Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tenente investigado por manter contato com facção criminosa é promovido a capitão da PM

Publicado

em

Aline Nascimento

O tenente do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Josemar Farias, investigado desde 2018 por manter contatos com uma facção criminosa do Acre, foi promovido ao cargo de capitão da Polícia Militar (PM-AC). A portaria de promoção dele e outros quatro tenentes foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

“Promover pelo critério de antiguidade ao Posto de Capitão do Quadro de Oficiais de Administração da Polícia Militar – QOAPM, os 1º tenentes relacionados”, diz parte do decreto assinado pelo governador Gladson Cameli.

A assessoria de comunicação da PM afirmou que as promoções de militares que estão respondendo processos judiciais é amparada pela Lei da Presunção da Inocência, também conhecida por Lei Sub Judice, de dezembro de 2020.

O advogado do militar, Mário Rosas, confirmou à reportagem que Farias segue trabalhando no setor administrativo do Batalhão de Policiamento Ambiental. Segundo ele, mesmo com a promoção, ele não pode exercer atividade externa no batalhão.

“A promoção dele foi conquistada ao longo da carreira militar que teve, do policial exemplar que ele é, das apreensões e ações. Continua com os serviços administrativos no batalhão, não trabalha nas ações ostensivas. A defesa reitera a inocência do capitão Farias, apresentamos as respostas necessárias às acusações no processo da 3ª Vara Criminal, levando a verdade aos autos, com testemunhas idôneas e provas incontestáveis”, complementou.

Processos

Farias foi preso no dia 27 de dezembro de 2018 na Operação Sicário, suspeito de manter contato com membros de facções criminosas. O militar ficou quase dez meses no Batalhão de Policiamento Ambiental do Acre (BPM). Após ser solto, ele virou subcomandante do batalhão.

O tenente teve a liberdade concedida no dia 25 de outubro de 2020. Mas, seguindo recomendação do juiz da Vara Militar, ele voltou ao Batalhão Ambiental menos de 24h após ser solto. Dias depois, o mesmo juiz decidiu não aceitar a denúncia contra o tenente, revogou a prisão e ele foi solto.

Na primeira decisão de soltura de Farias, a Justiça determinou que ele teria que seguir algumas medidas cautelares. Entre elas, estava proibido de se ausentar da comarca por mais de oito dias sem autorização da justiça; não pode se comunicar com as testemunhas e também fica proibido de exercer atividade policial de forma ostensiva.

Em novembro de 2020, Farias foi denunciado pelo Ministério Público do Acre (MP-AC) à Justiça Militar pelos crimes de peculato, corrupção passiva e prevaricação. A denúncia foi recebida pela 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar. O outro processo, por promoção a organização criminosa, segue aguardando o julgamento na 3ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC).

Divisão dos crimes

Em agosto de 2019, a Justiça do Acre definiu que o caso do tenente ficaria sob a competência da 3ª Vara Criminal e da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar. A decisão foi da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC).

O tenente é denunciado pelos crimes de peculato, prevaricação, organização criminosa e corrupção passiva.

Os crimes que devem ser julgados pela Justiça Militar são: peculato, corrupção passiva e prevaricação. Já o crime de promoção de organização criminosa ficou na competência da 3ª Vara Criminal.

Operação Sicário

A Operação Sicário, deflagrada no dia 27 de dezembro de 2018, prendeu 18 pessoas, sendo 12 em Rio Branco e seis nas cidades de Acrelândia, Plácido de Castro e Cruzeiro do Sul. Durante a ação, a Polícia Civil também apreendeu livros de contabilidade que eram usados por uma organização criminosa, além de armas e drogas.

Ao todo, a operação cumpriu 22 mandados de busca e apreensão e 23 de prisão contra membros de facções criminosas. O foco da operação é o combate de facções criminosas para coibir crimes praticados pelo grupo como o tráfico de drogas, execuções e até crimes contra a própria administração pública como corrupção.

As investigações levaram sete meses e contaram com o apoio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Acre (MP-AC).

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Acre registra 310 novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira

Publicado

em

Por

Agência AC

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), registrou 310 novos casos de infecção por coronavírus nesta quinta-feira, 20 de janeiro. O número de infectados subiu para 91.781 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 261.772 notificações de contaminação pela doença, sendo que 169.843 casos foram descartados e 148 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 86.731 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 27 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Até o fechamento deste boletim, das oito pessoas internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into-AC), quatro não tomaram nenhuma dose dos imunizantes contra covid-19, uma tomou apenas uma dose e três tomaram duas doses da vacina.

Nenhum óbito foi registrado nesta quinta-feira, 20 de janeiro, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça 1.854 em todo o estado.

Sobre os casos de covid-19 no estado, acesse:

BOLETIM_AC_COVID_20_01_2022_PARCIAL

Sobre a ocupação de leitos no estado, acesse:

http://covid19.ac.gov.br/monitoramento/leitos

Continue lendo

POLÍTICA

Servidora desmente deputada federal e nega sofrer perseguição na gestão da Fundhacre

Publicado

em

Por

A Fundação Hospital do Acre (Fundhacre), vem a público repudiar a matéria publicada pelo site Acre in Foco, onde alega falsos acontecimentos na unidade, e usa nome de servidora abordando perseguição no Hospital, como o remanejamento da enfermeira Luiza Medeiros do Hospital do Idoso.

De acordo com o site a mudança na administração do Hospital, ocorreu pelo fato da enfermeira supostamente ter recebido a deputada Mara Rocha na Fundhacre. Todavia, Luiza Mederios afirma que estava de férias e nunca teve contato com a parlamentar.

“Primeiramente, gostaria de deixar claro que eu nunca tive contato com a Mara Rocha, estou perplexa por usarem meu nome dessa forma com informações irresponsáveis que faltam com a verdade, sendo que eu estava até de férias, eu respeito e apoio qualquer decisão da direção da presidência. Já estou em contato com advogado, vou entrar com medidas judiciais cabíveis, as pessoas precisam respeitar o nome dos outros, meu nome é limpo, sou honesta e tenho caráter e não compactuo com esse tipo de politicagem”, destaca Luiza.

Ao mencionar sobre a mudança no Hospital do Idoso, Luiza deixa claro, que todo o trabalho na unidade hospitalar, durante a atual gestão vem sendo pautado pelo respeito e diálogo.

“Tenho total respeito pelo nosso presidente João Paulo Silva, que sempre respeitou o meu trabalho no Hospital do Idoso. Ele é capacitado, inteligente e luta pelo melhor do Hospital que em pouco tempo, já fez muitas benfeitorias na unidade, vemos o quanto ele tem se esforçado pelo melhor de todos, é um gestor que tem visão, me sinto é lisonjeada, por fazer parte dessa gestão, continuo contribuindo profissionalmente à gestão da Fundhacre”, encerrou a enfermeira.

Continue lendo

ACRE

Com avanço da Covid-19 e Influenza, Paróquia de Epitaciolândia mantém programação para o São Sebastião

Publicado

em

Por

Fotos: Arquivo Alexandre Lima

A paróquia de São Sebastião de Epitaciolândia, localizada a 240km da capital do Acre, estará mantendo sua programação para esta quinta-feira, dia 20, quando se celebra o dia do Santo, que é padroeiro de vários municípios do Estado acreano.

Diferente do município de Xapuri, que irá realizar uma carreata ao invés da procissão que está suspensa pelo segundo ano consecutivo devido a pandemia, a programação será mantida em Epitaciolândia.

Durante a tarde desta quinta-feira, acontecerá quatro missas em Xapuri e em Epitaciolândia, será apenas uma a partir das 15 horas. Em seguida, haverá a procissão a pé (peregrinação) pelas principais ruas do centro comercial, retornando para a Igreja.

A programa do dia do padroeiro de Epitaciolândia, teve início no mês de janeiro com várias atividades, além de novenários do dia 11 até esse dia 19. No decorrer do dia de hoje e a noite, acontecerá o tradicional arraial, bingo, além de eventos esportivos e festa de rodeio com escolha da rainha.

Lembrando que todos devem manter os cuidados sanitários, como usar máscara e álcool em gel e se possível, o distanciamento. Segundo foi informado, o bingo será realizado via on-line, uma forma de evitar aglomeração.

[Alexandre Lima/ O Alto Acre]

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia