Connect with us

POLÍCIA

Iapen e Polícia Civil celebram parceria para emitir RGs de detentos

Avatar

Publicado

em

Com o objetivo de garantir cidadania à população privada de liberdade, uma parceria entre o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e a Polícia Civil do Acre tem garantido a emissão de Registros Gerais (RG) dos penados do Complexo Penitenciário de Rio Branco.

São atendidos 30 detentos por semana Foto: Elenilson Oliveira

Iniciada na última quarta-feira, 7, a ação passará a ser rotineira, com dois dias por semana, em que os profissionais do Instituto de Identificação Raimundo Hermínio de Melo farão a identificação e emissão de RG – primeira e segunda via. Por dia, são realizados 15 atendimentos, o que garante o acesso ao documento de 30 presos por semana.

O presidente do Iapen, Arlenilson Cunha, destaca que a identificação dos apenados é fundamental para o Sistema Penitenciário garantindo ao detento maior dignidade. “Essa parceria é importante porque quando nós integramos, nos tornamos mais efetivos. O fato de  não termos que deslocar o apenado até a cede da Polícia Técnica reduz os custos, o risco e o serviço é disponibilizado de forma eficaz, econômica para que possamos garantir aquilo que está previsto na legislação penal”, diz.

Parceria garante economia, segurança e cidadania Foto: Sandro de Brito

Já o delegado-geral de Polícia Civil, Josemar Portes, afirma que o trabalho é do interesse de todos, sociedade, detento, e também da Polícia. “A identificação civil, seja de indivíduos reeducandos ou não, pressupõe cidadania. E isso além da identificação propriamente dita, que interessa a todo o Sistema de Justiça Criminal. Nós nos certificarmos de uma forma científica que realmente aquela pessoa é quem diz ser”, frisou.

Para a diretora do Instituto de Identificação, Roselayne Sobreira, com o projeto, a instituição poderá manter os dados dos detentos atualizados. Ela também explica que este é um projeto piloto e que após o atendimento da população carcerária de Rio Branco, o interior também será alcançado. “É tudo novo, então a nossa intenção é ver como que vai acontecer para fazer essa agenda a cada 15 dias. Vamos fazer toda a capital e depois passaremos para o interior”, destaca.

Garantia de direitos

O Registro Geral, também conhecido como carteira de identidade, é um documento necessário para o acesso a vários direitos e programas de assistência social. Ele é considerado o documento mais importante do brasileiro. A partir dele, outros documentos podem ser tirados.

Com o documento, os presos pode ter acesso a educação, trabalho e outros benefícios sociais disponibilizados dentro dos presídios Foto: Elenilson Oliveira

Preso há dois anos e três meses, Alexandre Silva dos Santos, tem 24 anos e teve a oportunidade de tirar o RG no Complexo Penitenciário. “É bastante importante fazer aqui dentro do presídio. Estamos privados da nossa liberdade e isso está beneficiando muitos presos. Estamos tirando o nosso documento novamente e poderemos mostrar para a sociedade que nós somos pessoas”, disse.

A chefe da Divisão de Assistência Social e Atenção à Família do Iapen, Cláudia Costa, ressaltou que todo cidadão tem direito a ter um documento de identificação que seja reconhecido em todo o território nacional. “Para nós é um grande passo iniciarmos esse processo. Esses presos, quando vierem a adquirir esse documento, vão ter acesso a outras ações sociais, a outros direitos que só podem ser acessado mediante apresentação do documento de identificação”, afirmou.

Foto: Elenilson Oliveira
Foto: Elenilson Oliveira

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍCIA

Policia Federal prende foragido internacional localizado no Acre

Avatar

Publicado

em

Por

Na tarde dessa terça-feira, 11/05, policiais federais prenderam um cidadão peruano de 62 anos, que se encontrava na lista da Difusão Vermelha da Interpol, na cidade de Rio Branco/AC.

Segundo as autoridades peruanas, em 04 de novembro/2011, em Puccallpa/Peru, o então Procurador Anti-Corrupção teria solicitado pagamento de propina a uma investigada com a finalidade de, omitindo suas funções como Procurador Anti-Corrupção, deixar de promover investigações contra ela.

O fugitivo procurado foi condenado pela justiça peruana em 2018 pelo crime de corrupção passiva própria.

Desde então estava foragido no Brasil, tendo sido um de seus paradeiros o estado de Goiás.

O Pedido de Prisão Preventiva para fins de Extradição foi formulado pelo Escritório Central Nacional da Interpol em Brasília/DF com base nas informações da Difusão Vermelha incluídas pelas autoridades peruanas.

A localização e prisão do estrangeiro foi realizada pelos policiais federais lotados no Setor de Inteligência da Polícia Federal no Acre. Ele foi localizado exercendo atividade comercial em um dos bairros da capital.

O Mandado de Prisão Preventiva para fins de Extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal, foi devidamente cumprido e, após as formalidades de praxe, o extraditando será encaminhado ao sistema prisional acreano até a saída compulsória definitiva para o Peru.

Continuar lendo

POLÍCIA

Câmara Criminal mantém condenação de criminosos que fizeram arrastão na Estrada Transacreana

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução

Consta no processo que o grupo, que se passava por policiais, invadiu várias propriedades rurais na região e pelo menos 13 colonos foram vítimas de assaltos, enquanto Agcélio Miliciano da Silva acabou assassinado, caracterizando o latrocínio – roubo seguido de morte.

José Kennedy Furtado dos Santos foi sentenciado a 46 anos 5 meses e 15 dias de prisão, Dênio Davyd Vieira Gomes a 55 anos e Felipe Souza e Alan Rocha Gomes a 60 anos e 8 meses, mas as defesas dos réus recorreram das sentenças proferidas pela 2ª Vara Criminal.

O advogado de José Kennedy pediu a absolvição e a desclassificação dos quatro roubos qualificados para simples, já o representante de Felipe Souza, Alan Rocha e Dênio Dayvid, alegou cerceamento de defesa no reconhecimento de uma pessoa e também pediu a absolvição.

O recurso foi analisado pela Câmara Criminal de Justiça e, por unanimidade, os três desembargadores negaram o provimento aos apelos. Com a decisão, a pena de 223 anos e 1 mês foi mantida na integra.

Continuar lendo

POLÍCIA

Polícia Civil finaliza investigação com prisão de homicida em Sena Madureira

Avatar

Publicado

em

Por

Por Ascom/Polícia Civil do Acre

Nas primeiras horas da tarde desta terça-feira, dia 11 de maio de 2021, a Polícia Civil em Sena Madureira, município distante 144km da capital, prendeu o acusado de Homicídio Qualificado F. K. S. de S., 23 anos pela participação na morte de Gabriel Lopes de Oliveira, 16 anos na cidade de Sena Madureira.

O acusado foi identificado no contexto do crime e foi pleiteada a medida cautelar de Prisão Preventiva, deferida pelo juízo da comarca de Sena Madureira-AC. Pelo mesmo crime já cumprem pena na Penitenciária Evaristo de Morais mais 3 (três) acusados.

F. K. S. de S. é apontado como a pessoa quem forneceu auxílio material ao crime e ainda a pessoa que deu escapatória aos demais acusados após o cometimento do crime. Este mesmo acusado já cumpria pena na Penitenciária Evaristo de Moraes pelo crime de Organização Criminosa e permanece preso.

A Polícia Civil reafirma o compromisso com a sociedade e desempenha sua função institucional no combate ao crime, em especial pelo momento agravado pela pandemia da COVID-19.

Relembre o caso

No dia 27.04.2021 a Polícia Civil do Estado do Acre, sucursal de Sena Madureira, capitaneada pelo Delegado de Polícia Civil Marcos Frank, efetuou a prisão de R. dos S. A. pelo crime de Homicídio Qualificado por motivo Fútil, Torpe e Recurso que Dificultou a Defesa da Vítima e ainda Organização Criminosa (Art. 121, §2º, Inciso I, II e IV do CP e Art. 2º da Lei 12.820/13).

Na oportunidade a vítima do crime de homicídio Gabriel Lopes de Oliveira, 16 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo na cabeça e diversas outras partes do corpo no dia 2 de Abril de 2021 na Rua Siqueira Campos, Bairro Neném das Neves, Sena Madureira-AC.

Ficou comprovado que aproximadamente 6 (seis) pessoas emboscaram e causaram a morte da vítima, após isso, ainda efetuaram disparos na porta de uma residência para onde outras 4(quatro) pessoas buscaram abrigo e permaneciam trancadas, dentre elas uma criança de apenas 1(um) ano de idade.

No dia do ocorrido foram presos em flagrante de delito, R. dos S. A. (25 anos) e R. dos S. A. (22 anos) e com as investigações se identificou o outro acusado, de imediato se representou pela Prisão Preventiva do acusado e foi deferida pelo Juízo da Comarca de Sena Madureira.

Seguindo com os procedimentos, esclarecemos que outras pessoas já foram identificadas e vão ser tomadas as medidas para a completa elucidação dos fatos.

No que diz respeito à motivação do crime, se deu em virtude da rivalidade entre Organizações Criminosas e tomada de território e desta forma monopolizar a venda e o comércio de drogas na região.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas