Connect with us

POLÍCIA

MP e Sejusp dialogam sobre ferramentas de combate à violência de gênero

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), representado pela procuradora de Justiça Patrícia Rêgo, juntamente com as promotoras de Justiça Marcela Osório e Aretuza Almeida, se reuniu nesta terça-feira (26) com o secretário estadual de Segurança Pública, Paulo Cezar dos Santos, para tratar da implementação do observatório de violência de gênero.

Também participaram da reunião, a delegada Mádhia Pereira, a superintendente de gênero do MPAC, Beth Oliveira e a coordenadora de administração do Centro de Atendimento à Vítima (CAV), Otília Amorim.

Durante o encontro, as representantes do MPAC fizeram uma apresentação sobre o observatório de violência gênero, que se trata de uma sala de estudos, com metodologia própria à luz do manual de atuação das promotoras e promotores de justiça em casos de feminicídios. Foram apresentadas também outras ferramentas desenvolvidas no âmbito da instituição como o feminicidomentro e a publicação “Feminicídios no Acre: uma realidade que se enfrenta”.

A procuradora de justiça Patrícia Rêgo deu início a reunião cumprimentando o secretário e saudando a diminuição dos casos de feminicídios no Acre. No entanto, a procuradora afirmou que o encontro partiu da necessidade do diálogo com o chefe de Segurança Pública, na busca de parceria, visando o combate a violência de gênero, que ainda apresenta números elevados no Acre.

A superintendente Beth Oliveira reiterou a demanda por apoio na otimização do levantamento de dados que permitam a manutenção de um estudo aprofundado sobre os ciclos de violência contra a mulher, que culminam no feminicídio.

Após o diálogo, Paulo Cezar colocou a Sejusp a disposição para contribuir na implementação e execução das ferramentas que buscam o combate ao feminicídio e a violência de gênero. “O MP tem um papel fundamental no combate aos diversos tipos de violência, nos comprometemos a abrir todas as ferramentas para possibilitar um diagnóstico conciso sobre a violência de gênero, e vamos abraçar essa causa que é muito importante”. Afirmou o secretário.

Campanha Sinal Vermelho

Outro ponto discutido durante a reunião foi a campanha “Sinal Vermelho”. As promotoras de justiça Aretuza Almeida e Marcela Osorio falaram sobre a importância da iniciativa e solicitaram o suporte da Segurança do estado para a realização de ações que incentivem os comerciantes a aderirem a ação.

A campanha tem o objetivo de incentivar mulheres em situação de violência doméstica a pedirem ajuda em estabelecimentos comerciais. Um canal silencioso que permite que as vítimas se identifiquem e peçam ajuda, para que a partir daí sejam tomadas as devidas providências.

O protocolo é simples, com um “X” vermelho na palma da mão, que pode ser feito com caneta ou batom, a vítima sinaliza que está em situação de violência.

“Precisamos colocar em prática isso que já virou política pública e tem potencial de evitar um problema irreversivel”, afirmou a promotora Aretuza Almeida.

Hudson Castelo – Agência de Notícias do MPAC

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍCIA

Homem é preso em flagrante após aplicar golpe de R$ 200 mil em Rio Branco

Publicado

em

Por

Ascom/PCAC

Na última terça-feira, 25, a Polícia Civil prendeu em flagrante delito o nacional A. P. da C., de 36 anos, por crime de estelionato qualificado (Art. 171, § 4º do CPB).  O criminoso foi surpreendido pelos investigadores da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil na ocasião em que tentava aplicar um segundo golpe de venda imóveis na vítima idosa, causando um prejuízo de mais de 200 mil reais.

ENTENDA O CASO

Segundo a vítima, no dia 14 do corrente mês, a mesma pessoa negociou a compra de um imóvel localizado no Residencial Florence, bairro Jardim Europa, pelo valor R$ 177.500,00 (cento e setenta e sete mil e quinhentos reais) com o suspeito, o qual alegou que o imóvel foi arrematado em leilão e, por isso, o valor estava abaixo de mercado.

Sendo assim, tal valor foi depositado na conta do próprio suspeito que falsificou um contrato da Caixa Econômica Federal e deu para a vítima assinar, prometendo dar entrada no banco para realizar a transferência do imóvel para a vítima.

Dias depois, o suspeito ofereceu um terreno no loteamento Village Waldemar Maciel por R$ 23.291,00 (vinte e três mil duzentos e noventa e um reais) e disse que também era de leilão judicial. A vítima, desconfiando da situação, teria buscado comprovar a veracidade das informações dadas pelo o estelionatário, quando constou que se tratava de golpe.

Nenhum dos imóveis estariam em leilão e sequer pertenciam ao suspeito ou a sua empresa; que o preço do referido imóvel era de 2 milhões de reais. A vítima então acionou a Polícia Civil que imediatamente foi ao local da transação e surpreendeu o suspeito no ato em que recebia o cheque das mãos da vítima.

A esse foi dada voz de prisão e levado à Delegacia de Flagrantes (DEFLA) para os procedimentos cabíveis. Na delegacia foi constatado que o suspeito já aplica vários golpes na cidade, inclusive com relação a falsa venda de imóveis, falsificação de documentos e exercício irregular da profissão.

Mais de duas vítimas foram a DEFLA para fazerem a representação contra o suspeito por crime de estelionato e falsificação. Além de diversos Boletins de Ocorrência registrados em seu nome pelos mesmos crimes.

Continue lendo

POLÍCIA

Portão furtado de residência é recuperado em Rio Branco

Publicado

em

Por

Ascom/PCAC

Na manhã desta quinta-feira, 27, a Polícia Civil conseguiu recuperar um portão que teria sido furtado na última segunda-feira, 24, em uma residência no loteamento Bom Sucesso.

O portão, avaliado em R$ 6.000,00 (seis mil reais), teria sido retirado do local (o qual já estava fixado) e levado com uso de um caminhão de frete para a residência da nacional T. A. V., de 18 anos. A equipe de investigação da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil logrou êxito em localizar a referida residência da receptadora e recuperar o bem subtraído.

A suspeita foi levada a Delegacia de Flagrantes (DEFLA) para que seja lavrado o Auto de Prisão em Flagrante (APF) pelo crime de receptação (Art. 180 do CPB). O portão foi restituído a vítima e as investigações darão continuidade, a fim de buscar demais envolvidos no crime e pô-los a disposição da justiça.

Continue lendo

POLÍCIA

Tarauacá: mais de 53 kg de drogas são incinerados

Publicado

em

Por

Ascom/PCAC

A Polícia Civil no município de Tarauacá incinerou na manhã desta quinta-feira, 27, mais de 53 quilos de drogas que foram apreendidas em operações policiais no município.

A incineração contou com a presença de representantes do Ministério Público (MP/AC) do Poder Judiciário e da vigilância sanitária, além dos delegados de Polícia Civil de Tarauacá, e agentes de polícia civil.

A incineração realizada é fruto de operações policiais nos anos de 2019, 2020, e 2021, sendo que na sua grande maioria são drogas apreendidas na BR-364 no ano de 2021.

Com a incineração de hoje, os órgãos constituídos buscam dar uma resposta a traficância e que os órgãos de segurança pública estão atentos e que o ano de 2022 o enfrentamento a criminalidade, sobretudo ao crime tráfico de drogas não será diferente.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas