Nesse ponto, entende que Deus lhe poupou a vida para que ele hoje seja esse instrumento de combate em defesa da vida e da família.

Nas palavras do Presidente, “o Brasil tem jeito”; “o Brasil é um celeiro para o mundo” tanto em alimentos como em fé”.

A Receptividade entre a comunidade evangélica é muito boa, no Acre 52% da população é evangélica e depositou o maior volume de votos proporcionais na eleição de 2018 e a tendencia é de se repetir agora em 2022.

Segundo o Pastor Paulo Machado, há muito a fazer ainda, e hoje mais do que nunca faremos campanha em todas as ferramentas de comunicação para a sua reeleição. A eleição já começou, e as pesquisas que apontam Lula a frente de Bolsonaro não representam a realidade dos fatos, disseram os pastores: “É só convidar o Lula para dar uma voltinha na cidade, se ele conseguir encher uma kombi …”

Ainda no evento, o Presidente foi homenageado com uma Placa comemorativa entregue pela AMEACRE, em reconhecimento pelo seu esforço em defender a família brasileira nos moldes da fé cristã.

Ainda o Movimento Conservador Liberal, representado pelo Dr. Valdir Perazzo e o empresário Fernando Lages entregaram uma placa de honra ao Presidente, por ser fiel a integra de seu programa de governo apresentado na campanha de 2018 e que vem sendo cumprido à risca. Falaram da importância do Movimento Conservador Liberal que se espelha no ideal proposto pelo Instituo Conservador que é liderado pelo Senador Flavio Bolsonaro.

Por fim, após orações pelo Presidente, ministrada pelo Pr. Raimundo Moreira e demais pastores presentes, dirigiram-se todos para última agenda do dia, nas instalações do Buffet Maison Borges, evento promovido pelas Assembleias de Deus de Rio Branco (CEIMADAC e MADUREIRA), onde estava sendo realizado o I Encontro Cristão de Fé e Cidadania, em que estiveram presentes diversas autoridades.

O Acre esta se saindo bem com essas manifestações de fé e consciência política, marca um novo momento na vida do povo acreano.  

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PAULO MACHADO

Pastor e professor Paulo Machado escreve sobre a visão cristã da política e a consciência do evangelho

Publicado

em

A VISÃO CRISTÃ DA POLITICA PASSA PELA CONSCIÊNCIA DO EVANGELHO

1 Tm. 4.1,2 MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;

– Esquerda ou direita, qual o caminho a seguir?

Para alguns na política contemporânea, essas decisões não dizem muito, pois as escolhas não observam critérios ideológicos e sim carismas e outros interesses que consideramos suspeitos, por intermédio de personagens que se consideram virtuosos, travestidos de Santos do Pau oco, ocultados pela máscara de caridade e disfarçados de justiça social.

Durante muitos anos as eleições foram disputadas por partidos de esquerda, que dividiram o poder entre si, sob o manto da ignorância popular. Os personagens que buscavam representar os “interesses do eleitorado”, os faziam crer que disputavam o mais nobre intento da sociedade comum que se resumia em paz, harmonia e prosperidade, no entanto, a dura realidade é que todos procuravam alcançar o mesmo objetivo, a saber: a dominação popular através da implementação de um estado socialista global, ainda que por caminhos tenebrosos, com ideias disseminadas pelo Foro de São Paulo onde teve seu desenvolvimento intelectual fundamentado no ideal marxista sob o manto da teologia da libertação, o maior engodo produzido pelo clero vermelho. Uma versão dissimulada do dragão vermelho que induziu Eva ao erro e se introduziu no cristianismo apostata.

Seminaristas católicos, ministros evangélicos entre outros religiosos, tendo suas consciências cauterizadas, foram cooptados por essa ideologia maligna, tornando-se protagonistas na produção dessa grande mentira que se chama comunismo, que de comum só tem os maus intentos de poder às custas de sangue inocente.

Por isso é totalmente antagônico uma pessoa ser cristã e ao mesmo tempo defender partidos comunistas ou socialistas, que são o excremento da mesma latrina.

Quando um comunista diz que abandonou o comunismo sem uma confissão pública, desconfie. Seu coração continua vermelho, somente modificou a estratégia de engano. É semelhante àquele que se diz convertido à Cristo mas continua amando o pecado.

Como se observa, não há ainda no Brasil um partido político genuinamente de direita, o que se percebe é um grande esforço na direção de um alinhamento conservador, haja visto que muitos desses partidos foram administrados por personagens que recentemente flertaram com a esquerda em um claro movimento de conveniências.

O ideal conservador almeja o resgate da moral cultural judaico/cristã que é fundamento da estrutura democrática mundial, em que se encerra os princípios de liberdade, justiça e direito, concedendo ao cidadão a oportunidade de prosperar pelo mérito através do labor e do empreendedorismo, pois a dignidade social somente será obtida através do esforço empregado na capacidade de produção. O trabalho dignifica o homem.

“Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também.”  (II Tessalonicenses 3 : 10)

As eleições deste ano serão, no ver de muitos especialistas, mais importantes do que as de 2018, haja visto que ocorre um despertar da consciência no povo brasileiro para defender princípios conservadores silenciados pôr muitos anos, que agora receberam a motivação necessária embutida no discurso do Presidente Jair Messias Bolsonaro, que como um “Dom Quixote de La Mancha” (1605), enfrentou o “moinho vermelho”, utilizando como arma eficaz o “Sopro Divino” no Jargão “Conhecereis a Verdade e a Verdade vos Libertará” (Jo. 8.32)

Hoje, a população que esteve silenciosa tantos anos, vai as ruas a cada aparição do presidente, ovacionando e manifestando a esperança de que sejam expurgados definitivamente os crápulas que ao longo de tantos anos ludibriaram o povo brasileiro, transformando a política em uma ORCRIM, e que por fim, sejam libertos da iminente escravidão que desesperadamente tentam nos impor.

As máscaras caíram, os bandidos têm nome, CPF e partido.

A todo custo tentam fabricar pesquisas que refletem somente a fantasia de suas mentes corruptas, que são divulgadas por uma imprensa corrompida e desacreditada, que grita desesperadamente impropérios contra o atual presidente e diviniza um condenado blasfemo, não retratando a real vontade popular.

Sabedores de que seu fim se aproxima, unem-se agora revelando suas reais intenções.  Alckmim vice de Lula, “quem diria …” – Pois é, conforme o que foi dito por Dilma no 1º Fórum Mundial de Pensamentos Críticos em Buenos Aires na Argentina: – “A gente fará aliança até com o diabo para combatê-los.”

Assim sendo; “assim o SENHOR vos diz: Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão; pois a peleja não é vossa, mas de Deus.” (2 Cr. 20.15)

Portanto, entre essas e outras é que se diz no meio cristão, que essa batalha é travada primeiro no campo espiritual e materializada no campo físico. O dualismo Bem contra o Mal, Céu e inferno, Deus e o Diabo, Cristo e o Anticristo, representam o tamanho do desafio a que somos convidados a participar.

A escolha é sua. Não dá para ficar em cima do muro.

Continue lendo

PAULO MACHADO

A reforma política do Brasil no coração de Deus é o artigo de hoje do pastor Paulo Machado

Publicado

em

ARTIGO – A REFORMA POLITICA DO BRASIL NO CORAÇÃO DE DEUS

Isaias 49: 8 e 13 Assim diz o SENHOR: No tempo aceitável te ouvi e no dia da salvação te ajudei, e te guardarei, e te darei por aliança do povo, para restaurares a terra, e dar-lhes em herança as herdades assoladas; – Exultai, ó céus, e alegra-te, ó terra, e vós, montes, estalai com júbilo, porque o SENHOR consolou o seu povo, e dos seus aflitos se compadecerá.

Nesse artigo pretendo demonstrar que a política no Brasil passa por um período de restauração, tanto moral como espiritual. O momento é muito importante para a humanidade, pois nosso País é um celeiro para o mundo, um refúgio para o futuro e Deus está operando essa transformação.

Entendendo a História

Ao longo de muitos anos a Igreja Evangélica esteve ausente das discussões políticas em nosso país. Era um grande tabu, dizia-se: “POLITICA É COISA DO DIABO”.

Esse pensamento revestido de um misto de ignorância e indiferença, permitiu que o movimento de implementação do socialismo e o comunismo no Brasil avançasse, provocando uma revolução cultural em nossa sociedade. Os marcos antigos foram removidos e a depravação moral foi instalada.

A história do Brasil nas décadas de 60/70 registraram os embates que resultaram na intervenção militar como medida drástica, porém necessária, que impediria a dominação radical comunista no país.

A Igreja Católica e a Teologia da Libertação

Como pano de fundo, o envolvimento religioso nesse movimento de esquerda se deu através da Igreja católica pela intitulada “Teologia da Libertação”, movimento sócio-eclesial que surgiu na década de 60 tendo como um dos expoentes no Brasil o teólogo socialista “Leonardo Boff”.

Nessa visão socialista introduzida no seio do catolicismo, impregnada dos ensinos de Max Weber e Carl Max entre outros, o comunismo encontrava guarida atrás dos muros da Igreja.

Nesse interim, os protestantes e os evangélicos em silenciosa oposição às ideias socialistas, mantiveram-se ausentes durante esse período.

Pela pouca expressão social que exerciam à época, voltaram-se unicamente para os grandes movimentos evangelísticos de cruzadas promovidas pelos pentecostais, que resultaram no crescimento das igrejas evangélicas no Brasil, no entanto, se omitiram de orientar seus membros sobre esse tema tão importante, permitindo com esse silencio, a infiltração da cultura socialista em todos os segmentos da sociedade brasileira que resultaram no aparelhamento do Estado.

Com o retorno das eleições diretas na década de 80, o movimento socialista assume uma nova roupagem; o Marxismo Cultural, que de forma mais dissimulada, e pela multiplicidade política partidária (hoje com 33 partidos) em sua maioria de esquerda e centro esquerda, disseminam sua ideologia, corrompendo os princípios éticos e morais da cultura brasileira, promovendo a anarquia e perversão de nossa sociedade.

A sodomização de nossos jovens e a erotização de nossas crianças

A resistência da Igreja evangélica é provocada quando a ameaça à vida e a família assumem proporções descomunais expondo o perigo em que foi submetida as famílias cristãs.  Muitos líderes cristãos foram corrompidos assim como Esaú, comprados com as lentilhas da corrupção. A cumplicidade chegou em seu limite extremo.

No ímpeto de exercer o controle total da sociedade, destruir a família, a fé cristã, as instituições religiosas e os valores culturais conservadores que são fundamentos tradicionais, a esquerda expos descaradamente seus projetos diabólicos na forma de “Projetos Leis” e alterações de direitos por meio de emendas constitucionais, através de parlamentares de esquerda. O Sonho da Pátria Grande do Fórum de São Paulo tinha como meta a falência do Brasil para o surgimento de uma união socialista na América do Sul.

O Brasil seria semelhante a países como Cuba Venezuela, Coreia do Norte ou China. Miséria, pobreza, caos.

Portanto, tornou-se imperativo uma representatividade parlamentar evangélica no Congresso Nacional para frear o avanço desses projetos diabólicos de desconstrução nacional.

Deus é o socorro de seu povo.

Nesse ponto, a Igreja silenciosa e omissa é despertada para buscar socorro na única Fonte viável, “Deus”.

No terreno da Fé, a interação é a base da confiança.

Deus fala com seu povo por meio de pessoas, que inspiradas pelo Espirito Santo revelam sua vontade.

“Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.”  (II Pedro 1 : 21)

Em uma dessas ocasiões, em um evento evangelístico internacional ocorrido em 2013, Miss Cindy Jacobbs, uma personagem conhecida no mundo evangélico por expressar mensagens proféticas da parte de Deus,  https://www.youtube.com/watch?v=4nNQLRCr9XA , anuncia a intervenção divina para o Brasil.

Os acontecimentos que se seguiram, foram reportados pela imprensa mundial: Lava Jato, Impeachment, e tantos outros crimes de corrupção foram revelados no Brasil, desencadeando um sentimento de indignação e revolta que culminou com a repulsa a partidos de esquerda, dando às eleições presidenciais em 2018 uma nova direção.

O cumprimento na integra dessa profecia se deu com a realização de um culto de Ação de Graças no Palácio do Planalto em que o Presidente da República e seus Ministros entregam suas vidas a Jesus e todo o Governo Federal nas mãos de Deus.

Sob a insígnia de “Brasil acima de Tudo e Deus” acima de Todos, e do refrão de “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, o atual Presidente da República conseguiu unir em torno da reconstrução do Brasil a maioria do povo evangélico, que agora em maior número (cerca de 31% do povo brasileiro em 2020) e com expressiva influencia social, tornou-se o diferencial nos resultados das eleições de 2018 e 2020.

Com o acentuado crescimento de evangélicos no Brasil, as eleições de 2022 tendem a ser muito expressiva. É de consenso que uma limpeza no Congresso se faz necessária. Consolidar o expurgo da ideologia de esquerda em nosso país se faz com a renovação de lideranças políticas, e a Igreja Evangélica está se movimentando nessa direção.

Os compromissos com a Vida e a Família, o combate a corrupção, os valores cristãos e economia, serão as bandeiras a serem reiteradas pelos eleitores evangélicos.

A bancada evangélica no Congresso Nacional cresceu de 21 Deputados Federais em 1994 para 105 em 2018 e 15 senadores (equivale a 20% do congresso) 

Os líderes evangélicos despertaram. A ameaça de restrição das atividades religiosas, liberdade de opinião, expressão, entre outras, são razões suficientes para estimular a estabelecer um consenso em torno de um representante.

Orientar os membros das igrejas é dever do líder, pois nessa orientação reside o destino das gerações futuras.

No Acre a tendência é a mesma. A comunidade evangélica hoje representa 54% do povo acreano, e assim como se deu em tantos outros estados, muitas surpresas nos estão reservadas, pessoas escolhidas estrategicamente sob a orientação de Deus para devolver a esperança ao povo acreano estarão despontando na renovação.

Assim como anunciado em 2013, Deus reiteradamente vem declarando que está realizando uma grande obra no Brasil e o Acre está incluído nesse projeto.

Não é por acaso que o preambulo da Constituição Federal inicia com os termos: “Sob a proteção de Deus”.

O Brasil tem um futuro de Bênçãos e Prosperidade reservado para seu povo.

Oremos pelo Brasil.

“Deus, Pátria e Família”

Pr. Paulo Machado

Continue lendo

PAULO MACHADO

Pastor Paulo Machado abre temporada 2022 de artigos escrevendo sobre o que esperar do novo ano

Publicado

em

O QUE ESPERAR DE 2022?

Mais um ano se inicia.

O sentimento criado nessa ocasião nas pessoas é de esperança. Isso provoca um efeito psicológico positivo na mente cansada de tantas dificuldades enfrentadas no ano anterior.

Os projetos que não foram realizados, são esquecidos para dar lugar a um novo projeto, ou são alimentados para uma nova tentativa, mas o certo mesmo, é que as esperanças de melhorar a vida são renovadas.

O homem pós-moderno é um ermitão. Por conta da alienação social, ele passa a viver isolado, tímido, amedrontado, sendo conduzido a uma vida virtual, oculto pela tela de um equipamento eletrônico, onde passa a viver artificialmente um cenário de fantasia que mascara sua dor e solidão.

Presa fácil para os aproveitadores mercenários, que vendem ilusões de um mundo fictício, culminando com a gradual destruição do ente tão precioso à natureza humana, “nossa alma”.

Na busca insana de fugir da solidão, as pessoas estão naufragando nos sonhos e desilusões, e então clamam por socorro Divino.

Tudo isso é resultado de uma diabólica engenharia social, corroborada pela crise de saúde pública provocada pela pandemia da Covid 19, que divide a sociedade em grupos de classe, desagrega a família e o afasta de Deus. Os homens são induzidos a busca de seus próprios interesses, em uma visão egocêntrica desprezam o convívio e harmonia social, por medo e insegurança, sem esperança de reagirem ao desafio da própria vida.

Nessa fuga, paliativos como; álcool, drogas, prostituição, entre outros, induzem a autodestruição como por exemplo o suicídio.

A mentira torna-se mais atraente do que a verdade, que depois de frustradas as expectativas criadas em torno da vida, se transformam em uma ardente e desesperada expectativa apocalíptica de ver tudo terminar.

Esse frio e cruel parecer é um raio x da sociedade atual.

1 Tm 3.2-5 “Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela.”

O que esperar de um ano novo?

O alento do sentimento de Cristo em nossos corações, realiza um esforço sobre natural de nos arrancar dessa visão sombria de existência e nos devolver a uma vida de fé, esperança e alegria; de restauração de valores e sentimentos que enobrecem o amor de Deus para com todos os homens.

O sentimento que fala de superação e conquistas, que só podem prover de Deus, através do Espirito Santo, por meio da fé, que nos fortalecem e nos habilitam para um futuro melhor.

Rm 5.2-10 “Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, E a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.”

Nossa esperança é que tenhamos uma vida de prosperidade, que o amor de Deus seja em todos os corações amargurados, que nosso País seja uma benção, que nosso Estado do Acre seja próspero, que os pais possam beijar seus filhos, que os filhos possam zelar pelos pais, que a família seja enaltecida e finalmente que Deus Reine em nossas vidas.

Tenha fé.

Feliz 2022

Pr. Paulo Machado

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas