Connect with us

POLÍCIA

Iapen e Polícia Civil celebram parceria para emitir RGs de detentos

Publicado

em

Com o objetivo de garantir cidadania à população privada de liberdade, uma parceria entre o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e a Polícia Civil do Acre tem garantido a emissão de Registros Gerais (RG) dos penados do Complexo Penitenciário de Rio Branco.

São atendidos 30 detentos por semana Foto: Elenilson Oliveira

Iniciada na última quarta-feira, 7, a ação passará a ser rotineira, com dois dias por semana, em que os profissionais do Instituto de Identificação Raimundo Hermínio de Melo farão a identificação e emissão de RG – primeira e segunda via. Por dia, são realizados 15 atendimentos, o que garante o acesso ao documento de 30 presos por semana.

O presidente do Iapen, Arlenilson Cunha, destaca que a identificação dos apenados é fundamental para o Sistema Penitenciário garantindo ao detento maior dignidade. “Essa parceria é importante porque quando nós integramos, nos tornamos mais efetivos. O fato de  não termos que deslocar o apenado até a cede da Polícia Técnica reduz os custos, o risco e o serviço é disponibilizado de forma eficaz, econômica para que possamos garantir aquilo que está previsto na legislação penal”, diz.

Parceria garante economia, segurança e cidadania Foto: Sandro de Brito

Já o delegado-geral de Polícia Civil, Josemar Portes, afirma que o trabalho é do interesse de todos, sociedade, detento, e também da Polícia. “A identificação civil, seja de indivíduos reeducandos ou não, pressupõe cidadania. E isso além da identificação propriamente dita, que interessa a todo o Sistema de Justiça Criminal. Nós nos certificarmos de uma forma científica que realmente aquela pessoa é quem diz ser”, frisou.

Para a diretora do Instituto de Identificação, Roselayne Sobreira, com o projeto, a instituição poderá manter os dados dos detentos atualizados. Ela também explica que este é um projeto piloto e que após o atendimento da população carcerária de Rio Branco, o interior também será alcançado. “É tudo novo, então a nossa intenção é ver como que vai acontecer para fazer essa agenda a cada 15 dias. Vamos fazer toda a capital e depois passaremos para o interior”, destaca.

Garantia de direitos

O Registro Geral, também conhecido como carteira de identidade, é um documento necessário para o acesso a vários direitos e programas de assistência social. Ele é considerado o documento mais importante do brasileiro. A partir dele, outros documentos podem ser tirados.

Com o documento, os presos pode ter acesso a educação, trabalho e outros benefícios sociais disponibilizados dentro dos presídios Foto: Elenilson Oliveira

Preso há dois anos e três meses, Alexandre Silva dos Santos, tem 24 anos e teve a oportunidade de tirar o RG no Complexo Penitenciário. “É bastante importante fazer aqui dentro do presídio. Estamos privados da nossa liberdade e isso está beneficiando muitos presos. Estamos tirando o nosso documento novamente e poderemos mostrar para a sociedade que nós somos pessoas”, disse.

A chefe da Divisão de Assistência Social e Atenção à Família do Iapen, Cláudia Costa, ressaltou que todo cidadão tem direito a ter um documento de identificação que seja reconhecido em todo o território nacional. “Para nós é um grande passo iniciarmos esse processo. Esses presos, quando vierem a adquirir esse documento, vão ter acesso a outras ações sociais, a outros direitos que só podem ser acessado mediante apresentação do documento de identificação”, afirmou.

Foto: Elenilson Oliveira
Foto: Elenilson Oliveira

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍCIA

Polícia Civil recupera veículo roubado que estava em região rural da Bolívia

Publicado

em

Por

Ascom/PCAC

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Geral de Epitaciolândia recuperou um veículo, produto de roubo, em solo Boliviano. O veículo havia sido tomado de assalto na noite do dia 28 de julho por dois homens armados. A vítima ficou em cárcere privado enquanto os bandidos atravessavam o carro para o lado Boliviano.

A ação policial de recuperação veicular contou com a parceria da Policia Boliviana, que durante abordagem ao veículo foi recebida com disparos de arma de fogo pelos bandidos. A abordagem veicular foi realizada na carretera que dá acesso a uma localidade denominada Santa Luzia.

Após troca de tiros com a Polícia Boliviana, os bandidos abandonaram o veículo e fugiram por uma área de mata densa. A Polícia Boliviana informou o ocorrido à Delegacia de Epitaciolândia, que tomou as providências para restituição à proprietária.

Continuar lendo

POLÍCIA

Corpo de acreano é encontrado com pés e mãos amarrados no Rio Candeias em Rondônia

Publicado

em

Por

Por Marcelo Gomes / Foto: Júlio Malta

Foi identificado como Rafael Whislly Maia dos Santos, 39 anos, o homem encontrado boiando, na última quinta-feira (29), quase embaixo da ponte sobre o Rio Candeias, em Candeias do Jamari. As informações são de que o corpo não apresentava perfurações.

Segundo o que apurou a reportagem do AcreNews, o homem encontrado no Estado vizinho é natural do Acre e estava residindo em Candeias do Jamari há exatos 8 meses.

Segundo a Polícia, um mototaxista avistou, de cima da ponte, o corpo da vítima boiando na margem do rio. A Polícia Militar foi acionada e, após constatar que realmente se tratava de um cadáver humano, a Polícia Civil foi informada sobre a situação.

O corpo foi removido através de um barco, sendo colocado no saco e levado para o Instituto Médico Legal (IML). A vítima não portava documentos de identificação. As mãos e pés da vítima estavam amarrados para trás.

Continuar lendo

POLÍCIA

Polícia Civil identifica três estelionatárias e restitui dinheiro de idoso em Rio Branco

Publicado

em

Por

Ascom/PCAC

Na manhã desta segunda-feira, dia 02, a Polícia Civil, por meio da Delegacia 1ª Regional, recuperou a quantia de R$ 5.800,00 (cinco mil e oitocentos reais) que haviam sido desviados da conta bancária do idoso M. B. F., de 60 anos de idade.

Três estelionatárias, em concurso de agentes, tinham conseguido enganar a vítima e desviar todo o dinheiro que havia na conta bancária. A Delegacia da 1ª Regional de Rio Branco, após intenso trabalho investigativo, logrou êxito em identificar as três autoras e recuperar todo o dinheiro da vítima idosa.

Após a conclusão do inquérito policial, as três suspeitas serão indiciadas pelo crime de estelionato – Art. 171 do Código Penal Brasileiro (CPB).

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia