Connect with us

POLÍTICA

Deputado líder da oposição ao governo Gladson é condenado a devolver mais de R$ 2 milhões

Publicado

em

Os ex-presidentes do Departamento Estadual de Águas e Saneamento (DEPASA) Felismar Mesquita e Edvaldo Magalhães, este atualmente deputado estadual, foram condenados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), por unanimidade, a devolver mais de R$ 2 milhões em razão de irregularidades em contratos. As decisões foram publicadas no Diário Oficial do TCE desta sexta-feira (25).

Na primeira decisão, Felismar Mesquita teve as suas contas como gestor tidas como irregulares e condenado à devolução de R$ 955.932,39 referentes à pagamentos por serviços de engenharia sem a devida comprovação da execução, relacionados à 1ª e 2ª medições da execução do Contrato nº 11.2014.059-B 2).

Já Edvaldo foi condenado com Luiz Carlos Lopes de Vasconcelos e Francisco Ari da Silveira Junior, a devolverem R$ 1,3 milhões em razão de irregularidades de um contrato celebrado entre o Depasa e a empresa MSM Industrial LTDA.

Na decisão, os membros do TCE, por unanimidade, determinam a devolução do valor quantificado como superfaturado na execução do contrato nº 09.2014.052-B firmado entre a empresa citada acima, que gerou danos ao erário de R$ 1.324.434,84. O contrato celebrado tinha como objetivo a contratação de empresa de engenharia para execução de obras de infraestrutura de vias urbanas no bairro Santo Afonso, em Rio Branco (AC).

Em outra decisão publicada, Edvaldo Magalhães e Weisser Coelho da Silva foram condenados à devolução de forma solidária de R$ 123.352,27 em razão do contrato superfaturado, celebrado entre o DEPASA e a empresa Ângulo Construção Ltda.

Por fim, o TCE aplicou uma multa de 10% a todos os envolvidos citados acima e enviou uma cópia da decisão ao Ministério Público Estadual (MPAC) para adoção das medidas cabíveis.

Com informações de Ac 24 Horas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Marina faz campanha para pedir derrubada de PL que reduz a Reserva Chico Mendes e Parque do Divisor

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

A ex-ministra e ex-senadora do Acre, Marina Silva (Rede) manifestou repúdio com um Projeto de Lei (PL N°6024) que pode reduzir os limites da Reserva Extrativista Chico Mendes e ainda que extingue o Parque Nacional da Serra do Divisor. A oposicionista ao Governo Bolsonaro aproveitou para assinar uma petição endereçada aos congressistas para que eles derrubem a matéria.

“De uma tacada só o PL 6024 quer extinguir a Reserva Extrativista Chico Mendes para disponibilizar suas terras para a exploração com usos que destroem a floresta. Os interesses que o PL procura atender são o contrário dessa alternativa de uso sustentável da terra e conservação”, comentou.

Na petição que já recebeu quase 30 mil assinaturas em poucas horas após criada, ressalta que se o PL for aprovado “as áreas pertencentes a três municípios acreanos serão retiradas da Resex Chico Mendes e poderão ser exploradas pela especulação fundiária” e que o “Projeto extingue o Parque Nacional da Serra do Divisor e cria Área de Proteção Ambiental, com regras ambientais muito mais flexíveis”.

Segundo o documento, o PL “é um atentado à preservação ambiental e uma grave ameaça às famílias tradicionais da região”.  Com base nisto, Marina convidou os seus seguidores para também assinar o manifesto para “mostrarmos aos deputados e senadores que nossas riquezas naturais de milhares e milhares de anos não podem ser destruídas em função do lucro de poucos e por poucos anos”.

Continue lendo

POLÍTICA

Márcio Bittar ao deixar o MDB: ‘Vamos com calma, porque sou amigo do Alan Rick e temos responsabilidades com o Estado’

Publicado

em

Por

O senador Márcio Bittar informou oficialmente ao presidente do MDB, Flaviano Melo, nesta quinta-feira, 23, sua saída do partido. Ele vai se filiar ao PSL, que se fundiu com o DEM, do deputado federal Alan Rick.

Márcio Bittar confirmou ao Acrenews que foi convidado para presidir o novo partido, mas pediu cautela. “Vamos com calma, porque sou amigo do Alan Rick e temos responsabilidades com o Estado”, disse agora há pouco.

O presidente do MDB, Flaviano Melo, disse ao Acrenews que lamenta a saída do senador, mas que não fará nenhuma consideração. “Não tenho nada a declarar”, disse a nossa reportagem.

Continue lendo

POLÍTICA

Deputada Vanda Milani estava em seringal de Tarauacá durante vendaval de terça-feira

Publicado

em

Por

A deputada federal Vanda Milani (PROS) estava em uma colocação no seringal Maceió, as margens do rio Tarauacá, na última terça-feira, 21, antes do vendaval que resultou em muitos destroços entre Rio Branco a Cruzeiro do Sul. Ela esteva utilizando um helicóptero Robson66, por meio do qual está visitando todo o interior do Acre. Vanda está ouvindo as comunidades e os prefeitos sobre como usar suas emendas em 2022.

Logo após o vendaval da última terça, um helicóptero com as mesmas características ficou sob escombros no aeroporto de Cruzeiro do Sul e logo surgiu o boato que seria o da parlamentar. Hoje assessores dela divulgaram Milani muito bem sentada na sala de um morador do seringal Maceió, em Tarauacá. Depois a aeronave dela levantou voo e passageiros e tripulantes dormiram em Feijó.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia