Connect with us

POLÍTICA

Encontro em Brasileia promovido pela Sejusp debate segurança na fronteira

Publicado

em

Agência AC / Foto: Marcos Vicentti/Secom

Focado no conhecimento das principais dificuldades enfrentadas na área de segurança pública na região de fronteira, bem como a promoção do diálogo e apresentação de sugestões para que esses problemas sejam superados, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), promoveu, em Brasileia, a segunda edição do Programa Sejusp Itinerante, nesta quarta-feira, 30.

Segunda edição do Programa Sejusp Itinerante é realizado em Brasileia, nesta quarta-feira, 30. Foto: Marcos Vicentti/Secom

A iniciativa faz parte do Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social e reúne diversos órgãos públicos municipais, estaduais e federais. Nesta edição, as quatro cidades que compõem a regional do Alto Acre, Brasileia, Epitaciolândia, Assis Brasil e Xapuri, foram convidadas para a rodada de debates e formulação de câmaras temáticas para o encaminhamento e tomada de decisões das demandas apresentadas.

Gladson Cameli afirmou que a redução dos índices de criminalidade é um dos principais desafios de sua gestão. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O Acre está entre os 11 estados localizados na faixa de fronteira do Brasil com a maioria dos países sul-americanos. Por conta dessa peculiaridade geográfica, essas regiões enfrentam inúmeros desafios, sobretudo na área de segurança pública.

No caso específico do território acreano, o estado faz fronteira com Bolívia e Peru, dois dos maiores produtores de cocaína do mundo. Além disso, o tráfico de armas, a travessia de veículos roubados, as crises migratórias e a presença de organizações criminosas são outros agravantes.

Cameli lembrou que um dos principais desafios assumidos em sua administração é o enfrentamento à criminalidade. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Presente à solenidade, o governador Gladson Cameli lembrou que um dos principais desafios assumidos em sua administração é o enfrentamento à criminalidade, que desde 2019 vem apresentando quedas expressivas. Para o gestor, segurança pública é um tema que necessita do envolvimento do poder público e sociedade.

“Vivemos em uma região de fronteira e esse fator acaba contribuindo para a prática de crimes que outros estados desconhecem. Desde que assumi o governo, temos fortalecido as nossas forças de segurança para combater o crime. Esse debate é muito importante para ouvir, debater e, principalmente, encontrar as soluções para que a nossa população se sinta cada vez mais segura”, pontuou.

Sérgio Lopes, prefeito de Epitaciolândia, pediu o fortalecimento do policiamento ostensivo na faixa de fronteira Foto: Marcos Vicentti/Secom

Em sua fala, o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes, defendeu o fortalecimento do policiamento ostensivo em toda a região de fronteira. O gestor, que é delegado de polícia de carreira, atuou durante 11 anos no combate ao crime no Alto Acre.

“Essa é a primeira vez, nos últimos dez anos, que vejo uma ação de grande porte para discutirmos as problemáticas na fronteira. Precisamos, enquanto Segurança Pública do Estado, ter mais atenção com essa região e combater com maior eficácia os crimes que são praticados aqui”, disse.

Prefeita Fernanda Hassem parabenizou governo do Estado por levar o Sejusp Itinerante a Brasileia. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Já a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, parabenizou a iniciativa do governo pela realização do Sejusp Itinerante e falou sobre o esforço do Estado na construção de um Acre cada vez mais seguro.

“Tratando-se de um município de fronteira, temos vários desafios a superar. É muito bom ver o empenho do governo, juntamente com as demais instituições, na busca de alternativas para melhorar a nossa segurança pública. Isso, com certeza, traz mais esperança para a nossa população”, enfatizou.

Governo confirma investimentos de alta tecnologia no enfrentamento ao crime

Na oportunidade, o titular da Sejusp, Paulo Cézar Rocha dos Santos, apresentou os investimentos previstos para a regional do Alto Acre. com destaque para a implantação de tecnologia avançada no enfrentamento aos ilícitos transfronteiriços.

Secretário Paulo Cézar Rocha dos Santos apresentou os investimentos do governo acreano no Alto Acre. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“O governo conta com recursos para a instalação do cerco eletrônico no combate ao roubo de veículos, investigações e na própria prevenção. A regional também contará com a implantação de videomonitoramento urbano, em parceria com as prefeituras”, explicou.

O avanço do sistema de radiocomunicação digital, a construção de Centros Integrados de Segurança Pública em Assis Brasil e Xapuri, as bases móveis comunitárias e a aquisição de mais veículos para reforçar a frota de viaturas policiais somam-se às melhorias do governo do Estado realizadas na região.

Criado em 2019, o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) também será contemplado com a construção de uma base fixa na fronteira. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Criado em 2019, o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) também será contemplado com a construção de uma base fixa na fronteira, assegurando mais agilidade no desempenho das atividades policiais. Em menos de dois anos, a unidade já apreendeu 1,6 tonelada de drogas, 45 armas de fogo e recuperou 42 automóveis roubados.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Governo do Estado doará computadores e auxílio internet para professores

Publicado

em

Por

Agência AC | Foto: Diego Gurgel/Secom

Os professores da rede estadual de ensino, que estão efetivamente na sala de aula, vão receber do governo do Estado, um auxílio financeiro para aquisição de notebook e pagamento de internet.

Observado pela secretária Socorro Neri, governador Gladson Cameli assina projeto e autoriza repasse do auxílio tecnologia para professores Foto: Diego Gurgel/Secom

A medida faz parte do Programa de Inovação Educação Conectada e foi autorizada na tarde desta sexta feira, 23, pelo governador Gladson Cameli, em Rio Branco, durante reunião com a secretária de Educação Socorro Neri e o procurador geral do Estado, João Paulo Setti.

A proposta, em forma de projeto de Lei, será encaminhada à Assembleia Legislativa que deve votar a matéria já na próxima semana. O governador lembrou que ao autorizar o auxílio, o governo cumpre as 11  medidas assumidas junto ao Sindicato da categoria durante audiência que tratou sobre a suspensão da greve da categoria e destacou as ações de valorização e melhoria das condições de trabalho dos colaboradores.

“Nas últimas semanas convocamos servidores efetivos e também cumprimos aqui o repasse dos notebooks mais a mensalidade. É o governo do presente visando o futuro”, disse o governador.

Pela proposta, segundo Socorro Neri, professor, gestor pedagógico e diretor de ensino, que estiverem efetivamente em sala de aula, irão receber um repasse em única parcela de até R$ 4.500 para comprarem um computador, mais um repasse de R$1.800,00 para pagamento do plano de internet. R$ 1.800 creditado em até 18 parcelas, sendo a primeira referente ao mês de julho de 2021 e a última a ser paga até 31 de dezembro de 2022.

“É uma medida que vai ajudar agora nesse momento que passamos para o sistema híbrido com a inclusão de tecnologia da informação no processo educativo”, enfatizou Neri.

A secretária lembrou que a proposta não contempla os professores do município que estão permutados para o Estado.

Continuar lendo

POLÍTICA

Primeiro trabalho social de pós-ocupação é concluído no Loteamento Andirá

Publicado

em

Por

Agência AC

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional (Sedur), em parceria com a empresa contratada Rios e Rios, concluiu as atividades relacionadas ao trabalho técnico e social destinado a 149 famílias do Loteamento Andirá nesta quinta-feira, 22, em Rio Branco. Foram realizadas palestras e cursos profissionalizantes que contribuirão com o fortalecimento dos laços comunitários, o acesso a direitos, a autonomia financeira, o desenvolvimento do protagonismo, a autoestima dos cidadãos e a participação social.

As unidades habitacionais foram entregues para as famílias que estavam em locais de situação de risco ou aluguel social. Foto: José Caminha/Secom

A solenidade de entrega dos certificados de conclusão dos cursos de preparação de bolos, tortas e salgados e as oficinas de educação sanitária e ambiental e coleta e destinação do lixo contou com a participação das 149 famílias moradoras do local. Para evitar aglomeração, as duas turmas receberam seus certificados em horários diferentes, pela manhã e a tarde.

As unidades habitacionais foram entregues para as famílias que estavam em locais de situação de risco ou no aluguel social, como foi o caso de Ione Santana e o casal Aurizete de Araújo e Abel de Souza, beneficiados com habitação no loteamento.

Ione Santana beneficiada com uma casa do programa de habitação do governo do Estado. (Foto: Cedida)

“Ganhei minha casa em 2018, antes eu e meus filhos ficamos em um abrigo e depois tivemos o aluguel social. Estou muito feliz com minha casa. No momento estou desempregada e esse curso veio como uma boa oportunidade para eu montar meu próprio negócio, isso vai ser a realização de um sonho”, comemorou Ione Santana.

Aurizete de Araújo e Abel de Souza, beneficiados com uma casa do programa de habitação do governo do Estado. (Foto: Cedida)

“Morávamos em um local de risco e graças a Deus fomos beneficiados com essa casa. Vamos trabalhar com a venda de bolos e salgados para ter renda porque estamos desempregados, o curso nos ajudou muito”, destacou Aurizete de Araújo.

O Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec) foi parceiro na realização dos cursos. As aulas teóricas e práticas foram executadas no âmbito da Escola de Gastronomia, que possui todo o aparato técnico (estrutura física e equipamentos) indispensável à formação profissional e técnica. A previsão é que, ainda esse ano, esta parceria contemple a abertura de mais de 200 vagas em oficinas gastronômicas destinadas à comunidade.

De acordo com o gestor da Sedur, Luiz Felipe Aragão, o objetivo da ação foi promover a participação social, com a melhoria das condições de vida e a efetivação dos direitos à cidadania dos beneficiários dos programas de habitação do governo estadual.

“A Diretoria de Habitação da Sedur, comandada por Hamilton Melo, tem feito um excelente trabalho na busca de resgatar convênios antigos e conseguir implementar esses cursos, que irão garantir uma capacitação adequada e gerar renda para a população beneficiada. Quero destacar também a equipe do Departamento Social, que faz um excelente trabalho e que sempre busca escutar a população nas visitas que são feitas aos loteamentos”, ressaltou.

As casas do loteamento Andirá, localizado próximo ao campus do Instituto Federal do Acre (Ifac), foram entregues durante os anos de 2018 e 2019. As 386 unidades foram construídas por meio do convênio Pró-Moradia Norte. O convênio garante aos beneficiários a realização de um trabalho técnico-social, com atividades socioeducativas e profissionalizantes. Outras empresas contratadas pelo governo para a realização dessas atividades continuam em campo, para a execução do trabalho nas demais unidades.

Continuar lendo

POLÍTICA

Rio Branco confirma ato no sábado pela “Vacina, Emprego e Auxílio”

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

24 de julho será um dia para que muitos insatisfeitos possam ocupar as ruas e protestar contra a política do governo federal. No Acre, apenas Rio Branco, confirmou agenda no movimento nacional que pede “vacina, emprego e auxílio de 600 reais”.

Em todo o país, 294 cidades brasileiras manifestaram intenção no evento nacional. Atos também devem acontecer em pelo menos dez países. 

Na capital acreana, a concentração acontece na Gameleira a partir das 15 horas. A organização não informou a quantidade de público esperado no ato em Rio Branco.

Os dirigentes cutistas estão otimistas e acreditam que este ato será o maior dos três já realizados este ano, em 29 de maio, 19 de junho e 3 de julho. Os movimentos que acontecem no país são organizados pela Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, as Centrais sindicais, partidos políticos de oposição (PT, PSB, PDT, PSOL, PCdoB, PSTU, PCB, PCO e UP), organizações e articulações da sociedade civil.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia