Connect with us

POLÍCIA

Operação Tempestade apreende 60 kg de cocaína e prende mais de 30 integrantes de organização criminosa

Publicado

em

A Operação Tempestade, desencadeada nesta sexta-feira, 28, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Acre, com o apoio da Polícia Militar e Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), resultou na apreensão de 60 kg de cocaína e na prisão de 36 integrantes de organização criminosa.

Além disso, foram apreendidos dinheiro, armas de fogo, aparelhos de celular, e cumpridos 22 mandados de prisão em três unidades prisionais localizadas no Acre e Amazonas. A ação ocorreu, simultaneamente, em cinco cidades acreanas e em Manaus, e foi coordenada pelo promotor de Justiça Bernardo Albano, que passa a ser o novo coordenador do Gaeco.

O procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento assegurou que se trata de uma das maiores operações de combate ao crime organizado já realizada no estado.

“Registro o meu imenso agradecimento a todas as instituições que participaram dessa operação, contribuindo de uma forma muito decisiva para o êxito obtido. É a minha primeira atuação como procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Acre, e quero reforçar a nossa diretriz de enfrentamento às facções e ao crime organizado, fortalecendo cada vez mais a integração com as forças de segurança pública para que a gente possa obter resultados cada vez mais expressivos”, disse.

O procurador-geral reforçou, ainda, a importância do Poder Judiciário e da Vara de Delitos de Organização de Criminosa quanto à análise dos pedidos e rapidez na tramitação dos feitos.

Autoridades destacam importância da integração entre as instituições

A ação foi deflagrada depois da análise de documentos apreendidos em operação anterior, quando foram identificadas lideranças da organização criminosa “Comando Vermelho” com alto grau hierárquico, responsáveis pelos núcleos de cadastramento, contabilidade, e pagamento de “biqueiras” (pontos de venda de drogas).

Os resultados foram anunciados durante coletiva de imprensa, realizada na sede do MPAC, com a presença de promotores de Justiça que integram o Gaeco e de representantes da Polícia Militar e da Sejusp.

Ao todo, mais de 150 policiais militares participaram da ação, incluindo também o apoio do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), além de promotores de Justiça do Gaeco e servidores do MPAC.

“Quero reafirmar nosso compromisso junto à sociedade acreana para que a gente consiga cada vez mais combater o crime organizado e melhorar cada vez mais a sensação de segurança no nosso estado”, comentou o comandante da PM, coronel Paulo César Gomes.

O secretário adjunto de Segurança Pública também destacou a importância da integração entre as instituições no enfrentamento da criminalidade. “Estamos muito gratificados não só pelo resultado obtido, mas pela cooperação. Gratidão aos nossos operadores de segurança, pois apesar do momento em que vivemos, não mediram esforços para cumprir o seu dever de executar essa operação”, acrescentou.

Operação Tempestade

O nome da Operação foi escolhido devido à magnitude da área de cumprimento dos mandados, incluindo diversos municípios do Acre, com extensão de Rio Branco a Cruzeiro do Sul, além do que, o período da deflagração corresponde àquele propenso para maior possibilidade de chuvas fortes no estado.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍCIA

Ícaro e Alan são condenados pela morte de Jonhliane Paiva

Publicado

em

Por

Ícaro Pinto e Alan Araújo foram condenados pela morte da jovem Jonhliane Paiva. A decisão foi do Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar.

Ícaro Pinto, que conduzia a BMW que matou a vítima, recebeu a maior pena: 10 anos, 10 meses e 17 dias, em regime inicial fechado. Já Alan Araújo foi sentenciado a 7 anos e 11 meses em regime semiaberto.

Jonhliane foi morta enquanto seguia para o trabalho

Como Alan já cumpriu quase dois anos, irá responder em liberdade.

Continue lendo

POLÍCIA

“Busca pessoal” é tema de palestra promovida pela Sejusp a operadores da segurança pública no Acre

Publicado

em

Por

A Secretaria de Estado e de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), em parceria com o Ministério Público do Acre (MPAC), promoveu, na manhã desta quinta-feira , 19, a palestra “A busca pessoal frente aos institutos jurídicos da denúncia anônima” e da “suspeita fundada”, ministrada pelos promotores de Justiça Teotônio Rodrigues e Antônio Alceste, pelo coronel da Polícia Militar Atahualpa Ribera e pelo Delegado da Polícia Civil Felipe Martins. A mediação ficou sob a responsabilidade da secretária adjunta da Sejusp, delegada Márdhia El-Shawwa. 

De acordo com a pasta, o objetivo da palestra foi instruir e orientar os operadores de segurança pública, no âmbito do estado do Acre, sobre as novas decisões da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), referentes às abordagens dos policiais no dia a dia. 

Em sua saudação aos presentes, o secretário Paulo Cézar Rocha dos Santos destacou a importância do encontro, “pois alinha conhecimento, para que a busca pessoal não seja interpretada de forma equivocada em qualquer esfera. Acredito, inclusive, que é uma ferramenta fundamental na prevenção de delitos”, asseverou.

Sobre o assunto, o promotor de Justiça Antônio Alceste foi incisivo ao afirmar que a nova decisão não tem como objetivo diminuir as ações policiais e, muito menos, afastá-los da rua. Para ele, a decisão busca apenas trazer uma nova medida de segurança, “Vocês são os primeiros juízes da causa, pois são vocês que, em um milésimo de segundo, vão tomar uma decisão importante”.

O evento, que aconteceu no auditório da Uninorte, em Rio Branco, teve como público alvo os operadores de segurança pública no Acre.

Continue lendo

POLÍCIA

Senador Guiomard: 5 kg de drogas são apreendidos em ambulância que seguia de Assis Brasil para Rio Branco

Publicado

em

Por

A Polícia Rodoviária Federal localizou 5 kg de drogas que estavam sendo transportadas em uma ambulância, na cidade de Senador Guiomard/AC.

A equipe de policiais estava no km 97 da BR 317, em Senador Guiomard, quando abordou uma ambulância que seguia de Assis Brasil para Rio Branco. Além do motorista, que estava com claros sinais de nervosismo, haviam mais 2 passageiras. 

Ao realizar uma busca veicular, os policiais encontraram uma caixa de sapatos enrolada em sacolas que continha 1kg de skunk e 4kg de cocaína.

Uma das passageiras assumiu a propriedade do material. Ela foi presa junto com o motorista e ambos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de Senador Guiomard pelo crime de tráfico de drogas.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas