Connect with us

SAÚDE

Justiça manda Unimed indenizar jornalista do Acre por tentativa de descartá-lo devido à idade

Publicado

em

O jornalista e advogado Joaquim Castro, fiscal aposentado da Fazenda do Acre, foi indenizado pela Unimed por ordem da Justiça de São Paulo. Ele levou a empresa de plano de saúde às barras da Justiça depois de uma suposta tentativa de descarta-lo, em função da idade avançada. Aos 65 anos, chegando “na idade do Condor”, segundo ele, quando a saúde se fragiliza, a Unimed faria qualquer coisa para se livrar dele. E foi o que fizeram, segundo conta. Depois de atrasar sua mensalidade por dois meses, seu plano foi cancelado.

Joaquim Castro é um alagoano que recolheu o Acre para ser sua terra desde os anos 1970. Veio parar aqui depois de passar em concurso da Polícia Federal. Depois foi para a Receita e, por fim, terminou a carreira como fiscal da Fazenda estadual. Aqui casou e estudou ainda mais, se formando em Direito e jornalismo. Cedo aderiu a um plano de saúde da Unimed. “Eu pagava há quase 35 anos, mas na Pandemia atrasei duas mensalidades (que foram pagas posteriormente). Dentro da sua política de que criança dá lucro (pois tem saúde e vigor), enquanto velho dá prejuízo, pois na fase do “Condor” só vive doente, tentam a todo custo nos descartar.

A Justiça de São Paulo determinou que a mesma retomasse meu plano e ainda me pagasse R$ 10 mil por danos morais, por haver me descartado como lixo. Se você quiser publicar, te envio os dados da Comarca de Fernandópolis, SP, e da Ação. Será um serviço de utilidade pública, que você prestará a população, que vive sendo espoliada, usada e descartada como lixo, por operadoras de Planos de Saúde. Interessante é que há algum tempo atrás, um cidadão aí de Rio Branco, atrasou seis mensalidades de um plano de criança e a Unimed chamou a pessoa, renegociou, seguindo tudo normal. Outro atrasou oito meses e após interferência política, retornou tudo à normalidade. Não vou citar os nomes dos protagonistas por motivos óbvios”, disse ao AcreNews.

O jornalista e advogado Joaquim Castro, fiscal aposentado da Fazenda do Acre

Joaquim Castro não só teve o direito de retomar seu plano de saúde como a Unimed teve que pagar a indenização em decorrência dos transtornos. O valor, segundo ele, é simbólico, mas vale como alerta para a empresa. “Aproveite seu jornal aí e alerte a população para reivindicar direitos na Justiça e se precisarem, forneço telefone e endereço da advogada. O caminho tá aberto para diminuir os desmandos e arbitrariedades do Sistema Unimed”, concluiu.

O OUTRO LADO

A empresa Unimed, que administra planos de saúde no Acre, tem o mesmo espaço caso queira se manifestar. A nossa reportagem tentou contato com a gerência na manhã desta segunda-feira, 6, mas as duas tentativas foram frustradas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

SAÚDE

Boletim da Fiocruz coloca Rio Branco no grupo de alerta crítico para Covid-19

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Wanglézio Braga

Com 80% de aumento no número de casos de Covid-19, Rio Branco é uma das nove capitais do Brasil que apresentaram altos índices e, portanto, está incluída no grupo de alerta crítico para a doença, segundo Boletim da Fiocruz publicado, hoje (26), no seu portal.

Além de Rio Branco, foram citadas ainda as cidades de Porto Velho (89%), Macapá (82%), Fortaleza (93%), Natal (percentual estimado de 89%), Belo Horizonte (95%), Rio de Janeiro (98%), Cuiabá (89%) e Brasília (98%).

Já Manaus (75%), Boa Vista (70%), Palmas (69%), São Luís (64%), Teresina (percentual estimado em 79%), Maceió (65%), Salvador (67%), Vitória (77%), São Paulo (71%), Curitiba (71%), Florianópolis (69%), Porto Alegre (60%), Campo Grande (79%) e Goiânia (75%) estão na zona de alerta intermediário.

Para chegar a esses números, a Fiocruz avalia os indicadores de leitos de UTI para adultos no Sistema Único de Saúde (SUS). A Nota Técnica reforça a importância de avançar na vacinação e endurecer a obrigatoriedade do uso de máscaras e do passaporte vacinal em locais públicos. Os pesquisadores também sugerem a promoção de campanhas de orientação à população e o autoisolamento quando do aparecimento de sintomas.

Continue lendo

SAÚDE

Governo realiza imunização de crianças do Educandário Santa Margarida contra a Covid-19

Publicado

em

Por

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado Saúde (Sesacre), realizou nesta terça-feira, 25,  uma ação de vacinação contra a covid-19  no Educandário Santa Margarida, em Rio Branco. Foram vacinadas 17 crianças com idades entre 5 e 11 anos.

Crianças do Educandário Santa Margarida são imunizadas contra a covid-19. Foto: Odair Leal/Secom

A atividade foi organizada por meio da equipe estadual do Plano Nacional de Imunização (PNI), que, em parceria com a coordenação do Educandário, disponibilizou as doses pediátricas, imunizantes que têm composição e frasco diferentes daqueles destinados a adultos e adolescentes.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou em dezembro o uso da vacina da Pfizer contra covid-19 em crianças, por isso o Ministério da Saúde incluiu a faixa etária de 5 a 11 anos no PNI.

Faixa etária dos 5 aos 11 anos foi adicionada ao Plano Nacional de Imunização. Foto: Odair Leal/Secom

Quanto a possíveis reações da vacina, Renata Quiles, coordenadora do PNI estadual, explicou que as mais comuns são semelhantes aos sintomas da gripe, como febre, dor de cabeça e mal-estar físico.

A coordenadora afirmou ainda que eventuais reações diferentes dessas devem ser comunicadas às equipes da Saúde para notificação, acompanhamento e tratamento da criança, até o desaparecimento dos sintomas.

Continue lendo

SAÚDE

Centro de Atendimento ao Autista (CAA) e Serviço de Equoterapia ficam fechados a partir desta segunda-feira, 24

Publicado

em

Por

Por medidas sanitárias de segurança, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco (Semsa), vem a público informar que o Centro de Atendimento ao Autista (CAA) – O Mundo Azul, localizado na travessa São Lázaro, S/N Tangará, e o Serviço de Equoterapia, localizado no Rancho Dubai, não abrirão para atendimento a partir desta segunda-feira, 24 de janeiro, em virtude de o prédio ter que passar por sanitização em todas as suas dependências.

A diretora da Unidade de Saúde Municipal, Édila Sousa, solicitou tal sanitização levando em consideração que pelo menos 30% dos servidores do Centro testarem positivo para a covid-19.

Após a limpeza e desinfecção do prédio, a gestão optou por suspender os atendimentos de terapias enquanto durar esse surto gripal e de covid-19, por se tratar de crianças atendidas no CAA e no serviço de Equoterapia serem pacientes de risco e com comorbidades.

A partir do dia 24 de janeiro o CAA passará a atender ao público externo com atendimentos reduzidos mantendo os protocolos de segurança no horário das 7h às 12h e das 14 às 17h, tendo em vista que a equipe encontra-se reduzida e afastada de suas funções laborais.

Por tanto, tal protocolo se faz necessário para diminuir o contágio do vírus e melhor atender aos usuários quanto a segurança sanitária.

Gratos pela compreensão.

Atenciosamente,

Sheila Andrade Vieira
Secretária Municipal de Saúde de Rio Branco

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas