Connect with us

SAÚDE

Comunidades do rio Liberdade, em Cruzeiro do Sul, recebem atendimento de saúde fluvial

Publicado

em

A equipe de saúde fluvial da prefeitura de Cruzeiro do Sul deslocou-se nesta quarta-feira e deu início nesta quinta ao atendimento nas comunidades do rio Liberdade. Serão 15 dias de atendimento de saúde nas comunidades ribeirinhas do Liberdade.

Neste período serão atendidas as comunidades Passo da Pátria, Tristeza, Forquilha, Periquito, Tatajuba, Esperança, Santa Rita I e Santa Rita II.

O atendimento prevê atendimento médico odontológico, dispensação de medicamentos, testes rápidos contra HIV, Sífilis e Hepatites virais, vacinação de rotina e contra a Covid.

O deslocamento das equipes pelo rio será feito por canoas, uma vez que o rio Liberdade não permite a navegação de embarcações maiores, como é o caso do barco de assistência fluvial do município.

 “O objetivo desta ação é levar atendimento às comunidades mais distantes, onde sabemos que as pessoas muitas vezes não têm os recursos necessários para se deslocarem até a cidade, ou mesmo ao posto de saúde mais próximo, especialmente nos períodos em que o nível do rio está mais baixo. Com estas ações conseguimos ampliar o acesso da população aos serviços de atenção básica de saúde, o que tem um efeito positivo sobretudo na prevenção”, explica Valéria Lima, secretária municipal de saúde.

Após a ação de 15 dias, a equipe retorna a Cruzeiro do Sul e será definida uma nova localidade para realização do programa de saúde fluvial.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAÚDE

Rio Branco está em alto risco de epidemia pela Dengue, Zika e Chikingunya, diz levantamento

Publicado

em

Por

Entre os dias 29/11 e 03/12 de 2021 a Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou o 4° Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti – LIRA’a, com o objetivo de verificar o Índice de Infestação Predial pelo vetor no município (IIP).

O resultado apontou Infestação de 8,97%, indicando que Rio Branco está em situação de ALTO RISCO para ocorrência de surto ou epidemia pelas arbovirores Dengue, Zika e Chikingunya.

Os reservatórios de água considerados úteis, como caixas d’água ao nível do solo e os pequenos depósitos (prato do vaso de planta, baldes, bebedouro de animais…) se mostram como os principais criadouros para o vetor.

Durante o período em que há o aumento das chuvas os cuidados devem ser redobrados e todos os esforços devem ser somados para lidar com a problemática das arboviroses.

Nesse contexto, o controle da infestação pelo vetor é o carro-chefe e deve ser visto como ação primordial para prevenir e conter a transmissão das referidas doenças.

A equipe de controle de vetores da Semsa, formada pelos agentes de Endemias, já vem adotando estratégia de trabalho voltada para diminuir a infestação pelo vetor e conter a transmissão, evitando novos casos, o que envolve tanto o uso de inseticidas, como também o manejo ambiental e a educação em saúde, pautada no repasse de orientações à comunidade sobre as medidas de controle que devem ser adotadas por todos.

A mensagem no momento é para que a população faça a sua parte, através da prática do autocuidado, eliminando os locais que acumulam água, principalmente aqueles expostos à chuva, mantendo reservatórios de água sempre limpos e tampados, o que contribuirá diretamente para que o índice diminua e possamos evitar surto/epidemia. O trabalho, nesse momento, deve ser de TODOS, comentou Socorro Martins, diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental.

Continue lendo

SAÚDE

Plano de contingência à Covid-19 conta com apoio da PF, municípios e Anvisa

Publicado

em

Por

Agência AC

Para resguardar e garantir a segurança dos acreanos, o Plano de Contingência à Covid-19 do Estado conta uma forte parceria entre Polícia Federal, Municípios, Agência Nacional de Vigilância Sanitária e Vigilância Sanitária Estadual, sendo as suas atribuições, monitoramento, fiscalização e interceptação.

Exemplo disso foi o caso ocorrido na última segunda-feira, 6, em que um homem, morador de Manaus, testado positivo para Covid-19, estava internado no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), onde assinou o termo para sair da unidade.

“O hospital não pode segurar o paciente, se ele quiser sair, ele assina o termo de responsabilidade e vai embora. Entretanto, o rapaz ainda estava com complicações, e tentou embarcar de volta para Manaus”, relatou o chefe do Núcleo de Serviços da Vigilância Sanitária, Advagner Prado.

As ações de vigilância sanitária continuam sendo executadas. Foto: Taís Nascimento

A tentativa do homem não teve êxito, pois a equipe de vigilância sanitária do município de Rio Branco entrou em contato com o Estado, que realizou a articulação junto à Anvisa, Polícia Federal e Infraero, para evitar que o paciente ficasse transitando, oferecendo risco à população e a si.

“O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi acionado para prestar a assistência necessária ao paciente que ainda não estava bem de saúde. O homem encontra-se em tratamento no Into-AC”, contou Advagner Prado.

Continue lendo

SAÚDE

Acre participa de formação sobre rastreamento e monitoramento de contatos da Covid-19

Publicado

em

Por

Na última semana, a equipe técnica do Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), esteve participando, em Brasília, de uma formação para multiplicadores da estratégia de rastreamento e monitoramento de contatos da Covid-19 e do plano nacional de expansão da testagem.

A formação foi ofertada pela Organização Pan-Americana da Saúde e Ministério da Saúde. Foto: Cedida

A formação foi ofertada pela Organização Pan-Americana da Saúde e Ministério da Saúde e tem como objetivo identificar, isolar e monitorar os contatos próximos de casos confirmados de Covid-19. 

“Nos possibilita identificar oportunamente possíveis casos em indivíduos assintomáticos, orientando-os a buscar o atendimento médico precoce e interromper as cadeias de transmissão”, explicou o chefe do Departamento de Vigilância em Saúde, Gabriel Mesquita.

Outra importante questão discutida durante a formação foi sobre a expansão da testagem por meio de teste rápido de antígeno, incluindo também a testagem de indivíduos assintomáticos.

O Acre foi representado por 4 técnicos da vigilância epidemiológica estadual, sendo estes os responsáveis pela elaboração do plano de ação para implantação dessa estratégia dentro do estado, garantindo assim o alcance dos objetivos propostos.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia