Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segurança pública reduz índice de mortes violentas em Rio Branco

Publicado

em

A capital do Acre, Rio Branco, em 2017, já esteve no topo da lista entre as cidades consideradas mais violentas do país, segundo dados divulgados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2018. A boa notícia é que nós últimos três anos, os índices se mantiveram em queda, e a capital acabou regredindo pelo menos 10 posições, no ranking da violência em comparação à outras cidades do Brasil.

Os dados podem ser comprovados por este levantamento feito pelo setor de inteligência da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp). Eles mostram que em 2017, a média de pessoas mortas violentamente para cada 100 mil habitantes, em Rio Branco, chegou à 72,66. Em 2018, o número caiu para 52,59, em 2019, baixou para 40,99 e em 2020, reduziu para 40,87.

Reprodução: Ascom/Sejusp

“Em 2017, tivemos um ápice de um conflito entre facções criminosas no Acre, o que gerou um significativo aumento dos números de mortes violentas e, mediante ações mais enérgicas, os índices foram ao longo desses três últimos anos melhorando, o que para nós é um saldo positivo. Ainda precisamos melhorar esse resultado, mas é um sinal de que o trabalho das forças de segurança pública tem surtido efeito”, explicou o secretário de Estado de Segurança Pública, Paulo Cezar Rocha dos Santos.

Conforme levantamento baseados em processos investigativo, acompanhados pela inteligência da Secretaria de Segurança, a maioria dos que cometem crimes contra a vida no Acre são do sexo masculino, fazem parte de alguma organização criminosa e tem entre 15 e 29 anos. Mais de 49% dos crimes praticados, tem relação com o tráfico de drogas ou acerto de contas. Quanto as vítimas, maior parte também integra alguma organização criminosa, tendo entre 16 e 39 anos. E mais de 50% desses crimes são elucidados pela Polícia Civil.

Mais de 50% dos crimes contra a vida são elucidados no Acre Foto Alexandre Lima/Sejusp

Ações da segurança pública

Entre as principais ações desenvolvidas pela atual gestão e que tem influenciado diretamente na melhora significativa dos índices de violência em todo o estado, segundo o secretário da pasta, estão o reforço do efetivo, com a contratação de policiais militares e civis do último concurso; endurecimento de medidas em presídios, impondo padrões mais rígidos; equiparação das polícias, com a aquisição de mais de 200 viaturas, materiais de combate e equipamentos de proteção pessoal; e modernização do sistema de comunicação, com aquisição de equipamentos de ponta e investimento em tecnologias de investigação.

Mais de 200 viaturas foram adquiridas nos últimos dois anos de gestão Foto: Ascom/PMAC

Ainda nos últimos dois anos, o governo implantou na capital o cerco eletrônico – tecnologia de ponta que ajuda no combate à crimes contra a vida e ao patrimônio; intensificou a realização de rondas e abordagens policiais em locais onde há maior incidência de crimes; e investiu em ações de investigação com operações para prisão de suspeitos, cumprimento de mandados e desarticulação de organizações criminosas, entre outras ações.

Operações constantes resultam na prisão rotineira de suspeitos de crime Foto: Ascom Sejusp

Números a nível de estado

O Acre também já ocupou em 2017 o segundo lugar entre os estados brasileiros que mais registraram mortes violentas por 100 mil habitantes, quando comparado ao ano de 2016. Foram 530 assassinatos, em 2017, contra 368, em 2016. O estado ficou atrás apenas do Rio Grande do Norte que tinha uma média de 64, 4.

Considerando somente o ano de 2017, o Acre registrou um índice de 63.9 crimes violentos por 100 mil habitantes, segundo dados levantados pelo monitor da violência e divulgados por meio do site G1. De lá, para o ano de 2020, a redução foi significativa, o número de mortes violentas por 100 mil habitantes caiu drasticamente para 33.13, em média.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍCIA

Madrugada violenta: Três homicídios e uma tentativa são registrados neste domingo

Publicado

em

Por

A madrugada de domingo, 20, foi marcada pela intensa violência na área rural de Rio Branco. Em menos de seis horas foram registrados um duplo homicídio, um assassinato e uma tentativa de homicídio.

No Ramal Goiabal, localizado no km 36 da Estrada Transacreana os colonos Jorge Luíz Freitas dos Santos de 24 anos e Antônio José Lopes da Silva de 26 anos foram executados a tiros.

De acordo com informações bandidos invadiram a casa das vítimas e, sem dar qualquer chance de defesa, fizeram uma sequência de tiros.

A ambulância do Samu ainda chegou a ser acionada, mas os colonos já estavam mortos.

No conjunto Manoel Julião o jovem Samuel Lucas dos Santos foi baleado. A tentativa de homicídio ocorreu na madrugada em frente a uma praça. Os autores do crime, segundo testemunhas, estavam em carro Fox de Cor Vermelho.

O terceiro assassinato foi registrado por volta das 5 da manhã deste domingo. José Luiz Cerqueira de Lima foi morto com várias facadas.

Segundo a polícia ele estava ingerindo bebida alcoólica com outras pessoas, quando ouve um desentendimento e acabou sendo esfaqueado várias vezes.

Os casos serão investigados na Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

Continuar lendo

ACRE

Em Rio Branco, Bombeiros Militares do 2° Batalhão resgatam bezerro que caiu em poço

Publicado

em

Por

Por volta das 15 horas de sábado, 19, a equipe de salvamento do 2° Batalhão foi acionada para resgatar um animal que havia caído em um poço, no ramal do Moreira, km 2, bairro Santa Maria.

Ao chegar no local, os bombeiros militares identificaram que um bezerro havia caído em um poço de aproximadamente 2 metros e meio de profundidade.

Para a retirada do animal, foi utilizado o sistema de multiplicação de forças 4×1, que serve para dividir o peso do animal, que tinha cerca de 200 kg, facilitando a puxada.

Após cerca de 50 minutos de operação, o animal foi retirado com vida e entregue aos cuidados do proprietário que estava no local.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

ACRE

Em Cruzeiro do Sul, Gladson assina ordem de serviço para reforma e ampliação do Centro Integrado de Meio Ambiente

Publicado

em

Por

Agência AC

Em mais uma ação alusiva ao Mês do Meio Ambiente, o governador Gladson Cameli autorizou a reforma e ampliação do Centro Integrado de Meio Ambiente (Cima) de Cruzeiro do Sul. A solenidade de assinatura da ordem de serviço ocorreu nesta sexta-feira, 18. O modelo de gestão implantado é inédito no Acre e fortalece ainda mais as políticas públicas na área do desenvolvimento sustentável.

Com investimento proveniente da fase II do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (PDSA), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a atual sede do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), localizada na região central da cidade, será completamente modernizada para receber a nova estrutura. O valor da obra é de R$ 992,1 mil.

Com o Cima, a maioria dos serviços realizados somente em Rio Branco serão descentralizados e oferecidos em Cruzeiro do Sul, beneficiando todos os municípios do Vale do Juruá. Desta forma, o governo facilita a vida da população e contribui com o progresso econômico da segunda região mais habitada do estado.

“O que mais eu peço para a minha equipe é que não atrapalhe a vida das pessoas. O lema do nosso governo é desburocratizar e esse Centro Integrado é mais uma prova disso. Além, vamos ganhar agilidade e trazer economia para aqueles que procuram os serviços do Estado. Muito em breve, estaremos inaugurando essa obra”, afirmou o governador Gladson Cameli durante o evento.

Expectativa é que o Centro Integrado esteja em funcionamento a partir de outubro Foto: Diego Gurgel/Secom

A partir de outubro, a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) e Instituto de Terras do Acre (Iteracre) estarão reunidos no mesmo espaço do Centro Integrado. De acordo com Israel Milani, este era um anseio antigo da população e que será realidade na gestão de Gladson Cameli.

“O governador nos deu a missão de destravar as políticas ambientais do nosso estado e é isso que estamos fazendo dentro da legalidade. Com esse Centro Integrado, o morador da zona rural terá acesso a emissão de licenciamentos ambientais, regularização fundiária, autorga de água, Cadastro Ambiental Rural e Programa de Regularização Ambiental, entre outros serviços que ele não conseguia fazer aqui no Juruá”, explicou o titular da pasta do Meio Ambiente.

Secretário Israel Milani afirmou que a instalação do Centro Integrado é um anseio antigo da população do Juruá Foto: Diego Gurgel/Secom

O lançamento da obra contou com a presença do presidente do Imac, André Hassem; do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista; do subcomandante da Polícia Militar, coronel Luciano Dias; e do primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luiz Gonzaga.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas