Connect with us

POLÍTICA

Líder do B38, movimento social de sustentação ao presidente Jair Bolsonaro, comemora manifestação deste sábado no Acre e no Brasil, considerado acima da expectativa

Publicado

em

Por Evandro Cordeiro

Líder do movimento B38 no Acre, o pastor evangélico Valderli Amorim está o domingo todo, 2 de maio, comemorando o resultado da manifestação pró-Bolsonaro, que “tomou” as ruas da capital do Acre e de alguns dos municípios do interior. Em entrevista ao Acrenews ele faz uma avaliação simples e direta. Considera o ato acima de positivo. Entre outras, Valderli diz que a esquerda recebeu um duro recado das ruas, outra vez.

Veja nosso rápido papo com Valderli:

Acrenews – O que é o B38?

Valderli Amorim – O B38 é um grupo de patriotas conservadores que foi criado, formado pelo coronel Marcos Koury e militares da reserva das Forças Armadas, mais uma grande parcela da sociedade civil organizada. Temos uma base ampla, participativa nas redes sociais e no Telegram. Já tem mais de 22 mil pessoas inscritas aqui no Acre. O objetivo do B38 é formar essa base de patriotas conservadores para dar apoio ao governo, desconstruindo toda essa narrativa que tem sido criada pela esquerda.

Acrenews – Como o B38 avalia o movimento deste sábado no Acre e que mensagem acreditam que deixaram para os políticos tradicionais?

Valderli Amorim – Superou todas as nossas expectativas. Nós tivemos aí uma das maiores manifestações populares em apoio ao presidente Bolsonaro, tanto por terra como pelo ar, nunca se viu tanto patriotismo. A mensagem que nós nós deixamos para os políticos é que queremos o voto impresso. Essa é a mensagem: transparência, confiabilidade no processo eleitoral. Nossa pauta é o voto impresso e auditável e nós vamos estar acompanhando essa PEC que já está sendo debatido na CCJ e que vai para plenária e nós vamos estar acompanhando o posicionamento dos nossos congressistas.

Acrenews – O que o presidente Bolsonaro tem feito de tão bom que mereça uma manifestação tão expressiva?

Valderli Amorim – O nosso ponto de vista é que o presidente tem feito, tem acertado em todos os seus posicionamentos, concernente, por exemplo, a pandemia. Ele enviou o recurso para todos os estados, inclusive para o nosso, agora se os gestores, tanto estadual como municipal, não fizeram investimentos com esses recursos para atender as pessoas neste momento crítico na questão da saúde, aí já não é mais uma questão por exemplo de culpabilidade e de responsabilidade do Governo Federal, entendeu? Mas a CPI tá aí, né? Vamos ver o que que vai dar. Mas o posicionamento do presidente foi obedecendo a demanda e o que decidiu o Supremo Tribunal Federal, que a responsabilidade para atuação e organização na pandemia é dos governos estaduais e municipais. Coube ao Governo Federal enviar apenas o recurso financeiro e isso foi feito. O Portal Transparência está aí com dados e contra fatos não há argumentos.

Acrenews – Porque a esquerda decidiu tirar Bolsonaro a qualquer custo? 

Valderli Amorim – Acho que nunca vi no Brasil um governo que sofreu tanta perseguição. Ele amanhece o dia sendo atacado e anoitece também na mesma toada. O motivo, talvez, seja porque ele tem acertado. Não se atira pedra numa árvore que não que não tem frutos. Os seus acertos – e ele sabe disso -, e quanto mais ele tem agido de forma correta, isso têm agradado, sim, o seu eleitorado e a nação brasileira e a sua popularidade tem crescido. Essa, talvez, seja a maior preocupação deles que quanto mais eles têm tentado criar narrativas para enfraquecer o governo, mas ele tem crescido.

Acrenews – O segmento evangélico continua com Bolsonaro?

Valderli Amorim – Eu afirmo, sem medo de errar, que a maioria a maioria esmagadora do movimento evangélico, do povo evangélico, das igrejas, continua apoiando o governo Bolsonaro. Uma das frases que eu ouvi esses dias, constantemente, enquanto ele tiver colocando Deus em primeiro lugar nós vamos continuar apoiando. Enquanto ele continuar sendo o patriota que ele é, esse sentimento de amor pela sua nação, continuará tendo nosso apoio. A apóstola Deise estava conosco. Participou do momento ecumênico, trazendo a sua palavra de esperança, de ânimo e fé.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍTICA

Prefeito Mazinho Serafim deixa UTI e agradece apoiadores em vídeo

Publicado

em

Por

O prefeito de Sena Madureira Mazinho Serafim deixou a UTI do Hospital Santa Juliana nesta quinta-feira, 26. Ao lado da esposa, a deputada estadual Meire Serafim, o gestor gravou um vídeo.

Continue lendo

POLÍTICA

Sindicalista faz “politicagem em cima da Educação”, diz presidente da Câmara, N. Lima

“Eu respeito os professores, mas tem gente querendo se aproveitar”

Publicado

em

Por

O presidente da Câmara de Vereadores de Rio Branco, vereador N. Lima, disse, na sessão desta quinta-feira (26), que tem “gente querendo se aproveitar” dos servidores públicos para fazer politicagem.

A afirmação do vereador foi direcionada à Rosana Nascimento. De acordo com o deputado Antônio Moraes (PSB), as sindicalistas estariam “indo às escolas dizer que não foram recebidas pelos vereadores” durante o processo de negociação dos reajustes salariais. N. Lima não gostou: “Eu disse diretamente para Rosana, que fizesse um documento por suas reivindicações que eu iria pessoalmente entregar ao prefeito e não fizeram”.

O presidente da Casa aproveitou para elogiar o prefeito Bocalom. “Deu um aumento histórico no nosso estado, teve categoria que recebeu 60% como os médicos, o salário mínimo da prefeitura hoje é R$ 1,400 e tá todo dia pegando cacete”.

E finalizou: “A presidente do sindicato, Rosana, está fazendo politicagem em cima da educação. Eu respeito os professores, mas tem gente querendo se aproveitar”.

[ContilNet]

Continue lendo

POLÍTICA

Ministério do Desenvolvimento Regional paga R$ 1,5 milhão em emendas de Alan Rick

Emendas são para obras em Rio Branco e em Porto Acre

Publicado

em

Por

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) pagou, esta semana, mais de R$ 1,5 milhão em emendas do deputado federal Alan Rick (União Brasil), pré-candidato a Senador, para a construção de 3 pontes no Ramal Jarinal, na Estrada Transacreana, em Rio Branco, e também para a conclusão do porto, em Porto Acre. As obras são de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre).

Só para a obra de Porto Acre, Alan Rick destinou mais de R$ 1,275 milhão e o governo do Estado entrou com pouco mais de R$ 200 mil de contrapartida. A obra, já em andamento, beneficiará produtores e ribeirinhos que usam o rio Acre para escoar a produção.

“As duas margens do rio, em Porto Acre, contarão com rampas e escadarias de acesso. A Casa do Agricultor que fica em frente à rampa, na rua do Comércio, também será reformada para atender os produtores e ribeirinhos.” – explicou o deputado.

Para as pontes do Ramal Jarinal, na Transacreana, o MDR pagou R$ 318.041,80. Essa é a primeira parcela do montante de R$ 1.700.000,00 destinado pelo parlamentar para a construção das 3 pontes.

O ramal também já recebe intervenção do Deracre para melhorar as condições de trafegabilidade.

“São obras importantes para as famílias que vivem na zona rural, que vivem da agricultura familiar, para os nossos ribeirinhos, todos esses trabalhadores que precisam escoar suas produções. Em breve, entregaremos o porto, em Porto Acre, e logo o Deracre dará início aos trâmites para que as pontes no Ramal Jarinal sejam construídas. Os recursos estão na conta. Esse é o sentido do meu trabalho como parlamentar: melhorar a vida das pessoas, do nosso povo!” – declarou Alan Rick.

[Assessoria]

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas