Connect with us

POLÍTICA

Governo federal aprova Zoneamento Agrícola de Risco Climático para a cultura de soja no Acre

Publicado

em

Por Agência AC/Foto: Reprodução

Para estimular a cultura de soja no estado, o governo federal aprovou por meio da Secretaria de Política Agrícola, a aplicação do Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc). O método é desenvolvido pela  Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e parceiros, por intermédio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Plantação de soja no Acre. Foto: Josenir Melo

A portaria nº 117 de 11 de maio de 2021, que autoriza a implantação do Zarc no estado do Acre, foi publicada na quarta-feira, 12, no Diário Oficial da União, com indicação para o ano-safra 2021/2022.

Implantado no Brasil oficialmente em 1996, o Zarc proporciona a indicação de datas ou períodos de plantio/semeadura por cultura, evitando que críticas mudanças climáticas prejudiquem as fases mais sensíveis das culturas, minimizando as perdas agrícolas.

“Essa tecnologia é uma ferramenta crucial para o apoio à tomada de decisão para o planejamento e a execução de atividades agrícolas, para garantir políticas públicas e a segurança da agricultura no estado”, destacou o secretário de Estado de Produção e Agronegócio, Nenê Junqueira.

Para o secretário, a aprovação do Zarc no estado vai melhorar a qualidade e a disponibilidade de dados e informações sobre riscos agroclimáticos no Brasil, com ênfase no apoio à formulação e ao aperfeiçoamento.

“O estudo permite a cada município identificar a melhor época de plantio das culturas, nos diferentes tipos de solo e ciclos de cultivares. Dará uma maior segurança aos produtores rurais e agentes financeiros”, ressaltou o gestor da Secretaria de Produção e Agronegócio.

De acordo com a nota técnica, os elementos climáticos que mais influenciam na produção da soja são as chuvas, temperatura do ar e a duração do dia em relação à noite em um tempo de 24 horas. A indicação das áreas de cultivo de soja para o estado do Acre, deverão obedecer aos critérios do Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE), conforme a Lei Estadual nº 1.904/2006, que define as áreas de usos consolidados como prioritárias para a agropecuária.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Porto Velho: Prefeito tucano ‘bica’ decreto de Governador que libera eventos com até 999 pessoas

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

O clima esquentou em Porto Velho, capital do estado vizinho Rondônia, após o governador Marcos Rocha (Sem Partido) ter publicado, ontem (17), um decreto que permite a liberação de eventos com até 999 pessoas nos municípios. O prefeito, Hildon Chaves (PSDB), reclamou da medida e classificou como “bizarra” tendo em vista as dificuldades no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Chaves que tem negócios no Acre e está no segundo mandato de prefeito, fez a manifestação pública nas redes sociais. “Entendo que é no mínimo bizarra a liberação de festas particulares pra 1000 pessoas. Amanhã devo editar decreto municipal, proibindo tal bizarrice. O momento é de muita apreensão”, escreveu.

Hildon completou, na mesma pegada, acrescentou “não podemos compactuar com ações como essas, que colocam a vida de muitas pessoas em risco”.

Só em Porto Velho, de acordo com o último Boletim Epidemiológico, foram totalizados 80.967 casos positivos de Covid-19 com 2.418 mortes.  Nas últimas 24 horas, nove pessoas morreram em consequência da doença, 67 novos casos foram contabilizados.

“Ainda não vacinamos nem metade da nossa população. O vírus ainda está entre nós e continua letal. Medidas serão tomadas para que esse decreto não tenha graves consequências em nossa população! Vamos continuar respeitando as medidas de saúde, para a segurança de toda a população”, escreveu.

Além do prefeito, o Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) também discordou do ato governamental. O governador Rocha ainda não fez manifestação sobre os ‘descontentes’.

Continuar lendo

POLÍTICA

Petecão, Mailza e Bittar disseram “Sim” para a MP da Privatização da Eletrobras

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Foi aprovada ontem (17) durante sessão no Senado Federal, a Medida Provisória 1031/21 que abre caminhos para a privatização da Centrais Elétricas Brasileiras (Eletrobras). A MP passou com 42 votos favoráveis e 37 contrários. Todos os senadores do Acre foram com o relator da matéria, Senador Marcos Rogério (DEM-RO).

Foram cerca de nove horas de debates, no total, com a apresentação de três pareceres diferentes pelo relator. Com a aprovação da MP, o governo Bolsonaro afirma que a privatização da Eletrobras pode reduzir a conta de luz em até 7,36%. De certo, a projeção é que a União fique com cerca de 45% das ações da Eletrobras que é considerada a maior empresa de energia elétrica da América Latina.

A MP foi aprovada com dispositivos introduzidos pela Câmara dos Deputados que preveem que o governo federal patrocine, pelos próximos 15 anos, a contratação de usinas termelétricas a gás natural em regiões do interior do país onde hoje não existe esse fornecimento.

A peça segue para a Câmara dos Deputados. A nova votação está prevista para a próxima segunda (21), um dia antes de a MP perder a validade.

Continuar lendo

POLÍTICA

No Jordão, governo leva ajuda humanitária e entrega cartões do Auxílio do Bem

Publicado

em

Por

Agência AC / Foto: Diego Gurgel/Secom

“Esse dinheiro vai ajudar muito na compra de alimentos para minha família”, declarou a desempregada Maria Natalina de Souza Paiva ao receber do governador Gladson o cartão Auxílio do Bem, no município do Jordão. Nesta quinta-feira, 17, mais nove famílias foram contempladas com o maior programa de transferência de renda criado pelo governo do Estado.

Maria Natalina de Souza foi uma das contempladas com o cartão do Programa Auxílio do Bem Foto: Diego Gurgel/Secom

Arnaldo Souza da Silva foi outro beneficiado com o cartão. O jovem de 18 anos de idade possui o perfil exigido pelo Auxílio do Bem, entre eles, o de não ter sido contemplado com nenhum outro programa semelhante. Pelos próximos três meses, ele receberá R$ 450, divididos em três parcelas. “A nossa situação não está fácil por causa dessa pandemia e agradeço muito por essa ajuda, que estou recebendo do governo”, disse.

O governador Gladson Cameli lembrou que o programa é uma realidade e alcançará até 18 mil pessoas, nos 22 municípios acreanos. Segundo o gestor, na maior crise sanitária da humanidade, o Estado priorizou salvar vidas e, ao mesmo tempo, auxiliar financeiramente a população mais vulnerável.

Ações sociais do governo de Gladson Cameli tem ajudado milhares de famílias acreanas durante a pandemia Foto: Diego Gurgel/Secom

“Infelizmente, essa pandemia mexeu com a nossa economia e tirou muitos empregos. O Estado não pode fechar os olhos para milhares de pessoas afetadas por conta dessa doença. Pelo contrário, precisa estender a mão para quem mais precisa e é isso que temos feito”, pontuou.

Entrega de sacolões e outros itens de primeira necessidade

Outra importante ação do governador Gladson Cameli no município de difícil acesso foi a entrega de donativos para os moradores atingidos pela enchente do rio Tarauacá, uma das maiores já registradas no Jordão.

Governo levou ajuda humanitária para população do Jordão Foto: Diego Gurgel/Secom

Com recursos da Defesa Civil Nacional, o governo do Estado entregou para a prefeitura 770 cestas básicas, 770 kits de limpeza, 770 kits de higiene pessoal, 770 colchões, 332 kits dormitório, 162 kits infantil, 158 kits idoso e água mineral. Todo o processo de processo de compra e entrega foi coordenado pela Defesa Civil Estadual.

“A população do Jordão recebeu atenção especial durante essa grande enchente. Estamos entregando cestas básicas de 21 quilos e que, com certeza, chega em boa hora para essas famílias. Vale ressaltar o empenho do governo do Estado na parte logística. Como o município é isolado, utilizamos os meios aéreo e fluvial para trazer todo o material”, explicou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista.

O prefeito Naldo Ribeiro aproveitou a oportunidade para reconhecer o esforço do governo do Estado em prol do Jordão. “Gostaria de agradecer por toda atenção que o governador tem dado a população do nosso município e tenham a certeza que esses materiais serão distribuídos para quem realmente precisa”, ressaltou.

Naldo Ribeiro reconheceu esforço do governo em prol da população do município Foto: Diego Gurgel/Secom

Tereza Lima, uma das beneficiadas, comemorou a doação recebida. “Sofremos bastante por conta da alagação e esse sacolão vai ser muito bom para passar o mês com minha filha de um ano e meu esposo”, conta.

O deputado federal Jesus Sérgio, o presidente da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), Antônio Sérgio de Menezes, e a representante da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres (SEASDHM), Joelma Barbosa, e o presidente da Câmara de Vereadores, Eudes Mendes, também participaram do evento realizado na Escola Estadual Jairo de Figueiredo Melo.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas