Connect with us

POLÍTICA

Encontro em Brasileia promovido pela Sejusp debate segurança na fronteira

Publicado

em

Agência AC / Foto: Marcos Vicentti/Secom

Focado no conhecimento das principais dificuldades enfrentadas na área de segurança pública na região de fronteira, bem como a promoção do diálogo e apresentação de sugestões para que esses problemas sejam superados, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), promoveu, em Brasileia, a segunda edição do Programa Sejusp Itinerante, nesta quarta-feira, 30.

Segunda edição do Programa Sejusp Itinerante é realizado em Brasileia, nesta quarta-feira, 30. Foto: Marcos Vicentti/Secom

A iniciativa faz parte do Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social e reúne diversos órgãos públicos municipais, estaduais e federais. Nesta edição, as quatro cidades que compõem a regional do Alto Acre, Brasileia, Epitaciolândia, Assis Brasil e Xapuri, foram convidadas para a rodada de debates e formulação de câmaras temáticas para o encaminhamento e tomada de decisões das demandas apresentadas.

Gladson Cameli afirmou que a redução dos índices de criminalidade é um dos principais desafios de sua gestão. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O Acre está entre os 11 estados localizados na faixa de fronteira do Brasil com a maioria dos países sul-americanos. Por conta dessa peculiaridade geográfica, essas regiões enfrentam inúmeros desafios, sobretudo na área de segurança pública.

No caso específico do território acreano, o estado faz fronteira com Bolívia e Peru, dois dos maiores produtores de cocaína do mundo. Além disso, o tráfico de armas, a travessia de veículos roubados, as crises migratórias e a presença de organizações criminosas são outros agravantes.

Cameli lembrou que um dos principais desafios assumidos em sua administração é o enfrentamento à criminalidade. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Presente à solenidade, o governador Gladson Cameli lembrou que um dos principais desafios assumidos em sua administração é o enfrentamento à criminalidade, que desde 2019 vem apresentando quedas expressivas. Para o gestor, segurança pública é um tema que necessita do envolvimento do poder público e sociedade.

“Vivemos em uma região de fronteira e esse fator acaba contribuindo para a prática de crimes que outros estados desconhecem. Desde que assumi o governo, temos fortalecido as nossas forças de segurança para combater o crime. Esse debate é muito importante para ouvir, debater e, principalmente, encontrar as soluções para que a nossa população se sinta cada vez mais segura”, pontuou.

Sérgio Lopes, prefeito de Epitaciolândia, pediu o fortalecimento do policiamento ostensivo na faixa de fronteira Foto: Marcos Vicentti/Secom

Em sua fala, o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes, defendeu o fortalecimento do policiamento ostensivo em toda a região de fronteira. O gestor, que é delegado de polícia de carreira, atuou durante 11 anos no combate ao crime no Alto Acre.

“Essa é a primeira vez, nos últimos dez anos, que vejo uma ação de grande porte para discutirmos as problemáticas na fronteira. Precisamos, enquanto Segurança Pública do Estado, ter mais atenção com essa região e combater com maior eficácia os crimes que são praticados aqui”, disse.

Prefeita Fernanda Hassem parabenizou governo do Estado por levar o Sejusp Itinerante a Brasileia. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Já a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, parabenizou a iniciativa do governo pela realização do Sejusp Itinerante e falou sobre o esforço do Estado na construção de um Acre cada vez mais seguro.

“Tratando-se de um município de fronteira, temos vários desafios a superar. É muito bom ver o empenho do governo, juntamente com as demais instituições, na busca de alternativas para melhorar a nossa segurança pública. Isso, com certeza, traz mais esperança para a nossa população”, enfatizou.

Governo confirma investimentos de alta tecnologia no enfrentamento ao crime

Na oportunidade, o titular da Sejusp, Paulo Cézar Rocha dos Santos, apresentou os investimentos previstos para a regional do Alto Acre. com destaque para a implantação de tecnologia avançada no enfrentamento aos ilícitos transfronteiriços.

Secretário Paulo Cézar Rocha dos Santos apresentou os investimentos do governo acreano no Alto Acre. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“O governo conta com recursos para a instalação do cerco eletrônico no combate ao roubo de veículos, investigações e na própria prevenção. A regional também contará com a implantação de videomonitoramento urbano, em parceria com as prefeituras”, explicou.

O avanço do sistema de radiocomunicação digital, a construção de Centros Integrados de Segurança Pública em Assis Brasil e Xapuri, as bases móveis comunitárias e a aquisição de mais veículos para reforçar a frota de viaturas policiais somam-se às melhorias do governo do Estado realizadas na região.

Criado em 2019, o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) também será contemplado com a construção de uma base fixa na fronteira. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Criado em 2019, o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) também será contemplado com a construção de uma base fixa na fronteira, assegurando mais agilidade no desempenho das atividades policiais. Em menos de dois anos, a unidade já apreendeu 1,6 tonelada de drogas, 45 armas de fogo e recuperou 42 automóveis roubados.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍTICA

Gladson Cameli vai lançar a Expoacre 2022 em Cruzeiro do Sul neste sábado

Publicado

em

Por

Uma grande festa marcará o lançamento da Expoacre Juruá 2022. O evento se dará neste sábado, 21, em Cruzeiro do Sul, e contará com a presença do governador Gladson Cameli.

Na manhã desta sexta-feira, 20, a equipe de organização esteve no estádio Arena do Juruá, palco onde será realizada a feira, prevista para o mês de setembro. Ali será feita, pelo chefe do Executivo, a divulgação do show nacional e demais atrações da feira.

Com a promessa de ser o maior evento já realizado no Juruá, feira será lançada neste sábado, 21. Foto: Marcos Santos/Secom

Além da atração nacional, a 17ª edição da Expoacre Juruá promete ousar com muito entretenimento, cavalgada, rodeio, noite cristã, provas de esportes radicais e outras atividades.

Deracre finaliza limpeza no entorno do estádio

O planejamento da feira se iniciou com a limpeza no entorno do estádio Arena do Juruá, que foi finalizada nesta sexta-feira pelo Departamento de Estradas de Rodagens (Deracre).

Deracre finalizou a limpeza do entorno do estádio. Foto: Marcos Santos/Secom

“A partir de agora, realizaremos somente manutenção dos serviços feitos neste local” garantiu Amauri Barboza, gerente local do Deracre.

O Departamento também executa a preparação das áreas onde serão realizados o rodeio, a competição de motocross e shows locais.

Agora, a área onde será realizada a feira receberá serviços de manutenção. Foto: Marcos Santos/Secom

Outro compromisso do governo, que vem seguindo o planejamento da festa, é a conclusão do trecho da Rodovia AC-405, que dá acesso à arena e garantirá melhores condições de trafegabilidade à população que prestigiará o evento. “Até o início de setembro concluiremos e entregaremos mais uma parte desta obra. Além disso, a extensão que se inicia no Bairro da Cohab e finaliza no Serviço Social do Comércio (Sesc) vem recebendo os serviços de limpeza e tapa-buraco”, informou Amauri Barboza.

Entrada da Arena do Juruá. Neste local, o governador divulgará programação, que promete surpreender o público local. Foto: Marcos Santos/Secom
Continue lendo

POLÍTICA

Bocalom inicia a entrega de notebooks para professores e anuncia instalação de fibra ótica em todas as escolas municipais

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Rio Branco entregou, nesta quinta-feira, 19, no auditório da U: Verse, os primeiros 247 notebooks da marca HP, modelo 2022, de um total de 1.407, que serão entregues a todos os professores e coordenadores pedagógicos da Rede Municipal de Ensino. Além dos notebooks, a prefeitura também estará disponibilizando chips com acesso à internet para todos os diretores e 79 smartphones mais 320 computadores, para todas as escolas municipais, da zona urbana e rural.

No evento também foi assinada a ordem de serviço no valor de aproximadamente R$ 1.460.000, para a implantação de fibra ótica em todas as escolas da capital. Transformando, assim, Rio Branco na capital da tecnologia.

A alegria ao receber os equipamentos, estava estampada na face de cada educador. Como conta a coordenadora pedagógica Sheila Souza, da Escola Municipal Maria Silvestre de França. “Ele é um homem honesto e tem feito o que é certo para um prefeito, neste momento. Com certeza ele está olhando a educação do município com muito carinho”.

O prefeito Tião Bocalom comemorou mais esta realização da gestão. “Isso mostra o compromisso da nossa equipe da Educação, desde a época da campanha, de que queríamos modernizar a gestão pública, criar todas as condições para que a gente pudesse aplicar inovações tecnológicas, principalmente na Educação. E está aí o resultado. Eu tenho certeza que a nossa Educação não será mais a mesma depois desse conjunto de ações que a prefeitura está realizando”.

Nabiha Bestene, secretária municipal de Educação, reforçou as palavras do prefeito e disse ter a sensação de missão cumprida. “É sempre uma alegria e satisfação quando a gente vê um sonho concretizado. Para nós é uma missão cumprida”, reforçou.

Participaram da solenidade de entrega, o senador Sérgio Petecão, o secretário da Casa Civil Municipal, Valtim José, a secretária municipal de Planejamento e Desenvolvimento Economico, tecnologia e inovação Neiva Tessinari, o assessor especial de articulação institucional, Hélder Paiva, os vereadores Samir Bestene, Fábio Araújo e Lene Petecão, além de outras autoridades.

Continue lendo

POLÍTICA

Elon Musk vem ao Brasil se encontrar com Bolsonaro e anunciar rede Starlink para escolas e monitoramento da Amazônia

Publicado

em

Por

O bilionário Elon Musk anunciou, via Twitter, que lançará a rede Starlink para conectar 19 mil escolas em áreas rurais e monitorar a Amazônia. O empresário chegou ao Brasil na manhã desta sexta-feira (20) para encontro com o presidente Jair Bolsonaro, políticos e empresários.

“Superanimado por estar no Brasil para o lançamento da Starlink em 19 mil escolas não conectadas em áreas rurais e também para o monitoramento ambiental da Amazônia”, disse Musk na publicação.

O encontro ocorre em um evento no interior de São Paulo. A informação foi antecipada na última quinta (19) pelo colunista Lauro Jardim, de “O Globo”.

Musk deu detalhes sobre os serviços que pretende prestar. O governo federal também não confirmou as informações divulgadas pelo empresário até o momento. Mas o ministro das Comunicações, Fábio Faria, postou nas redes sociais que Musk veio “para tratar com o governo brasileiro sobre Conectividade e Proteção da Amazônia”.

Elon Musk, que em abril anunciou acordo de compra do Twitter por cerca de US$ 44 bilhões (aproximadamente R$ 215 bilhões), é o homem mais rico do mundo e tem um patrimônio avaliado em US$ 219 bilhões (cerca de R$ 1 trilhão), segundo ranking da “Forbes”.

Ele é dono da empresa de transporte espacial SpaceX, onde opera também o serviço de internet via satélite, e comanda a Tesla, fabricante de carros elétricos.

Starlink e SpaceX

Em janeiro, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concedeu o direito de exploração no Brasil de satélite estrangeiro não-geoestacionário de baixa órbita para a Starlink, sistema de satélites da SpaceX, de Musk. Com isso, a empresa vai poder oferecer seu serviço de internet em todo o território brasileiro, com direito de exploração até 2027.

A autorização da Anatel foi concedida após reunião do ministro Fábio Faria com Musk nos Estados Unidos, em novembro do ano passado.

Em fevereiro deste ano, o governo do Amazonas também informou manter contato com a SpaceX para a instalação de tecnologia da empresa do bilionário no estado. Musk já havia manifestado interesse em iniciar operações da Starlink na região.

Na manhã desta sexta, em uma conversa com alunos do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Musk foi questionado sobre como poderia garantir que as operações da Starlink na Amazônia promovam a proteção da floresta e a privacidade dos dados coletados.

O magnata disse que a Starlink tem uma política bem rigorosa dos dados: “Mesmo que quiséssemos, não saberíamos qual dado pegar”, afirmou. “Sobre proteger a Amazônia, temos que usar os dados, porque a Amazônia é gigantesca. Se você tentar fazer um monte de fotos e vídeos para entender o que está acontecendo, a quantidade de dados a ser transmitida será enorme, então, precisamos dessa conectividade para monitorar a Amazônia efetivamente.”

Foco em regiões distantes dos grandes centros

A internet via satélite existe há anos, mas Musk, Bezos e outros investem em outro modelo do serviço. Hoje, a maioria dos provedores desse tipo de rede usa grandes satélites em órbita geoestacionária, isto é, que acompanham a rotação da Terra e permanecem sobre uma mesma região.

No caso do Starlink e do futuro serviço da Amazon, os satélites ficam na chamada órbita terrestre baixa, mais próxima da Terra. Eles estão próximos à Estação Espacial Internacional e ao telescópio Hubble.

Com uma distância menor, os novos satélites prometem diminuir a latência, que indica quanto tempo uma informação leva para sair de um ponto e chegar ao seu destino. Nos dois casos, porém, o foco está em regiões distantes de grandes centros.

[G1]

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas