Connect with us

POLÍCIA

Polícia Federal faz operação em aldeia indígena para prender traficante e corruptor de menores

Avatar

Publicado

em

Na data de 29/04/2021, a Polícia Federal deflagrou a operação CAMICUÃ, com o objetivo de desarticular uma associação criminosa voltada ao tráfico de drogas e corrupção de menores com atuação na aldeia indígena Camicuã, localizada em Boca do Acre – AM (distante 222km de Rio Branco-AC).

A ação conta com cerca de 30 policiais federais, que cumprem 04 ordens judiciais de busca e apreensão domiciliar e 01 mandado de prisão preventiva contra o principal investigado.

As investigações tiveram início em 2020 após a Polícia Federal receber informações de que um grupo criminoso havia se instalado na aldeia indígena Camicuã, subjugado moradores locais por intermédio de ameaças exercidas com uso de armas de fogo, além da corrupção de menores indígenas para a prática do tráfico de drogas.

Foto: Reprodução

A operação contou com o apoio da Marinha do Brasil, FUNAI e ICMBio.

A Polícia Federal reforça que a atual pandemia não afetou as investigações e ações da instituição nos crimes de sua atribuição, mas que esta diligência policial foi cumprida em total observância às orientações da ANVISA, sobretudo o uso de equipamentos de proteção individual para resguardar a saúde dos policiais e dos investigados.

A investigação conduzida pela Polícia Federal no Acre foi chamada de “CAMICUÔ, em alusão à terra indígena onde foi realizada a operação.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍCIA

Policia Federal prende foragido internacional localizado no Acre

Avatar

Publicado

em

Por

Na tarde dessa terça-feira, 11/05, policiais federais prenderam um cidadão peruano de 62 anos, que se encontrava na lista da Difusão Vermelha da Interpol, na cidade de Rio Branco/AC.

Segundo as autoridades peruanas, em 04 de novembro/2011, em Puccallpa/Peru, o então Procurador Anti-Corrupção teria solicitado pagamento de propina a uma investigada com a finalidade de, omitindo suas funções como Procurador Anti-Corrupção, deixar de promover investigações contra ela.

O fugitivo procurado foi condenado pela justiça peruana em 2018 pelo crime de corrupção passiva própria.

Desde então estava foragido no Brasil, tendo sido um de seus paradeiros o estado de Goiás.

O Pedido de Prisão Preventiva para fins de Extradição foi formulado pelo Escritório Central Nacional da Interpol em Brasília/DF com base nas informações da Difusão Vermelha incluídas pelas autoridades peruanas.

A localização e prisão do estrangeiro foi realizada pelos policiais federais lotados no Setor de Inteligência da Polícia Federal no Acre. Ele foi localizado exercendo atividade comercial em um dos bairros da capital.

O Mandado de Prisão Preventiva para fins de Extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal, foi devidamente cumprido e, após as formalidades de praxe, o extraditando será encaminhado ao sistema prisional acreano até a saída compulsória definitiva para o Peru.

Continuar lendo

POLÍCIA

Câmara Criminal mantém condenação de criminosos que fizeram arrastão na Estrada Transacreana

Avatar

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução

Consta no processo que o grupo, que se passava por policiais, invadiu várias propriedades rurais na região e pelo menos 13 colonos foram vítimas de assaltos, enquanto Agcélio Miliciano da Silva acabou assassinado, caracterizando o latrocínio – roubo seguido de morte.

José Kennedy Furtado dos Santos foi sentenciado a 46 anos 5 meses e 15 dias de prisão, Dênio Davyd Vieira Gomes a 55 anos e Felipe Souza e Alan Rocha Gomes a 60 anos e 8 meses, mas as defesas dos réus recorreram das sentenças proferidas pela 2ª Vara Criminal.

O advogado de José Kennedy pediu a absolvição e a desclassificação dos quatro roubos qualificados para simples, já o representante de Felipe Souza, Alan Rocha e Dênio Dayvid, alegou cerceamento de defesa no reconhecimento de uma pessoa e também pediu a absolvição.

O recurso foi analisado pela Câmara Criminal de Justiça e, por unanimidade, os três desembargadores negaram o provimento aos apelos. Com a decisão, a pena de 223 anos e 1 mês foi mantida na integra.

Continuar lendo

POLÍCIA

Polícia Civil finaliza investigação com prisão de homicida em Sena Madureira

Avatar

Publicado

em

Por

Por Ascom/Polícia Civil do Acre

Nas primeiras horas da tarde desta terça-feira, dia 11 de maio de 2021, a Polícia Civil em Sena Madureira, município distante 144km da capital, prendeu o acusado de Homicídio Qualificado F. K. S. de S., 23 anos pela participação na morte de Gabriel Lopes de Oliveira, 16 anos na cidade de Sena Madureira.

O acusado foi identificado no contexto do crime e foi pleiteada a medida cautelar de Prisão Preventiva, deferida pelo juízo da comarca de Sena Madureira-AC. Pelo mesmo crime já cumprem pena na Penitenciária Evaristo de Morais mais 3 (três) acusados.

F. K. S. de S. é apontado como a pessoa quem forneceu auxílio material ao crime e ainda a pessoa que deu escapatória aos demais acusados após o cometimento do crime. Este mesmo acusado já cumpria pena na Penitenciária Evaristo de Moraes pelo crime de Organização Criminosa e permanece preso.

A Polícia Civil reafirma o compromisso com a sociedade e desempenha sua função institucional no combate ao crime, em especial pelo momento agravado pela pandemia da COVID-19.

Relembre o caso

No dia 27.04.2021 a Polícia Civil do Estado do Acre, sucursal de Sena Madureira, capitaneada pelo Delegado de Polícia Civil Marcos Frank, efetuou a prisão de R. dos S. A. pelo crime de Homicídio Qualificado por motivo Fútil, Torpe e Recurso que Dificultou a Defesa da Vítima e ainda Organização Criminosa (Art. 121, §2º, Inciso I, II e IV do CP e Art. 2º da Lei 12.820/13).

Na oportunidade a vítima do crime de homicídio Gabriel Lopes de Oliveira, 16 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo na cabeça e diversas outras partes do corpo no dia 2 de Abril de 2021 na Rua Siqueira Campos, Bairro Neném das Neves, Sena Madureira-AC.

Ficou comprovado que aproximadamente 6 (seis) pessoas emboscaram e causaram a morte da vítima, após isso, ainda efetuaram disparos na porta de uma residência para onde outras 4(quatro) pessoas buscaram abrigo e permaneciam trancadas, dentre elas uma criança de apenas 1(um) ano de idade.

No dia do ocorrido foram presos em flagrante de delito, R. dos S. A. (25 anos) e R. dos S. A. (22 anos) e com as investigações se identificou o outro acusado, de imediato se representou pela Prisão Preventiva do acusado e foi deferida pelo Juízo da Comarca de Sena Madureira.

Seguindo com os procedimentos, esclarecemos que outras pessoas já foram identificadas e vão ser tomadas as medidas para a completa elucidação dos fatos.

No que diz respeito à motivação do crime, se deu em virtude da rivalidade entre Organizações Criminosas e tomada de território e desta forma monopolizar a venda e o comércio de drogas na região.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas