Connect with us

POLÍCIA

Justiça aceita denúncia do MP contra brasileiros que mataram família boliviana

Publicado

em

Gean Carlos Alves da Silva, o Baleado, Gean Carlos Nascimento da Silva, Geane Nascimento da Silva, Gilvan Nascimento da Silva, José Francisco Mendes de Souza, Luciano Silva de Oliveira e Gilvani Nascimento da Silva, BILU, passaram a condição de réus pelo o assassinato de uma família boliviana. A decisão foi do Juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri Alesson Braz, que recebeu na íntegra a denúncia do Ministério Público do Acre.

Seis dos sete brasileiros vão responder ação penal por sete crimes: triplo homicídio qualificado, tentativa de assassinato, ocultação de cadáver por três vezes, posse ilegal de arma de fogo, corrupção de menores, por integrar organização criminosa e coação no curso do processo, ou seja, ameaça. Enquanto Gilvani Nascimento, além desses, crime vai responder também pelo estupro de uma adolescente de 14 anos.

Os fatos ocorreram no dia 13 de setembro do ano passado, na propriedade das vítimas, localizada no Ramal do Pelé, na fronteira da Bolívia com Acrelândia. Consta no processo que, às 5h da manhã, Gilvani Nascimento foi flagrado estuprado uma adolescente de 14 anos.

O pai da menina amarrou o acusado e foi ao município de Epitaciolândia chamar a polícia. Enquanto isso, familiares do acusado foram ao local e mataram a dona de casa Florentina Beatriz Hilarion, e os filhos delas, Frank Cristian e Samir Rivas, além de tentar contra a vida da adolescente. A menina de 14 anos chegou a fingir que estava morta, após ser baleada. Na sequência, os bandidos tocaram fogo na residência e jogaram os corpos da família boliviana numa área de mata.

Na mesma decisão, o Juiz decretou a prisão preventiva de Gilvani Nascimento e determinou que o mandado de prisão seja incluído na difusão vermelha da Interpol.

A partir de agora a defesa dos réus terá o prazo de 10 dias para responder à acusação. Finalizada essa etapa, o juiz poderá marcar a audiência de instrução e julgamento do processo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍCIA

Para potencializar ações das forças de segurança do Acre e Bolívia, Sejusp institui Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira Internacional

Publicado

em

Por

Em ato solene, realizado na manhã desta quinta-feira, 26, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) instituiu, por meio de resolução, o Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira Internacional – GGIF-I, entre Brasil e Bolívia. O governador Gladson Cameli prestigiou o evento, que aconteceu na sede da pasta e foi conduzido pelo titular da Sejusp, coronel Paulo Cézar Rocha dos Santos.

Ao desejar boas-vindas aos representantes das forças policiais da Bolívia e Peru (estes participaram como ouvintes) e saudar todos presentes, o governador destacou a importância da integração entre as instituições de segurança dos dois países na proteção da fronteira. Na oportunidade, Gladson Cameli lembrou da expressiva redução do índice de homicídios, no estado do Acre, nos últimos três anos. 

O secretário Paulo Cézar, durante a abertura do evento, apontou como relevante a implantação do GGIF-I, cujo objetivo é coordenar todas as ações de segurança transfronteiriça envolvendo o Brasil, no âmbito do território acreano, e a Bolívia, abrangendo toda a região de fronteira, em consonância com a Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras – ENAFRON.

De acordo com a resolução da Sejusp, o Gabinete instalado é um fórum colegiado, de caráter deliberativo, consultivo e executivo, que opera por consenso, sem hierarquia, respeitando a autonomia das instituições que o compõem, devendo manter boa relação entre os países e instituições envolvidas, buscando a integração para a melhoria da segurança e a qualidade de vida dos habitantes da faixa de fronteira.

Durante o mesmo ato, aconteceu a reunião de avaliação das operações das forças-tarefas deflagradas pela Sejusp no Alto e Baixo Acre, no período de 05 de abril a 23 de maio de 2022, cujos resultados apontam expressiva redução da violência nas duas regiões, comparando-se com os três meses anteriores. A reunião de avaliação foi conduzida pelo diretor de Operações da Sejusp e pelo coordenador do GEFRON-AC, respectivamente, os coronéis Ulysses Araújo e Glayson Dantas. 

Da solenidade, além do governador do estado e do secretário Paulo Cézar, participaram os representantes de todas as forças pertencentes ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), do Ministério Público estadual, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Agência Brasileira de Inteligência, o comandante departamental da Polícia Nacional do Peru, general Luis Alberto Cotrina, o assessor especial da XV REGPOL Madre de Dios– PERU, major Oscar Daniel, e o comandante departamental de Pando da Polícia Nacional da Bolívia, coronel Edwin Félix, de Pando

Continue lendo

POLÍCIA

Mais um plano de fuga do presídio de Rio Branco é frustrado

Publicado

em

Por

A Polícia Penal do Acre realizou durante toda esta quinta-feira, 26, uma operação no pavilhão “K” da Unidade de Regime Fechado nº 1, localizada no Complexo Penitenciário de Rio Branco. O objetivo principal foi encontrar materiais ilícitos que seriam utilizados durante uma possível fuga de presos. A ação foi motivada pelo trabalho de investigação dos policiais, que descobriram o plano de fuga dos detentos.

Durante a operação, que contou com a participação do Canil do Complexo e da Unidade de Monitoramento Eletrônico de Presos (Umep), os policiais apreenderam escadas e cordas artesanais e estoques que seriam utilizados em caso de possível confronto entre presos e policiais. Os materiais foram encontrados nas celas 09, 10, 14, 15 e 17, que juntas somam um total de 35 presos.

Diante da situação, um procedimento disciplinar foi instaurado para a apuração dos fatos e determinação da devida sanção a ser imposta aos presos, mediante a falta cometida.

[Ascom/Iapen-Polícia Penal]

Continue lendo

POLÍCIA

Após denúncia, mais de 9 kg de cocaína são apreendidos em Rio Branco

Publicado

em

Por

Na tarde dessa quinta-feira, 26 de maio, a Polícia Civil do Acre, através da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), apreendeu 9,346 kg de cocaína em um apartamento localizado na Rua Vitória, bairro Conquista.

Por volta das 13h, a equipe de investigadores recebeu uma denúncia anônima a qual indicava a ação de tráfico de drogas em um conjunto de apartamentos, especificamente indicando o apartamento 06, onde a ação seria o armazenamento de grande quantidade de drogas.

Adentrando ao apartamento de fato foi constatado está totalmente vazio, sem qualquer móvel e ao abrir a porta de acesso a área de serviços foi encontrado a quantidade de droga. Dada as circunstâncias, todo material foi arrecadado e encaminhado para os procedimentos de praxe e a (s) testemunha (s) foram intimadas para comparecimento nesta especializada.

Apreensão: 9,346 kg de cocaína.

Prejuízo ao crime: R$ 111.600,00.

De acordo com a autoridade policial, a investigação segue no sentido de identificar o proprietário da droga e representar por sua prisão.

[Ascom/PCAC]

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas