Connect with us

INTERIOR

Epitaciolândia/AC – A Polícia Federal, resgatou na manhã deste domingo (28) três jovens que teriam sido vítimas de tráfico de pessoas para fins de exploração sexual na Bolívia.

Publicado

em

A ação ocorreu em conjunto com o governo boliviano que prestou apoio conduzindo
as jovens à fronteira com o Brasil. Dentre as resgatadas, havia uma menor de idade.

As vítimas seguiram para Polícia Federal para serem ouvidas e encontrarem
seus familiares e responsável legal.

Continuar lendo

ACRE

Associação que apoia autistas faz caminhada marcante nas ruas de Senador Guiomard

Publicado

em

Por

Nesta sexta feira, 18, a Associação Família Azul, de Senador Guiomard, juntamente com as famílias de crianças autistas, fez uma caminhada até a prefeitura do município em busca de apoio para a terapia de seus filhos. Coordenada pela professora Adriana Rogéria, presidente da Associação, o evento foi um sucesso.

Hoje, são mais de 90 crianças diagnosticadas que foram localizadas pela Associação e que se encontram sem nenhum tratamento ou acompanhamento. Por meio dessa caminhada, as famílias tentam sensibilizar o poder público para que seja fornecida a terapia, algo que já está assegurado por lei desde 2012.

Esteve presente na caminhada as vereadoras Williane Jardim e Alessandra Mesquita. Associação agradeceu o apoio de todos os presentes e lamenta a ausência dos demais vereadores, bem como a indisponibilidade da prefeita de receber as famílias que estiveram na frente da prefeitura em busca de uma resposta.

As famílias continuam sua luta, de forma pacífica e buscando do poder público um olhar com mais empatia pela causa.

Continuar lendo

INTERIOR

Em Feijó, colisão entre carro de passeio e caminhão de lixo deixa uma pessoa ferida

Publicado

em

Por

Da redação do Acre News/ Foto: Reprodução

Um acidente de trânsito foi registrado na tarde de ontem (16) em Feijó, interior do Acre, envolvendo um carro e um caminhão de lixo. Com a batida, uma mulher que era passageira do veículo de passeio teve ferimentos na cabeça, enquanto o motorista e os ocupantes do caminhão nada sofreram.

Os primeiros atendimentos à mulher foram prestados por uma guarnição do Corpo de Bombeiros ainda no local, na Avenida Marechal Deodoro, que foi acionada pelo telefone 193. Ela foi encaminhada para o hospital da cidade, foi liberada em seguida e passa bem.

“Ao chegar ao local indicado, a guarnição fez a contenção da hemorragia, seguido da imobilização da cervical, após os procedimentos de primeiros socorros, a vítima foi conduzida até o Hospital Geral de Feijó pelos Bombeiros”, informou uma publicação da guarnição nas redes sociais.

Segundo relato, o veículo de passeio saia de um posto de combustível e colidiu frontalmente com o caminhão de coleta de lixo que trafegava na Avenida. O motorista do carro fazia corrida por aplicativo, enquanto o do caminhão se preparava para recolher o lixo na região.

O acidente, considerado inusitado, atraiu a atenção de muitos curiosos que acompanharam mais um brilhante trabalho de socorro feito pelos bombeiros da cidade. No entanto, as autoridades pedem à população que se evite aglomerações para evitar que se atrapalhe o serviço da guarnição e em respeito às regras de biossegurança contra a Covid-19.

Continuar lendo

ACRE

Mulher é autorizada pela Justiça a mudar de nome que a constrange, no interior do Acre

Publicado

em

Por

Notícias Acreanas

O Juízo da Vara Cível da Comarca de Feijó autorizou uma moradora do município a mudar o nome no registro de nascimento e documentos oficiais.

A decisão, do juiz de Direito Marcos Rafael, titular da unidade judiciária, considerou que restou demonstrado que o nome dado à autora lhe causava constrangimento e vergonha, havendo existência de ‘apelido público e notório’.

O magistrado titular da unidade judiciária, Marcos Rafael, registrou que, no Direito, a chamada “imutabilidade do prenome” (ou seja, não se pode mudar o primeiro nome) é a regra a ser seguida, que somente pode ser quebrada em hipótese de necessidade comprovada.

“Vale dizer, quando expõe o detentor do nome a constrangimento ou mesmo quando as peculiaridades do caso concreto assim impõem”, assinalou o juiz de Direito titular Vara Cível de Feijó.

Marcos Rafael destacou ainda, na sentença, o desejo manifestado pela autora em audiência, de modificar o primeiro nome, bem como a existência de ‘apelido público e notório’, restando, assim, demonstrada a hipótese prevista pelos legisladores, para deixar de aplicar a regra da imutabilidade.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas