Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Justiça do Acre nega pedido de ex-participante do Big Brother para retirada de vídeos do YouTube

Publicado

em

A 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco negou pedido formulado por um ex-participante do Big Brother Brasil (BBB) Vanderson Brito para retirar vídeos publicados no YouTube e receber indenização por danos morais.


A sentença, da juíza de Direito Thais Kalil, publicada no Diário da Justiça eletrônico (DJe) desta quinta-feira, 22, considerou que não há nos vídeos mais que a veiculação de fatos públicos, também não tendo restado comprovada qualquer ilicitude pratica pela empresa.
Entenda o caso


Vanderson Brito ajuizou ação contra Google do Brasil, requerendo a retirada de diversos vídeos no YouTube, por entender que esses constituem dano moral, além de difamação, injúria e calúnia contra sua pessoa.


Os vídeos, em geral, noticiam a saída do participante do BBB, em razão de inquérito que apurava supostas agressões físicas, sexuais e psicológicas cometidas pelo autor contra ex-namoradas e outras mulheres.


Conforme as alegações, um dos vídeos mostraria, inclusive, outro homem agredindo fisicamente uma mulher, levando a crer que seria o autor.
Pedidos negados


Ao autor, já havia sido negada a antecipação de tutela (efeitos pretendidos na ação judicial) de urgência, sob fundamento de que os pressupostos legais para concessão da medida não foram demonstrados.


Ao julgar o mérito do pedido, a juíza de Direito Thais Kalil considerou que não houve qualquer ilicitude por parte do Google do Brasil, a justificar os pleitos da parte autora. Isso porque a magistrada entendeu que nenhum dos vídeos contém notícias falsas a respeito do autor.
“Limitaram-se a noticiar o ocorrido, havendo registro em todos eles no sentido de que não havia certeza da culpa do autor e também foi elucidado que não era ele o homem que aparecia em vídeo agredindo uma mulher”, registrou a magistrada, ao negar a pretensão do autor.
A sentença, contra a qual ainda cabe recurso, também condena o autor ao pagamento das despesas processuais e honorários advocatícios.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Internado em estado crítico, artista plástico Antônio Cerezo ganha feijoada beneficente de amigos

Publicado

em

Por

O artista plástico, cartunista, e obreiro antigo da Igreja Católica na Estação Experimental, Antônio Cerezo, está internado no Into com complicações da Covid-19. O agravamento da doença nele tem relação com problemas no coração, segundo informações da família. Muito querido em Rio Branco, Cerezo vai ganhar um reforço financeiro dos amigos no dia 4 de julho, com una feijoada que será preparada na Paróquia Divino Espírito Santo.

Em função da pandemia ainda não estar controlada, os amigos do Cerezo vão fazer a feijoada, mas ao invés de comer juntos, na Paróquia da Estação Experimental, o prato será feito e levado para casa. Quem quiser ajudar, a guloseima estará pronta a partir das 11h e a marmita custará R$ 25,00 o quilo. A Viviane e a Erika são as responsáveis pelo serviço delivery. Elas estarão nos telefones 99951-4197 e 99995-1274.

Antônio Cerezo é um militante das artes no Acre desde os anos 1980. Nascido nos arredores da capital, veio jovem ainda para a cidade. Rapidamente descobriu seus pendores para a arte. Foi aluno e depois professor no Senac. É autor de obras lindas, como a homenagem às festas juninas no Acre, além de cartuns e outros trabalhos artísticos. Cerezo é também muito envolvido nos movimentos católicos, com militância no bairro Estação, um dos mais tradicionais de Rio Branco.

Continuar lendo

ACRE

Família fará homenagem hoje à primeira grávida vítima da Covid na região Norte há um ano, uma acreana

Publicado

em

Por

A família e amigos da primeira grávida vítima da Covid-19, há um ano, a acreana Patydan Épafras, se encontrarão às 17h desta quarta-feira, 23, no Lago do Amor, em Rio Branco para homenageá-la. Além da Patydan, seu bebê, José Aquilan, também perdeu a vida. Ela era esposa do vereador da capital e médico Raimundo Castro (PSDB) e filha da jornalista Rachel Richard.

“Já não temos o teu sorriso mas temos a tua história, legado que segue”, disse a mãe da Patydan, Rachel, ao AcreNews. Ela lembra que foram exatamente 23 dias que Patydan e o filho lutaram contra o Covid-19. “A luta foi grande, mas eles não sobreviveram. Resultado: estou há um ano sem ela. Vacinem-se, usem máscara e evitem aglomerações, por favor. Muita saudade dela”, lamentou a mãe.

Continuar lendo

POLÍCIA

Dez acusados passam a ser réus por invadirem a Cidade do Povo

Publicado

em

Por

A Juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Luana Campos, recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual contra o bando acusado do ataque a Cidade do Povo. Com a decisão, os dez acusados passaram a ser réus no processo.

Elvis Preslei de Sena Figueiredo, o Mago, Gabriel Miranda Gonçalves, o Novinho da 12, Lucas Cunha de Araújo, o Amestedan, Margarido Freire Costa, o Chacal, Arthur Carvalho Gomes, o AK 47, Ademildo Bertoldo da Silva Neto, o Madimbu, Josias Silva de Lima, o Trem Bala, Kaleal Júlio Araújo Miranda, o Abadon, Alef Ribeiro da Silva, o Furioso, e Willian Fonseca da Silva, o Uninorte, vão responder por oito crimes. Além dos dez envolvidos maiores de idade, dois adolescentes estão apreendidos por envolvimento no crime.

Consta na denúncia, do Ministério Público do Acre, que o crime começou a ser planejado às 14h30. Em reunião no interior de uma casa, localizada na Rua do Flamengo, no Bairro Ilson Ribeiro, os réus eriam decidido roubar um carro. Às 18h40, eles subtraíram um segundo veículo, um Ônix.  O assalto ocorreu na região do Laélia Alcântara.

Os carros tinham com finalidade levar o grupo até a Cidade do Povo. Às 20 horas do dia 5 de abril deste ano teve início o ataque. O primeiro alvo do bando, que portava até fuzis, foram as pessoas que jogavam bola na quadra sintética do bairro.

No local, cinco pessoas foram baleadas, mas o número poderia ter sido maior, já que outras pessoas conseguiram escapar. Em outra rua, na quadra 10, a vítima foi Wendel Júnior Rodrigues, atingido por três tiros. O alvo seguinte foi Moisés Teixeira da Silva, que teve a casa invadida e também foi baleado.

O sexto crime foi praticado no interior de uma lanchonete. Após invadir o comercio, os criminosos executaram o motoboy Yuri Matheus de Lima Cavalcante. Yuri foi morto na frente de clientes e funcionários com vários tiros. Na fuga, o bando roubou telefones, uma moto e um caminhonete de clientes.

Os denunciados vão responder ainda por corrupção de menores.

Dos dez réus, Josias da Silva, o “Trem Bala”, é o único foragido. Ele teve a prisão preventiva decretada na mesma decisão que recebeu a denúncia.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia