Connect with us

ACRE

Academia Acreana de Letras promove ciclo de palestras Home Office

Publicado

em

Assessoria

A Academia Acreana de Letras (AAL) promove, a partir deste mês de maio, o Primeiro Ciclo de Palestras Home Office da instituição. O evento que está sendo organizado pelas professoras doutoras Luísa Lessa Karlberg e Maria José Bezerra, seguirá, simultaneamente, durante todo o ano de 2021. O primeiro palestrante convidado pela Academia será o advogado Matheus Alves do Nascimento, que trará um tema de extrema importância nos dias atuais intitulado “A ponte que virou prisão: a luta pelos direitos dos imigrantes no Acre em tempos de pandemia”. O jurista também possui Pós-Graduação em Direito Constitucional e Direito Processual Civil, é Defensor Público Federal na Defensoria Pública da União, na qual integra os Grupos de Trabalho sobre Migrações e é autor de livros e inúmeros artigos jurídicos publicados.

O debate será transmitido ao vivo no canal de instituição dia 18 de maio às 19 horas, e terá como mediadoras as ilustres confreiras, Maria José Bezerra e Luísa Lessa Karlberg e contará com a presença de todo o sodalício acreano. O próximo debate terá como convidado o Prof. Dr. Eduardo Carneiro, no, dia 1º de junho cujo tema será “A Revolução Acreana e as narrativas de Guerra no Mundo Ocidental”.

Segundo a Presidente da Academia Acreana de Letras, a prof. Dr. Luísa Galvão Lessa Karlberg “o evento visa não somente irá trazer temas atuais, mas também oferecer um reforço para os alunos do terceiro ano do Ensino Médio para estarem mais aptos para o ENEM de 2021. A Academia Acreana de Letras, AAL, abre neste mês de maio do corrente ano o 1º Ciclo de palestras realizado em sua história, trazendo em cada 15 dias temática interessante para se pensar o Brasil de hoje e aquele que queremos para o futuro. São assuntos palpitantes que aproximarão o grande público acreano da instituição quase centenária. Será relevante a participação de alunos, professores e intelectuais do Acre e do Brasil, porquanto as naturezas dos debates trarão conhecimentos sobre questões que estão na ordem do dia.

Assim a Academia, em tempos de pandemia, vai cumprindo o seu papel de disseminadora do saber e dos conhecimentos que envolvem este nosso mundo contemporâneo. Todas as palestras serão transmitidas pelo canal no Youtube da AAL e a comunidade acreana está convidada a participarem das lives que acontecerão sempre a partir das 19 horas. As datas futuras serão, posteriormente, divulgadas para que a comunidade brasileira possa assistir e discutir, conosco, os temas eleitos”, frisa a professora que é doutora em Letras Vernáculas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pós-doutora em Lexicologia e Lexicografia pela Universidade de Montreal no Canadá.

Vale ressaltar que o evento não tem patrocinadores e a está sendo promovido pela Diretoria da entidade. O link da Academia para os interessados que queiram se inscreverem no canal e receberem as notificações das palestras é: https://www.youtube.com/channel/UCtL5qDTKX8hwesE_H3c7MsQ

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Cantor Milton Nascimento fala de visita ao Acre que inspirou disco para apoiar causa indígena

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

O cantor e compositor, Milton Nascimento, relembrou nas redes sociais uma visita feita ao Acre que inspirou um dos seus discos mais comentados pela crítica audiovisual do Brasil na década de 90: Txai. A lembrança do artista ocorreu para justificar apoio aos indígenas mobilizados no movimento nacional, em Brasília, contra um projeto de Lei que pode afetar a demarcação de terras no país.

“Quando visitei o Acre, decidi que queria fazer um disco com referências indígenas, e ouvi a palavra “TXAI”. Perguntei o que significava, e descobri: “Mais que amigo, mais que irmão, a metade de mim que existe em você, e a metade de você que existe em mim””, lembrou.

Milton esteve no Acre, pela primeira vez, em 1989 quando participou de uma expedição do Instituto Socioambiental (ISA) onde percorreu o Rio Juruá a partir de Cruzeiro do Sul até a fronteira com o Peru.

O álbum citado pelo artista que é um ícone do MPB possui 17 canções inspiradas totalmente na cultura indígena. Com isso, ele obteve a indicação para concorrer ao Grammy em 1991 na categoria Melhor Álbum Musical Mundial.

Já o movimento nacional reúne mais de 1 mil índios, de 30 diferentes etnias do país. Eles pedem a desaprovação do PL 490/2007 que possibilita o chamado ‘marco temporal’ nas terras indígenas.

Continuar lendo

ACRE

Associação que apoia autistas faz caminhada marcante nas ruas de Senador Guiomard

Publicado

em

Por

Nesta sexta feira, 18, a Associação Família Azul, de Senador Guiomard, juntamente com as famílias de crianças autistas, fez uma caminhada até a prefeitura do município em busca de apoio para a terapia de seus filhos. Coordenada pela professora Adriana Rogéria, presidente da Associação, o evento foi um sucesso.

Hoje, são mais de 90 crianças diagnosticadas que foram localizadas pela Associação e que se encontram sem nenhum tratamento ou acompanhamento. Por meio dessa caminhada, as famílias tentam sensibilizar o poder público para que seja fornecida a terapia, algo que já está assegurado por lei desde 2012.

Esteve presente na caminhada as vereadoras Williane Jardim e Alessandra Mesquita. Associação agradeceu o apoio de todos os presentes e lamenta a ausência dos demais vereadores, bem como a indisponibilidade da prefeita de receber as famílias que estiveram na frente da prefeitura em busca de uma resposta.

As famílias continuam sua luta, de forma pacífica e buscando do poder público um olhar com mais empatia pela causa.

Continuar lendo

ACRE

Fecomércio/AC participa do lançamento do Unidos pela Vacina

Publicado

em

Por

O presidente da Fecomércio/AC, Leandro Domingos, participou na manhã desta quinta-feira, 17, do lançamento do Unidos pela Vacina, um movimento da classe civil organizada e do setor empresarial que tem por objetivo apoiar o processo de vacinação no Estado. A ação é realizada em parceria pela Fecomércio/AC, a Energisa Acre, Fieac e Acisa, e vai disponibilizar 13 câmaras frias, 30 geladeiras, 24 freezers e 13 computadores para todos os municípios do Acre.

A iniciativa visa principalmente tornar viável a vacina para todos os brasileiros até setembro deste ano. Os equipamentos doados serão utilizados para conservação local das doses durante a aplicação da vacina e contemplarão os 22 municípios, seguindo as indicações do Programa Nacional de Imunização do Acre.

“As entidades empresariais e os empresários sabem que nós só sairemos dessa crise, não apenas a sanitária, mas a econômica, quando a vacinação ampliar. Há um movimento nacional por essa imunização porque ela é a saída para diminuirmos substancialmente a incidência da Covid-19. Fomos [a Federação do Comércio] convidados pelo José Adriano Mendes, da Energisa, e fizemos um levantamento em todos os municípios para saber quais eram as carências, e notamos que em muitos faltavam materiais para a conservação da vacina. Fizemos uma campanha junto a classe empresarial para suprir os municípios dessa carência, e nós conseguimos. Estamos fazendo nossa parte”, esclareceu Domingos.

O diretor-presidente da Energisa Acre, José Adriano Mendes Silva, destacou que a união da classe empresarial é necessária para que mais pessoas sejam vacinadas, e reforçou que, quando a entidade assumiu o projeto, já sabia do desafio. Segundo ele, o papel principal é apoiar e garantir que haja uma imunização. “Aderimos ao movimento, que é da sociedade civil, e tem participação da classe empresarial, e estamos apoiando as prefeituras tanto no armazenamento quanto no repasse de informações ao Ministério da Saúde”, disse.

O presidente do Sistema Fieac, José Adriano Ribeiro, relembrou que o setor empresarial sempre foi um dos principais incentivadores da imunização em massa, e afirmou que só haverá a volta das atividades econômicas por um todo quando ao menos 70% da população estiver vacinada.  “O setor produtivo tem empatia com a realidade que toda a sociedade está vivendo. É um movimento que fazemos para dar as mesmas condições de estrutura para que todas as prefeituras, independentemente do local, consigam imunizar a nossa população. Isso traz um retorno tanto do ponto de vista da solidariedade quanto à volta da situação econômica”, finalizou.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas