Connect with us

POLÍCIA

Mulher que integrava rede de traficantes do Juruá é condenada a 15 anos de reclusão

Publicado

em

A Vara Criminal da Comarca de Feijó condenou Camila dos Santos Oliveira, que integrava rede de traficantes da região do Juruá a 15 anos, dois meses de reclusão, em regime inicial fechado, além do pagamento de 1.516 dias multa.

O Ministério Público do Acre (MPAC) denunciou 30 pessoas por cometerem os crimes de tráfico de drogas e organização criminosa. O caso foi fruto da operação policial chamada Erínias, que teve as prisões preventivas decretadas em abril de 2018 pelo Judiciário. Mas, para não prolongar indevidamente essas prisões, o processo foi sendo desmembrado, e essa mulher denunciada teve a ação tramitando somente em relação à ela.

Conforme os autos, Camila fazia parte de uma rede de traficantes, que distribuíam droga em Feijó, vinda de Cruzeiro do Sul. A mulher é apontada como fornecedora de entorpecente em Cruzeiro.

Ao analisar o caso e as provas, a juíza de Direito Ana Paula Saboya, titular da unidade judiciária, observou que a ré juntamente com seus familiares foi uma das pessoas que mais atuou no crime na região do Juruá.

“Com efeito, restou apurado nos autos que C., juntamente com seus familiares residentes na cidade de Rodrigues Alves, foi uma das mais atuantes fornecedoras de entorpecente na região do Juruá, não só sendo responsável pela distribuição da droga nos municípios de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves e Mâncio Lima, como, igualmente, se incumbia da comercialização do entorpecente nas cidades de Tarauacá e Feijó”, registrou Saboya.

Apesar de a acusada negar a participação nos crimes, a juíza verificou que a conta bancária da denunciada era a mais usada para arrecadação do dinheiro obtido com a venda de drogas. “A negativa da acusada, contudo, não possui força a contrapor as provas constantes nos autos. Há a certificação de que a conta bancária da ré era a fonte mais frequente de arrecadação do dinheiro da venda de drogas vendidas aos traficantes atuantes em Feijó. Não obstante, restou provado que a própria acusada atuava diretamente na negociação da droga e recebimento dos pagamentos”, escreveu.

Assim, quando condenou a mulher, a juíza de Direito discorreu sobre a gravidade das circunstâncias dos crimes cometidos pela acusada, pois, a ré praticou tráfico intermunicipal de vários tipos de entorpecentes.

“As circunstâncias são graves, o crime extrapolou o território de Feijó. Foi realizado com a participação de menores de 21 (vinte e anos), (…). Os relatórios de interceptação telefônica juntados ao feito, demonstra a ampla atuação da condenada na prática da traficância, tendo papel de liderança, além da variedade de drogas que negociava, concluindo-se que a ré tinha papel relevante da distribuição e venda de drogas no município de Feijó e região”, concluiu a magistrada.

[Ascom TJAC]

POLÍCIA

Titular da Sejusp é homenageado em ato solene de aniversário dos 26 anos do Bope 

Publicado

em

Por

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), coronel Paulo Cézar Rocha dos Santos, foi um dos grandes homenageados, durante a solenidade de aniversário dos 26 anos do Batalhão de Operações Especiais (Bope), realizada no final da tarde desta sexta-feira, 12. O governador Gladson Cameli e o comandante-geral da PMAC, coronel Luciano Dias Fonseca, prestigiaram o evento, que aconteceu na sede do batalhão.

Em sua fala, o titular da Sejusp, um dos fundadores da Companhia de Operações Especiais (COE), embrião do Bope, fez um rico relato histórico do Batalhão, apontando as dificuldades vividas quando integrava a unidade, principalmente referentes às condições de trabalho ofertadas pelo estado, “mas que eram sempre supridas pelo empenho e bravura de seus integrantes. Se não tinha meio, sobrava vontade. Pegava-se a missão e se cumpria”, disse emocionado.

Ainda em seu discurso, o secretário Paulo Cézar fez questão de discorrer sobre os avanços galgados nos últimos anos pelo Bope, que, “além de ser um batalhão de pronto emprego é um batalhão escola, que forma aqui vários operadores de todas as forças”. Destacou também os expressivos investimentos da atual gestão estadual na segurança pública. “Em todos os meus 31 anos de operador de segurança pública, não lembro de ter visto tanto investimento”, concluiu.

Além do titular da Sejusp, também foram homenageados na solenidade o secretário de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Cirleudo Alencar; o coronel Paulo Cézar Santos; o juiz de Direito titular da segunda vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar da Comarca de Rio Branco, Alesson Santos; o comandante do 4º BIS, coronel Guilherme Naves; e o comandante do 7º BEC, tenente-coronel Breno Brito, e a defensora pública-geral, Simone Santiago.

Pertencente à Polícia Militar do Acre (PMAC) e comandado pelo tenente-coronel Rômulo Modesto, o Bope é a unidade especializada do Estado para atuar em situações de alto risco em todo o Acre.

[Ascom]

Continue lendo

POLÍCIA

Delegado-Geral de Polícia Civil acompanha ações da DHPP e parabeniza equipe

Publicado

em

Por

Na manhã da última sexta-feira, 12, após apresentação de mais um homicídio de elucidação complexa pela equipe da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP, o Delegado-Geral de Polícia Civil do Acre, José Henrique Maciel, reuniu com toda equipe que compõe a especializada, delegados, escrivães e agentes investigadores.

Durante o encontro, o gestor da pasta parabenizou a todos pelo alto índice de elucidação de crimes complexos contra a vida e em especial o número de elucidação do crime de feminicídio, que chegou a 100% dos casos solucionados, com inquérito relatado e encaminhado ao poder judiciário.

De acordo com o Delegado-Geral, José Henrique Maciel, o esforço da equipe segue laureado pelos números de elucidação.

“Não comemoramos os números de crimes, mas sim o empenho de cada um dos que compõe a equipe da DHPP e pelo compromisso de cada um deles na elucidação de crimes contra a vida, crimes complexos que requer técnicas avançadas. Reafirmo total apoio no sentido de proporcionar cada vez mais as condições materiais e estruturantes para que a DHPP continue crescendo nos índices de elucidação dos homicídios complexos tentados e consumados”, reafirmou José Henrique Maciel.

Equipe de Pronto Emprego (EPE) na utilização de técnicas avançadas de investigação, troca de informações entre outras delegacias, experiência dos componentes da equipe ladeado pelo compromisso e dedicação de todos, a especializada é destaque, inclusive, no cenário nacional figurando entre as Polícias Civis do Brasil que mais elucida crimes contra a vida.

[Ascom]

Continue lendo

POLÍCIA

Guerra de facções: em uma única ação bandidos tentam executar três rivais em Sena Madureira

Publicado

em

Por

Membros de uma organização criminosas tentaram executar três rivais em Sena Madureira. O ataque ocorreu na noite de sexta-feira, 12, na rua Hermano Alves Costa, no bairro Cristo Libertador.

De acordo com testemunhas os bandidos chegaram em um carro de aplicativo, um dos ocupantes desceu e fez uma sequência de tiros contra Emerson Nascimento Mota, de 22 anos, Motaci Castro de Lima, de 25 e um terceiro identificado por Som.

Duas das vítimas relataram que o trio estava próximo a uma Igreja em via pública quando um carro branco se aproximou. Um dos ocupantes desceu de arma em punho e atirou contra os três amigos. “Essas pessoas conseguiram correr e escaparam de ser mortas”, disse um policial.

O ataque pode ter sido uma resposta, a outra ação criminosa ocorrida pela manhã no bairro Bom Sucesso, quando bandidos em uma moto passaram atirando em rivais. A Polícia Civil investiga o caso.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas