Connect with us

POLÍTICA

Em reunião com Gladson e secretários Márcio Bittar se compromete liberar recursos do orçamento da União

Publicado

em

O relator do orçamento da União para 2021, senador Marcio Bittar, disse, durante encontro com o governador Gladson Cameli, que o Acre pode receber, até dezembro, cerca de R$ 1 bilhão do valor total do orçamento nacional.

Senador Marcio Bittar disse que o Acre pode receber até dezembro cerca de R$ 1 bilhão do valor total do orçamento nacional. Foto: Diego Gurgel

O senador foi recebido na Casa Civil pelo governador Gladson Cameli na tarde desta quinta feira, 29, em Rio Branco, para uma conversa seguida de uma coletiva de imprensa, com a participação dos secretários de Estado Alysson Bestene (Saúde), Rutembergue Crispim (Secom), Flávio Silva (Casa Civil), Moisés Diniz (Assuntos Estratégicos), Luiz Felipe Aragão (Sedur), o chefe de gabinete do senador, Felipe Spinoza, e o deputado estadual José Bestene.

Senador foi recebido na Casa Civil pelo governador Gladson Cameli nesta quinta feira para uma conversa seguida de uma coletiva de imprensa com a participação dos secretários de Estado e do deputado José Bestene. Foto: Diego Gurgel

Bittar fez questão de, pessoalmente, dar a boa notícia ao chefe do Executivo e garantir que Acre será contemplado com os recursos financeiros que ficaram sob a responsabilidade do relator. No orçamento para este ano, ficaram R$ 18,5 bilhões que só podem ser liberados com a anuência do senador.

“A execução desse montante durante todos os meses até o final deste ano depende da minha anuência, então é claro que as demandas do Acre estarão como prioridade. Quando é que o Acre vai conseguir deste dinheiro? Vai depender muito da nossa capacidade técnica junto com a equipe do governo, a equipe do meu gabinete de conseguir o mais rápido possível fazer os projetos e apresentar em Brasília”, destacou.

O senador disse ainda que fica feliz de trazer uma notícia como essa ao Acre. “Eu espero que ao lado desse orçamento, o Acre, com apoio do presidente Bolsonaro, consiga avançar com muitas obras, aquecendo a economia. No orçamento, a atividade parlamentar vai suavizar muito a ausência de atividade econômica própria”, disse Bittar.

Governador Gladson comemorou a garantia dos recursos financeiros para o Acre e afirmou que o Estado não pode perder tempo. Foto: Diego Gurgel

O governador Gladson comemorou a garantia dos recursos financeiros para o Acre e afirmou que o Estado não pode perder tempo. Para ele, a equipe precisa elaborar e apresentar os projetos no menor espaço de tempo para garantir a execução dos projetos, gerar emprego e aquecer a economia. Gladson agradeceu ao senador pelo esforço em assegurar que o Acre seja contemplado.

“Como governador, eu lhe digo muito obrigado. Temos muito o que fazer e pouco tempo para tirar do papel. A equipe tem que executar as prioridades e achar os meios para que  a gente possa colocar todos esses investimentos na prática. Iniciamos as obras que a gente vem falando, que a bancada federal tem ajudado, isso vai aumentar o número de empregos. Vamos lançar em breve, em parceria com a Federação da Indústrias, um pacote de obras pequenas, para atender o microempresário, tendo um efeito imediato na geração de emprego e renda”, disse.

Dentro do pacotes de grandes obras estruturantes já contempladas com recursos para este ano, o senador citou a recuperação do Igarapé São Francisco, um projeto orçado em R$ 200 milhões, a recuperação das rodovias federais e estaduais e R$ 100 milhões para o fortalecimento da agricultura nas 22 cidades do Acre.

Estrada para Pucalpa

O senador Márcio Bittar aproveitou a ocasião para prestar esclarecimentos sobre a proposta de abertura da estrada binacional que vai ligar Cruzeiro do Sul a Pucalpa, no Peru, passando pelo Parque Nacional da Serra do Divisor. Bittar disse que estão criticando, sem base técnica, um projeto que está previsto dentro do plano inicial de criação do Parque. O senador lembrou que por enquanto existe apenas o pré-projeto, e que todos as etapas serão cumpridas até que o licenciamento ambiental seja aprovado.

Bittar aproveitou a ocasião para prestar esclarecimentos sobre a proposta de abertura da estrada binacional que vai ligar Cruzeiro do Sul a Pucalpa, no Peru. Foto: Diego Gurgel

“Ninguém está preparando projeto para acabar com a Serra do Divisor. São apenas dez quilômetros dentro do parque. O meu desejo é que, ao lado do trabalho que o Gladson vem fazendo e o presidente Bolsonaro apoiando, a gente consiga destravar a economia do Acre”, concluiu.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Ato contra Bolsonaro é fraco, mesmo com apoio financeiro de parlamentares de esquerda

Publicado

em

Por

O ato contra o presidente Jair Bolsonaro, realizado na tarde deste sábado (19), no centro de Rio Branco, reuniu centenas de militantes com cartazes e faixas.

O grupo composto por estudantes, sindicalistas e lideranças partidárias, com os deputados Edvaldo Magalhães e Perpétua Almeida (ambos do PCdoB), pediam vacinação em massa contra o coronavírus e o impeachment do atual presidente da República.

O ato também ocorreu em outros Estados e capitais brasileiras.A pé, os manifestantes caminharam por várias ruas do centro da cidade e foram protestar em frente ao Palácio Rio Branco.

Com informações Contilnet.

Continuar lendo

POLÍTICA

Prefeito de Rio Branco se reúne com Sinteac para discutir melhorias para os servidores da Educação

Publicado

em

Por

Dircom

O prefeito Tião Bocalom recebeu na manhã desta sexta-feira, 18, a professora Rosana Nascimento, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Acre (Sinteac). Em pauta, a aproximação entre o sindicato e a Prefeitura de Rio Branco para buscar melhorias para os professores e demais servidores da Educação.

Na ocasião, o prefeito ouviu as demandas do sindicato e autorizou a criação de uma comissão de trabalho para promover o mais breve possível a retificação dos salários de auxiliares de creches que se encontram defasados. Tião Bocalom ressaltou que o momento exige medidas sensatas para acolher as solicitações da categoria.

“A gente precisa trazer todo mundo para a discussão. Por exemplo, os computadores com internet, no início da semana já havíamos tratado com a secretária Nabiha Bestene. Por meio da PGM, mediante parecer, vamos fazer uma adequação no salário dos auxiliares de creche, se possível, ainda este ano. Precisamos montar uma equipe para discutir a tabela de valorização salarial, respeitando os limites previstos em lei”, disse o prefeito.

Bocalom falou da importância da comunicação transparente entre as instituições. Convidou a categoria para acompanhar o lançamento da primeira escola rural centralizada, que ocorrerá no dia 26 de junho, na comunidade Oriente, região da Transacreana, divisa com o município de Sena Madureira.

Rosana considerou a reunião proveitosa. “Sentimos o comprometimento do prefeito Bocalom com as propostas que apresentamos. Tratamos pontos importantíssimos como a revisão da nossa tabela. Temos a expectativa de que ele possa cumprir tudo aquilo que a lei assegura para os professores. A aquisição de computadores com internet é imprescindível para a modalidade de ensino on-line decorrente da pandemia”, ponderou.

Continuar lendo

POLÍTICA

Porto Velho: Prefeito tucano ‘bica’ decreto de Governador que libera eventos com até 999 pessoas

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

O clima esquentou em Porto Velho, capital do estado vizinho Rondônia, após o governador Marcos Rocha (Sem Partido) ter publicado, ontem (17), um decreto que permite a liberação de eventos com até 999 pessoas nos municípios. O prefeito, Hildon Chaves (PSDB), reclamou da medida e classificou como “bizarra” tendo em vista as dificuldades no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Chaves que tem negócios no Acre e está no segundo mandato de prefeito, fez a manifestação pública nas redes sociais. “Entendo que é no mínimo bizarra a liberação de festas particulares pra 1000 pessoas. Amanhã devo editar decreto municipal, proibindo tal bizarrice. O momento é de muita apreensão”, escreveu.

Hildon completou, na mesma pegada, acrescentou “não podemos compactuar com ações como essas, que colocam a vida de muitas pessoas em risco”.

Só em Porto Velho, de acordo com o último Boletim Epidemiológico, foram totalizados 80.967 casos positivos de Covid-19 com 2.418 mortes.  Nas últimas 24 horas, nove pessoas morreram em consequência da doença, 67 novos casos foram contabilizados.

“Ainda não vacinamos nem metade da nossa população. O vírus ainda está entre nós e continua letal. Medidas serão tomadas para que esse decreto não tenha graves consequências em nossa população! Vamos continuar respeitando as medidas de saúde, para a segurança de toda a população”, escreveu.

Além do prefeito, o Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) também discordou do ato governamental. O governador Rocha ainda não fez manifestação sobre os ‘descontentes’.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas