Connect with us

POLÍCIA

Mulher presa no aeroporto com cocaína é condenada pela Justiça

Publicado

em

Por TJAC

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco condenou Jerliane da Silva Ribeiro pela prática de tráfico privilegiado, crime ao qual é aplicável uma diminuição especial de pena, a qual só é concedida, no entanto, a réus primários, de bons antecedentes, que não pratiquem crimes de forma habitual, nem integrem organizações criminosas.

A sentença, do juiz de Direito Danniel Bomfim, publicada na edição n° 6.842 do Diário da Justiça eletrônico (DJe, pág. 24), desta segunda-feira, 31, considerou que a acusada preenche todas as condições para que lhe seja concedido o benefício previsto na Lei Antidrogas.

Entenda o caso

A Jerliane foi presa por agentes da Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de Rio Branco, momentos antes de embarcar com cocaína rumo à Capital de outro estado. Ela confessou o delito de tráfico e informou que serviria como ‘mula’, devendo receber, em troca, R$ 2 mil.

A acusada alegou ainda que tem um filho de cinco anos e a mãe, que dependem dela financeiramente, e que aceitou a proposta feita por um desconhecido para transportar uma encomenda, por desespero.

Sentença

O juiz de Direito Danniel Bomfim, ao julgar o caso, considerou suficientemente comprovadas a materialidade (existência de provas materiais) e a autoria do crime de tráfico privilegiado.

Considerando a primariedade, bons antecedentes, bem como a falta de elementos que comprovem que a ré retire seu sustento do crime, o magistrado reduziu a pena final pela metade e condenou a acusada a 2 anos de prisão, em regime aberto.

A pena privativa de liberdade foi, por fim, convertida na prestação de serviços comunitários, por igual período, em entidade ainda a ser indicada pela Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas da Comarca de Rio Branco.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍCIA

Em Manoel Urbano, PM recupera moto que havia sido subtraída após golpe em Sena Madureira

Publicado

em

Por

Ascom/PMAC

A Polícia Militar do Acre recuperou neste sábado, 19, por volta das 10h00, em uma atuação exitosa do 2° Pelotão de Destacamento da Cidade de Manoel Urbano, uma motocicleta que havia sido subtraída, após a vítima ter sido enganada por estelionatário, que conseguiu convencê-la a entregar o automóvel e o documento para um “teste drive”.

O fato ocorreu no Bairro Cristo Libertador na cidade de Sena Madureira, no sábado (12) de junho de 2021. Após isso, o estelionatário sumiu com o veículo e bloqueou a vítima do WhatsApp sem realizar o pagamento do contrato de compra e venda. Após o golpe, a vítima acionou a Polícia Militar de Sena Madureira que realizou patrulhamento, mas não conseguiu recuperar a motocicleta e prender o infrator.

Posteriormente, o estelionatário “vendeu” o veículo para um nacional da cidade de Manoel Urbano, que também foi possivelmente enganado e depositou o valor de 4.500 reais para “adquirir” o veículo.

Por esses fatos, a Polícia Militar de Manoel Urbano em patrulhamento apreendeu o veículo, pois constava restrição roubo/furto, bem como, no intuito de ser realizado investigação objetivando restituir ao legítimo dono e esclarecimento do crime.

Continuar lendo

POLÍCIA

Mulher é detida pela PRF com 33 pacotes de cloridrato de cocaína na BR-364

Publicado

em

Por

Fotos: Equipe PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, por volta das 12 horas desta sexta-feira (18), cerca de 368 gramas de cloridrato de cocaína. O flagrante foi realizado em uma caminhonete que tinha como destino o município de Boca do Acre, no estado do Amazonas. O veículo foi abordado no km 110 da BR-364.

Os policiais encontraram 33 invólucros contendo uma substância de cor branca, confirmada ser cocaína após teste preliminar. A droga estava escondida dentro de uma mochila de uma passageira, que admitiu ser a proprietária do entorpecente.

Questionada pela equipe da PRF, ela informou que adquiriu a substância ilícita no município de Rio Branco/AC e que revenderia no município de Boca do Acre/AM.

A mulher foi detida pelo crime de tráfico de drogas e foi encaminhada à Delegacia de Flagrante em Rio Branco, junto com os demais ocupantes do veículo na condição de testemunhas.

                                                                                                                                                                                                                        Fotos: Equipe PRF

Continuar lendo

POLÍCIA

Plácido de Castro: Polícia Civil prende três por roubo de caminhonetes na região de fronteira

Publicado

em

Por

Ascom/PCAC

Em mais um desdobramento da operação “Carretera Cerrada”, a Delegacia Geral de Plácido, com apoio de Policiais do Departamento de Polícia da Capital e do Interior (DPCI), promoveu uma ação contra mais um grupo criminoso especializado na subtração de caminhonetes e prendeu, ao final da tarde desta sexta-feira, 18, três pessoas investigadas por roubo de caminhonetes na região de fronteira.

Ao todo foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e foram presos três autores – F. S. O., de 20 anos de idade, A. N. P. S., de 19 anos de idade, e E. P. S., de 21 anos de idade. Os indivíduos são investigados pela invasão a uma residência em março de 2021.

De acordo com a investigação, os bandidos estavam encapuzados e com de armas de fogo em punho. Os autores – munidos de 01 (uma) arma de fogo tipo espingarda e de armas brancas (facas) -, anunciaram o assalto, renderam os moradores e os amarraram no quarto de hóspede.

Após conterem as vítimas, os assaltantes exigiram a chave da caminhonete e passaram a revirar a casa procurando objetos de valor, momento em encontraram o revólver do dono da casa sobre a cabeceira da cama e uma espingarda, que foi também subtraída. A intenção inicial era subtrair a caminhonete das vítimas, mas sem conseguir levar a caminhonete, os bandidos saíram da casa levando as armas, relógios e celulares das vítimas.

Presos, os investigados foram levados à Delegacia Geral de Plácido de Castro, onde foram indiciados pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, cárcere privado e roubo majorado. Após procedimento praxe, os investigados foram colocados à disposição da Justiça.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas