Connect with us

Sem categoria

A política acreana e seus caminhos

Publicado

em

Esta semana promete quando se fala em relação à política e seus enredos até 2022. No dia ontem, 19, seria o dia Internacional do Índio, mas pouco lembrado, pois os enredos políticos surgiram muito mais fortes e suas descobertas ou apresentações se tornaram protagonistas da data.

Pela manhã, o Governador Gladson Cameli – PP, a convite do jovem, mais com experiência política, ex-vereador, e ex-deputado estadual por três mandatos, Ney Amorim, surgiram juntos e outros convidados para apresentar a sua filiação e posse como presidente do partido Podemos no Acre.

Foi narrado sua história como político que desde os 16 anos deu-se início e também sua história familiar. Esta por sua vez, lhe fora de momentos emocionantes em sua fala, lágrimas e para abrilhantar não somente como pessoa pública que és, fez o que como relatado por ele não gostar de se expor sobre a vida íntima na questão familiar, disse que o momento de pedir um milagre surgiu sobre o nascimento de sua filha.

Na construção política, os avanços

Para Ney Amorim, assumir um partido como o Podemos que tem feitos grandes avanços em todo o Brasil, será uma honra está à frente e que a partir de agora estará nos 22 municípios para consolidar e fazer da sigla um dos maiores partidos no Acre.

Na saúde, o cansaço traz desgastes

O governador Gladson Cameli informa que o até então secretário de saúde, o cirurgião dentista Alisson Bestene, pediu sua saída da pasta que tem sido a maior âncora na sua gestão. Entretanto, segundo a palavra do governador, não sairá do seu governo, mas sim, será remanejado para uma outra pasta. Alisson Bestene é um dos gestores de confiança do governador, e lealdade foi o que mais marcou, não se preocupando com as inúmeras tentativas de um gestor incapaz de estar à frente da pasta. Mas sempre dedicado até aqui e sem jamais olhar para traz. Porém, surge o cansaço normal daquele que não parou em nenhum momento perante um tempo delicado que surgiu em nosso estado que foi e é o vírus da COVID-19.

Por fim, nos resta como acreanos, esperar que os avanços sejam logos e que aqueles que surgirem seja na política ou na vida pública nos tragam soluções e ações voltadas para um povo que tem sofrido muito por conta da COVID-19 e a falta de empregos por ela ocasionados.

Frase do dia:

Quando se tem vontade de fazer, se constrói. Mas quando se tem amor pela construção, se traz futuro.

Pr. Evercley Melo

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sem categoria

Secretária de Saúde desmente nova morte de criança por síndrome respiratória nas últimas 24h

Publicado

em

Por

A Secretária de Estado de Saúde (Sesacre), Paula Mariano, emitiu uma nota nesta sexta-feira, 17, desmentindo notícias veiculadas por sites locais que relatavam mais uma morte de uma criança vítima de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Estado.

Na nota, a gestora afirmou que não há registro de novo óbito pediátrico no estado motivado por síndrome respiratória grave.

Segundo a Paula Mariano, o falecimento de uma criança de 5 anos, ocorrido nesta quinta-feira, 16, teve outras causas, as quais foram divulgadas, sendo elas: arritmia cardíaca, crise convulsiva e cardiopatia congênita.

“Portanto, permanece o mesmo número de óbitos infantis por síndrome respiratória grave”, afirmou em nota.

Continue lendo

POLÍTICA

Empresário que está investindo em atacarejo ganha elogio do governador por causa dos empregos que vai gerar

Publicado

em

Por

O governador do Acre, Gladson Cameli, parabenizou o empresário Ricardo Leite, o “Rico”, por investir na construção de mais um supermercado atacadista em Rio Branco. Segundo Cameli, quando alguém escolhe investir no Acre é sinal de que a economia está crescendo.

Ricardo Leite

Confira a publicação do governador no Facebook:

Continue lendo

Sem categoria

Justiça de Assis Brasil mantém prisão preventiva de acusado por tráfico e afins

Decisão considerou que custódia preventiva e execução de sentença condenatória anterior são, infelizmente, única forma de interromper atividades criminosas do réu, que põem em risco a segurança e a saúde pública

Publicado

em

Por

O Juízo da Vara Criminal da Comarca de Assis Brasil decidiu manter a custódia preventiva de um homem acusado pelas práticas de tráfico e afins e associação para o tráfico, na sede daquele município.

A decisão, do juiz de direito Alex Oivane, publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta sexta-feira, 18, considerou que permanecem presentes os motivos que culminaram na custódia preventiva do réu, não havendo motivos para mudança na medida.

Entenda o caso

O acusado teve a prisão preventiva decretada pelo Juízo da Vara Criminal de Assis Brasil, para garantia da ordem pública e conveniência da instrução criminal, juntamente com outros acusados, por traficância e associação para o tráfico, na sede do município.

Ao apresentar apelação contra a sentença que estabeleceu pena de 16 anos de prisão por tráfico e associação para o tráfico, a defesa do réu solicitou, ao Juízo Criminal, o relaxamento da custódia do acusado, com o afastamento da segregação preventiva em regime fechado, levando-se em conta que lhe foi negado pedido de apelar em liberdade.

Dura lex, sed lex

Ao analisar os fatos, o juiz de Direito Alex Oivane assinalou a quantidade das penas individuais impostas aos réu e seus comparsas (todas superiores a 16 anos de prisão, com pagamento de 1.900 dias multa cada) no processo anterior, além da “gravidade concreta” dos atos por eles já praticados.

O magistrado assinalou, na decisão, que a medida (prisão preventiva) era necessária frente à situação fática, tendo ficado demonstrada “a gravidade concreta dos crimes cometidos pelos réus, os quais causam danos efetivos à vida, saúde pública e a sociedade, sendo que a traficância fomenta a prática de outros crimes, como roubo, furto, homicídio”.

“Dessa forma, apesar dos argumentos da defesa, verifica-se não haver, qualquer alteração fática capaz de modificar os motivos justificadores da revogação da segregação cautelar dos réus, não havendo guarida quanto ao pedido formulado”, concluiu o juiz de Direito Alex Oivane.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas