Connect with us

GOSPEL

Deputados fazem sessão solene nesta quinta para lembrar os 100 anos de nascimento do Mestre Gabriel, fundador da União do Vegetal

Publicado

em

A Assembleia Legislativa do Acre realiza nesta quinta-feira, 23, sessão solene em homenagem aos 100 anos de nascimento de José Gabriel da Costa, o Mestre Gabriel, fundador da União do Vegetal. Entre os parlamentares há membros efetivos da doutrina, entre eles Luiz Gonzaga (PSDB), filiado ao núcleo de Cruzeiro do Sul.

A VIDA DE MESTRE GABRIEL

José Gabriel da Costa, mais conhecido como Mestre Gabriel, que nasceu em Coração de Maria, Bahia, dia 10 de fevereiro de 1922, e morreu em Brasília, dia 24 de setembro de 1971, é o fundador da União do Vegetal, religião de origem amazônica que utiliza em seu ritual o chá Hoasca (ayahuasca), também chamado de Vegetal.

Foi seringueiro, “soldado da borracha”. Em 1959, quando trabalhava nos seringais do Acre, na fronteira entre o Brasil e a Bolívia, onde é hoje Plácido de Castro, entrou em contato com o chá Hoasca. Lá, começou a distribuir o chá, formando os seus primeiros discípulos. Em 22 de julho de 1961, ainda dentro da floresta, declarou a criação da União do Vegetal, religião que tem como símbolo a Luz, a Paz e o Amor.

José Gabriel da Costa, oitavo dos 14 filhos de Manuel Gabriel da Costa e de Prima Feliciana da Costa, nasceu no dia 10 de fevereiro de 1922, ao meio-dia, no Estado da Bahia, na Fazenda Pedra Nova, município de Coração de Maria, próximo à cidade de Feira de Santana. Conta-se que, quando menino, diferenciava-se dos irmãos por sua inteligência, agilidade e sabedoria. Com cerca de 20 anos, foi morar em Salvador, onde trabalhou no comércio no Mercado Sete Portas e, depois, como condutor de bonde. Ainda em Salvador, ficou conhecido na capoeira como Mestre Zé Bahia. Também na capital baiana, recebia nos terreiros de umbanda a entidade “Sultão das Matas”.

Em Janeiro de 1944, época da 2ª Guerra Mundial, José Gabriel da Costa alistou-se para trabalhar nos seringais da Amazônia, na extração do látex para a fabricação da borracha. O Brasil havia ingressado no bloco aliado antinazista, e José Gabriel da Costa escolheu servir como “soldado da borracha” no Território Federal do Guaporé, hoje Estado de Rondônia.

Gabriel com o filho, Salomão

De 1944 a 1946, jovem e solteiro, morou nos seringais Bom Futuro e Triunfo, no Estado do Acre. Ainda não trabalhava como seringueiro, fornecia lenha para a construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. De volta a Porto Velho, trabalhou no Hospital São José, como auxiliar de enfermagem. Lá conheceu Raimunda Ferreira da Costa, a “Pequenina”, com quem se casou em 10 de maio de 1947, na Vila Jaci-Paraná.

De 1950 a 1958, trabalhou nos seringais Bom Destino, Empresa Jaci-Paraná, Orion e Porto Luiz como seringueiro, e quando na cidade de Porto Velho, com pequeno comércio de sua propriedade, sempre acompanhado da família. De 1959 a 1964, decidiu permanecer nos seringais por mais tempo. No dia 1º de abril de 1959, no Seringal Guarapari, teve o primeiro contato com o chá Hoasca, acontecimento marcante em sua biografia.

Nos seringais, a data de 1º de abril era considerada feriado, e nesse dia foi marcada uma distribuição do chá por um homem de nome Chico Lourenço. Assim como Chico Lourenço, outros seringueiros distribuíam o chá na floresta, cada um seguindo seu próprio ritual.

Segundo afirmam seus discípulos, quando José Gabriel da Costa bebeu o chá pela primeira vez, iniciou sua missão espiritual. Ele próprio começou a distribuir o chá a partir de 27 de fevereiro de 1960, já reconhecido pelos seringueiros como Mestre. Mestre Gabriel denominou o chá de “Vegetal”, nome pelo qual a bebida passou a ser chamada.

Seguiu distribuindo o Vegetal por responsabilidade própria e trazendo sua doutrina às pessoas, até que, numa sessão realizada no Seringal Sunta em 22 de julho de 1961, Mestre Gabriel declarou que estava (re)criada a União do Vegetal, com o objetivo de trabalhar o ser humano no sentido de desenvolver suas virtudes morais, intelectuais e espirituais. A data passou então a ser comemorada como o aniversário de fundação da instituição, hoje denominada Centro Espírita Beneficente União do Vegetal.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GOSPEL

Escritor e pastor Eldo Gama lança nesta terça-feira, 16, sua mais nova obra literária sobre escatologia

Publicado

em

Por

O escritor e pastor Eldo Gama está lançando nessa terça-feira, 16 de agosto de 2022, em Rio Branco-Acre, às 19h30m na sede da Igreja Batista Filadélfia, mais uma obra no seu extenso acervo literário que conta com mais de quarenta obras publicadas, sendo este o escritor cristão com o maior número de obras publicadas no Acre, cuja maioria de seus escritos tem como conteúdo a capacitação e formação de liderança, a edificação da família, o desenvolvimento pessoal, o alinhamento com o propósito de Deus, e agora, de modo bem inovador decidiu trazer à luz um tema não menos importante que os demais – a escatologia bíblica – que é o estudo das últimas coisas. Contudo, o autor afirma que explorar esse tema não é novidade, visto que em 2021 lançou o livro “A Escatologia do apóstolo Pedro”. – “Falar das coisas que estão por acontecer é uma tendência natural dos últimos tempos”, admite o escritor.

O novo livro tem por tema “O que acontecerá no Último Dia”, que segundo o mesmo, essa obra decodifica o pensamento dos profetas do Antigo Testamento, e que é ratificado pelos apóstolos do Novo Testamento. Entretanto, Eldo Gama afirma que este novo livro não é um livro de uma escatologia que ele chama de convencional, mas que trata exclusivamente do Último Dia sobre a Terra, que nada mais é do que o Dia do Juízo Final. – “Muitos teóricos sempre se debateram para falar sempre da vinda de Cristo antes disso, ou depois daquilo, contudo, sabemos que numa linguagem esportiva, o jogo só acaba quando o juiz dá o apito final. É isso que verdadeiramente importa”. E nesse dia, conclui: – “Será o principal evento da história do Planeta Terra. Além da volta de Jesus, esse dia envolve a ressurreição dos homens, o seu julgamento final, a destruição dessa Terra que conhecemos para ser transformada em uma nova, além da implantação do estado eterno, quer seja para os salvos ou para os perdidos”.

Segundo o autor, “O que acontecerá no Último Dia” é um livro para elucidar muitos questionamentos e refutar ensinamentos considerados questionáveis. Por isso que ele apresenta algo bastante inovador através de gráficos e mapas mentais, textos comparativos, além de usar a metalinguagem e a linguística aliadas ao conhecimento teológico afim de edificar seus leitores, e acima de tudo, prepará-los para aquele grandioso dia – o Último Dia.

Continue lendo

GOSPEL

Deus começa a cumprir promessa feita a pastor do Acre e ele ministra no Sul do país

Publicado

em

Por

Evandro Cordeiro

O pastor Hugo Walysson, de 29 anos, presidente do Ministério Profético Jesus é o Salvador das Nações, cuja sede é estabelecida no Loteamento Jaguar, bairro Apolônio Sales, em Rio Branco, Acre, começa a viver promessas de Deus feitas recentemente. Ele está há uma semana no Sul do País, onde participou, como ouvinte, da ‘Semana Profética de Ponta Grossa’, no Paraná, numa conferência denominada ‘Incedeia Paraná’, que aconteceu de 11 a 13 de agosto, organizada pelo Apóstolo Luiz Hermínio, de Santa Catarina, com mensagens aplicadas por ministros de vários lugares do Brasil e do mundo. “Foi uma benção. Aprendi muito”, diz ele.

Mas pastor Hugo não foi apenas ouvir outros pregadores no Sul do País. Nesta segunda-feira, 15, ele era o ministrador, agora em Toledo, Minas Gerais, numa igreja conduzida pelo pastor Paulo Martin, uma referência na região, com uma visão de expandir pelo Brasil e mundo. Ele só retorna ao convívio de seus discípulos na próxima quinta-feira, 18. Hugo é um dos profetas emergentes do Acre e, além de pregar para os inúmeros membros de sua igreja, é um dos mais requisitados do momento para ministrar em outras igrejas pelo Acre.

Esses avanços na carreira do pastor Hugo é fruto de promessas recentes. “Um dia Deus me mostrou, enquanto eu orava, o Norte e o Sul do Brasil e me disse: tudo isso te darei. E Ele começa a cumprir”, conta o ministro acreano.

Continue lendo

GOSPEL

André Valadão será a atração gospel da Expojuruá; ele canta dia 4 de setembro

Há dois anos sem evento, a maior feira de exposição do Acre voltará a ser realizada em Cruzeiro do Sul, nos dias 1, 2, 3 e 4 de setembro de 2022

Publicado

em

Por

A equipe organizadora da 17ª edição da ExpoJuruá 2022 já tem a confirmação dos shows nacionais do cantor sertanejo Murilo Huff e do intérprete gospel André Valadão na programação deste ano.

Com a oportunidade de divulgar a região, no sentido de fomentar a economia, a Expojuruá 2022 promete ser o maior evento já realizado na região. Considerando esta previsão, o estado está bastante otimista. O governador Gladson Cameli fez o lançamento da feira no dia 21 de maio e enfatizou que o evento será o maior do estado.

“O maior evento, sim, mas só será o maior evento, se for realizado com paz, com tranquilidade. É um evento para as famílias. Eu vou fazer de tudo pra ser o maior evento, tanto do Vale do Juruá, como de Rio Branco, e interior do estado”, disse o governador.

A 17ª edição da feira será realizada no Estádio Arena do Juruá, que ainda passa por melhorias para receber o evento. De acordo com informações da organização o show de André Valadão está previsto para acontecer na noite gospel da programação, já o show sertanejo está marcado para o dia 04 de setembro, último dia de exposição.

Abertas as inscrições para cavalgada da ExpoJuruá 2022

Já estão abertas no Sindicato Rural e Senar, que funcionam no mesmo prédio da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul, as inscrições para quem quiser participar da Cavalgada da ExpoJuruá 2022 em cavalos, quadriciclos e comitivas.

Ao contrário de Rio Branco, em Cruzeiro, a cavalgada da ExpoJuruá não abre o evento e será realizada no último dia da festa em 4 de setembro, um domingo.

A saída da cavalgada está marcada para as 9 horas da manhã próximo ao antigo primeiro portal da Avenida Mâncio Lima. E a chegada será no local do evento, no Estádio Arena do Juruá.

Para quem for a cavalo é necessário apresentar cópia da Carteira de Identidade do responsável pelo animal, carteira de Vacinação influenza, Guia de transparente – GTA e exames de Anemia infecciosa equina e de mormo. Quem vai de comitiva deverá apresentar Cópia da Carteira de Identidade do representante legal da comitiva, memorial descrito da estrutura física da comitiva, certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros, que deve ser solicitada com 72h de antecedência no Corpo de Bombeiros ou na OCA.

Quem vai de quadriciclo deve levar para a inscrição, cópia da Carteira de Identidade do condutor e/ou do proprietário do veículo.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas