Connect with us

SAÚDE

Prefeitura de Rio Branco identifica médica que tomou 3 doses de vacina contra a Covid

Publicado

em

A Prefeitura Municipal de Rio Branco identificou que nesta terça-feira, 6, uma médica foi vacinada contra a Covid-19 pela terceira vez. A profissional de Saúde havia tomado a primeira dose em janeiro e a segunda dose em março. No mesmo dia, outras duas pessoas foram identificadas tentando tomar vacinas de forma indevida.

Veja a nota da prefeitura

A vigilância Municipal de Rio Branco detectou no dia de ontem, pelos registros da vacina da combate ao Coronavírus, que uma profissional Médica burlou o sistema de vacinação de Rio Branco para tomar uma terceira dose da vacina.

Mesmo sendo a profissional médica, beneficiada pelo público de profissionais da Saúde com a primeira dose da vacina Coronavac, da qual tomou a primeira dose dia 26/01/2021 e a segunda dose no dia 24/03/2021, fechando assim o esquema vacinal. E sendo uma pessoa instruída sobre o perigo de fazer o cruzamento de vacinas sem estudos e sem recomendação do Ministério da Saúde, a médica não poderia burlar o sistema, para tomar uma terceira dose da vacina, agora da Janssen, sendo assim um péssimo exemplo pra sociedade.

Esse fato será levado ao conhecimento do Ministério Público, da Superintendência do Ministério da Saúde no Acre e dos órgãos de controle, para instaurar os devidos procedimentos legais, pois tratar-se de crime contra o patrimônio publico e que coloca em risco a vida, já que não tem estudos que apontem nessa direção.

No dia de ontem 06/07 mais duas pessoas foram identificadas através do aplicativo, tentando toma outra vacina, um na Policlínica Barral & Barral e outra na URAP Eduardo Asmar. Ao serem identificadas, foi tirado um print da página do aplicativo e pedido para essas pessoas se retirarem das filas.

Frank Lima – Secretário Municipal de Saúde

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAÚDE

Covid-19: Acre segue estável no número de infecções descobertos via testes de farmácia

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Considerado uma alternativa para quem não quer aferir infecção por Covid-19 na rede pública de Saúde, os testes de farmácia seguem sendo realizados nas lojas do país. Hoje (16) a Abrafarma, associação das farmácias do país, divulgou um levantamento sobre o número de resultados positivos para a doença por meio de testes rápidos.

A entidade diz que os resultados positivos seguem em queda, assim como também a realização de novos exames, sendo considerado “o menor patamar deste ano”.

Nos exames, que podem avaliar antígenos ou anticorpos, foram detectados cerca de 25,3 mil casos da doença no período, quantidade registrada pela última vez no final de 2020. Os dados colhidos dizem respeito a 30 de agosto e 5 de setembro.

Acre e Paraná mantêm-se estável no número de casos descobertos por meio de testes. Os estados de Amazonas, Mato Grosso do Sul, Paraíba e Roraima tiveram alta nos resultados positivos na comparação com a semana anterior. Os registros apontam queda em todos os outros estados.

A Abrafarma lembra que “todos os testes rápidos das farmácias possuem registro na Anvisa e são realizados por farmacêuticos treinados, que seguem um rígido protocolo para garantir a segurança e confiabilidade dos

Continue lendo

SAÚDE

Estado pede que população faça o Cartão Fundhacre para agilizar atendimento

Publicado

em

Por

Agência AC / Foto: Danna Anute

A Fundação Hospital do Acre (Fundhacre) iniciou uma campanha, por meio dos setores da gestão, para que a população possa adquirir o Cartão Fundhacre. O objetivo é agilizar o atendimento em consultas dos pacientes que procuram a unidade.

Estado conclama população a fazer o Cartão Fundhacre para agilizar atendimento. Foto: Danna Anute

O presidente da instituição, João Paulo Silva, afirma que a prioridade é humanizar e melhorar cada vez mais o tratamento aos pacientes. “Pedimos que a pessoa venha à unidade, de segunda a sexta-feira em horário comercial, dirija-se ao primeiro balcão de atendimento na entrada principal e tire o seu cartão”, solicita.

A gerente do Ambulatório Médico, Rozangela Farias, enfatiza que o cartão da Fundação só é adquirido uma vez, pois o número fica registrado e por meio dele se tem o acesso ao prontuário e a toda a história clínica do paciente.

Para emissão do documento, é necessário trazer a carteira de identidade e o cartão do SUS. Foto: Danna Anute

“É importante que a pessoa ande com esse cartão, pois a sua função aqui na Fundhacre é a mesma do cartão SUS, sendo seu direcionamento voltado mais para o acesso ao paciente. Sem esse cartão não tem como ser realizado o atendimento, assim, caso a pessoa tenha perdido, ela pode emitir a segunda via na recepção”, afirma.

Para emissão do documento, é necessário trazer a carteira de identidade e o cartão do SUS. Após a retirada do cartão, o paciente passa a ter acesso a todos os serviços da Fundação.

Continue lendo

SAÚDE

Programa oferta vacinação em domicílio para idosos e deficientes de Rio Branco

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: PMJ / Reprodução

Pessoas acima de 60 anos e deficientes terão um benefício a mais em Rio Branco. A partir de agora, o município passará a oferecer vacinação domiciliar. O programa que fará esse tipo de serviço foi regulamentado por meio da Lei N° 2411/2021 publicada hoje (14) no Diário Oficial do Estado (DOE).

O documento assinado pelo prefeito Tião Bocalom (PP), prevê tal benefício a pessoas que comprovadamente estejam “impossibilitadas de se deslocar até o posto de vacinação e para pessoas com deficiência, principalmente as que tenham dificuldades em locomoção”.

Segundo o dispositivo, “a adesão ao programa depende de indicação médica e se dará mediante cadastramento”. Com isso, a solicitação da inclusão no programa ficará a cargo do paciente, de seus familiares ou de procurador.

As vacinas que serão aplicadas poderão ser, conforme o decreto de Lei: contra a gripe (influenza), vacina contra pneumonia pneumocócica, vacina contra difteria e tétano (dupla bacteriana do tipo adulto-dt), febre amarela, hepatite; tríplice viral, meningite meningocócica e doses de reforço e/ou vacinas eventuais e obrigatórias.

Em meio à pandemia do Coronavírus, a lei não cita a ofertada da vacinação contra a Covid-19.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia